Arrendar quartos a preços baixos também vai dar descontos nos impostos

Simon Collison / Flickr

O Governo prevê alargar o programa de incentivo a rendas acessíveis também a quem arrenda quartos a valores abaixo do cobrado pelo mercado imobiliário.

Este incentivo do Governo amplia as isenções fiscais já anunciadas para quem arrendar imóveis a preços acessíveis. Também arrendar quartos ou partes de uma casa a valores 20% abaixo do preço médio do mercado local vai dar direito a menos impostos, segundo avança o Jornal de Notícias na sua edição impressa, nesta terça-feira.

De acordo com a publicação, o decreto-lei que deverá ficar terminado em Março de 2018, prevê que estes arrendamentos a preços acessíveis, e com um contrato de longa duração, fiquem isentos do pagamento do imposto de 28% sobre o valor da renda cobrada.

O JN atesta que o Governo também incita as Câmaras a juntarem-se a este programa de incentivos, cobrando apenas 50% ou mesmo isentando os arrendatários de impostos como o IMI e o IMT.

Os senhorios que aderirem a este programa de incentivos não poderão pedir caução, nem exigir fiador, constata o JN.

Para compensar eventuais estragos na habitação e incumprimentos, no pagamento de rendas, será criado um seguro a pagar por inquilino, senhorio e Estado.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Lá vêm mais burocracias e buracos no sistema. Na superfície parece uma boa ideia, na realidade alguém vai aproveitar-se disso. Espero estar enganado.

  2. E os senhorios que continuam a não passar recibo e não declarar nada !!! E que fazem chantagem, ou pagas e caro e sem recibo ou nem alugo, ficas sem casa!!!

RESPONDER

Tribunal europeu condena Portugal a indemnizar recluso por falta de internamento psiquiátrico

O Tribunal Europeu dos Direitos Humanos condenou o Estado português a pagar uma indemnização de 14 mil euros a um recluso por ter cumprido pena de prisão sem internamento psiquiátrico a que tinha sido condenado. A …

França acaba com máscara no exterior (e Espanha vai pelo mesmo caminho)

Em França, o uso de máscara na rua deixa de ser obrigatório a partir de quinta-feira. Espanha deverá seguir o mesmo caminho "em breve". O uso de máscara no exterior deixa de ser obrigatório em França …

Swissport em Lisboa para tentar comprar a Groundforce

O acionista maioritário da Groundforce, que está a tentar vender a sua participação na empresa de handling, encontra-se agora a negociar com os suíços da Swissport. Depois de o fundo espanhol Atitlan se ter afastado e …

BdP prevê taxa de desemprego de 7,2% e crescimento económico de 4,8%

O Banco de Portugal (BdP) prevê que a taxa de desemprego atinja 7,2% em 2021, recuando para 7,1% em 2022 e 6,8% em 2023, e que o emprego cresça 1,3% este ano. No Boletim Económico de …

Finlândia 0-1 Rússia | Miranchuk recoloca russos na corrida

A anfitriã Rússia conseguiu hoje uma determinante vitória na luta pelo apuramento para os oitavos de final do Euro2020 de futebol, ao bater a Finlândia por 1-0, em São Petersburgo. No primeiro jogo da segunda jornada …

Nove militares da GNR acusados de tortura

O Ministério Público (MP) do Porto acusou nove militares da GNR dos crimes de tortura e outros tratamentos cruéis, degradantes ou desumanos e sequestro agravado. O Ministério Público (MP) do Porto acusou nove militares da GNR, …

Costa garante que Lisboa terá o mesmo tratamento que os outros concelhos

Esta quarta-feira, num dia em que Portugal registou 1.350 novos casos ( 928 dos quais na região de Lisboa e Vale do Tejo), o primeiro-ministro afirmou que a capital terá o mesmo tratamento que os …

Salgado disposto a pagar à massa falida do GES para ficar isento de cumprir pena

Ricardo Salgado está disposto a pagar à massa falida do GES para ser dispensado de cumprir pena no processo que o irá julgar por três crimes de abuso de confiança, segundo a contestação da defesa …

PJ detém 12 pessoas por suspeitas de corrupção na Câmara de Loures

Entre os detidos pela Polícia Judiciária (PJ) estão dois empreiteiros, um arquiteto, um empresário ligado a uma obra particular e oito fiscais. Através da Unidade Nacional de Combate à Corrupção e no âmbito de inquérito dirigido …

Casos disparam: 1350 novas infeções e seis óbitos

Nas últimas 24 horas, houve 1.350 novos casos positivos de covid-19 e morreram seis pessoas, segundo os dados do boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS). Portugal registou 1.350 novos casos e seis óbitos por covid-19 …