Asas de ave australiana cresceram devido às alterações climáticas

sunphlo / Flickr

Barnardius zonarius, o papagaio de Barnard

As asas de umas aves comuns no oeste da Austrália cresceram entre quatro e cinco centímetros nos últimos 45 anos e a causa pode estar relacionada com as alterações climáticas, segundo um novo estudo australiano.

Cientistas da Universidade de Notre Dame em Sydney relacionaram o crescimento das asas do papagaio de Barnard (“Barnardius zonarius”) com as alterações climáticas, atendendo a que geralmente as extremidades dos animais em climas quentes tendem a ser mais compridas.

“À medida que a temperatura sobe, o aumento do comprimento das asas pode ajudar estas aves a libertarem-se do excesso de calor e adaptarem-se melhor ao seu meio ambiente”, disse um dos cientistas que participaram no estudo Dylan Korczynskyj em declarações citadas pela estação local ABC.

Korczynskyj explicou que as maiores alterações no comprimento da asa ocorreram a partir da década de 1970, um período que coincide com as variações de temperatura de cerca de mais 0,1 e 0,2 graus centígrados e as práticas de desflorestação que se registaram no estado da Austrália Ocidental.

Embora a variação da temperatura pareça mínima, o impacto no meio ambiente é significativo tal como demonstra a investigação aos papagaios, segundo o cientista.

Na investigação foram examinadas várias espécies do Museu da Austrália Ocidental que tem uma coleção de aves que datam do início do século XIX e inclui um exemplar de um papagaio de Barnard de 1904.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

O cometa interestelar pode ser "assassinado" antes de chegar à Terra

Um visitante interestelar, que está a atravessar o nosso Sistema Solar, pode estar próximo de "morrer", uma vez que provavelmente se desintegrará ao aproximar-se do Sol. Os cientistas estão a acompanhar cada movimento do cometa, que …

Duas bonecas da NASA vão voar em redor da Lua para serem atingidas por radiação

Em 2020, quando a NASA lançar a nave Orion como parte da missão Artemis I - a primeira de uma série de missões que levarão a primeira mulher e o próximo homem a pousar na …

"Pontos quentes de radiação" detetados perto da zona olímpica de Fukushima

A Greenpeace disse esta quarta-feira que detetou "pontos quentes" de radiação perto do local partida do próximo lançamento da chama olímpica pelo Japão, escreve o jornal britânico The Guardian. A organização ambientalista diz que detetou …

Tubarões reúnem-se todos os anos em Israel (e não se sabe porquê)

Um grupo de investigadores iniciou a quinta temporada de um estudo de um fenómeno incomum: uma concentração de tubarões num lugar na costa mediterrânea de Israel. Os funcionários da Estação de Investigação Mrina Morris Kahn, da …

Casa Pia 0-3 FC Porto | Jogo desbloqueado na segunda parte

O FC Porto venceu hoje o Casa Pia por 3-0, na segunda jornada do Grupo D da Taça da Liga, mas precisou de 50 minutos para fazer o primeiro golo ao penúltimo classificado da II …

Quanto vale a vida do seu cão (e a importância que isso tem)

Quanto vale a vida do seu cão? A resposta a esta pergunta pode ser mais importante do que aquilo que pensa e pode mudar drasticamente o preço que pagamos pela sua saúde e bem-estar. Os norte-americanos …

Asteróide passará esta sexta-feira pela Terra a 27.000 km/hora

Um asteróide de grandes dimensões passará pela Terra, atingindo o seu ponto mais próximo do nosso planeta esta sexta-feira, dia 6 de dezembro. O corpo celeste, importa frisar, não representa qualquer perigo para o Homem. …

Banco de França vai testar moeda digital em 2020

O governador do Banco de França anunciou na quarta-feira o lançamento de testes no próximo ano para uma moeda digital, que pode servir de precedente para uma iniciativa do mesmo tipo à escala da zona …

Atlético de Madrid na corrida por Gabigol

O Atlético de Madrid entrou na corrida pela contratação de Gabigol, o artilheiro que está ao serviço do Flamengo por empréstimo do Inter de Milão. A notícia é avançada pelo jornal italiano Gazzetta Dello Sport, …

Australiana condenada a prisão por ter mentido no currículo

Uma australiana de 45 anos foi condenada a um ano de prisão efetiva por ter mentido no seu currículo para conseguir uma vaga no Governo regional, conta esta quinta-feira a ABC Australia. Veronica Hilda Theriault foi …