Uma Arca de Noé de micróbios podia salvar a humanidade

IRRI Images / Flickr

Uma equipa de investigadores está a sugerir a criação de um cofre global de microbiota para proteger a saúde da humanidade a longo prazo.

Além do óbvio, o corpo humano é também composto por um conjunto de bactérias, vírus e fungos – nomes que, num primeiro contacto, tendemos a conotar com uma carga negativa. No entanto, estes biliões de microrganismos são-nos essenciais.

Todavia, e porque nem na biologia o mundo é cor-de-rosa, há muitos micróbios que correm o risco de desaparecerem, como acontece com muitas espécies de animais. Este desaparecimento colocam em perigo a saúde da humanidade a longo prazo, alerta um grupo de investigadores.

Para contornar a situação, os cientistas propõem a criação de uma espécie de Arca de Noé de micróbios. O artigo científico foi publicado recentemente na Science.

Os cientistas sugerem então que estes microrganismos sejam recolhidos junto de populações que vivem em locais muito afastados, e que, desta maneira, não estejam em contacto com antibióticos, alimentos processados e outras ameaças inerentes à vida moderna.

Mas porquê? De acordo com os cientistas, quem vive nas sociedades urbanas está a perder a sua diversidade de micróbios. Para ilustrar esta problemática dão o exemplo dos americanos, que têm metade dos micróbios intestinais dos cidadãos da Amazónia.

O Science Daily refere que a equipa compara a sua solução ao “Svalbard Global Seed Vault”, um banco de armazenamento mundial de sementes, que foi criado para ser usado em caso de desastres naturais ou provocados pelo Homem.

Maria Gloria Dominguez-Bello, principal autora do estudo e professora na Universidade Rutgers, alerta para o facto de “estarmos a enfrentar uma crise global de saúde, que exige que capturemos e preservemos a diversidade do microbioma humano, enquanto ela ainda existir”.

“Estes micróbios co-evoluíram com os humanos durante centenas de milénios. Ajudam-nos a ingerir alimentos, a fortalecer o nosso sistema imunitário e protegem-nos contra germes invasores. Durante gerações, vimos uma enorme perda de diversidade microbiana associada a um aumento mundial de doenças autoimunes e outras”, explica a cientista.

Este banco de microrganismos, defende o estudo, seria a estratégia ideal a adotar para a prevenção de doenças futuras, graças à reintrodução de micróbios perdidos.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

85% dos medicamentos estão em falta na Venezuela

A Federação Farmacêutica Venezuelana (Fefarven) informou hoje que estão em falta 85% dos medicamentos que se comercializam no país. A denúncia surgiu um dia depois de o Governo venezuelano estabelecer preços fixos para 56 medicamentos, durante …

Obrigar as crianças a beijar os avós é mesmo uma "violência"

O professor universitário Daniel Cardoso pôs o país a discutir se é ou não uma violência obrigar as crianças a beijar os avós. Uma posição que é defendida por inúmeros especialistas e que nem sequer …

Cidade da Maia testa passadeira 3D

O município da Maia está a testar a colocação de passadeiras 3D, cujo objetivo é criar uma ilusão de ótica que faz os condutores abrandar quando se aproximam, descreveu hoje a autarquia. Em causa está, de …

Portugal recebe em novembro cerca de 150 refugiados que estão no Egito

Portugal vai receber, em novembro, cerca de 150 refugiados que estão no Egito, primeiro grupo de mais de mil pessoas que vão ser reinstaladas em Portugal até 2019, disse hoje o ministro da Administração Interna. "Vamos …

Crianças até 2 anos são as que mais usam apps

Mais de metade das crianças com menos de 8 anos usa aplicações como entretenimento e as crianças que mais usam os dispositivos eletrónicos têm até 2 anos. Segundo o estudo "Happy Kids: Aplicações Seguras e Benéficas …

Abstenção galopante alastra-se à faixa dos 30-44 anos

A abstenção aumentou de forma galopante em Portugal, dos 8,1% em 1975 para os 44,2% nas legislativas de 2015, e a tendência está a alastrar das gerações mais jovens para a faixa dos 30 aos …

Descida da propina vai retirar bolsas a alunos carenciados. Medida "demagógica e perversa"

A descida do valor máximo da propina poderá significar o fim da bolsa para muitos alunos carenciados, alertou o reitor da Universidade Nova de Lisboa, que considera a medida ''demagógica e perversa''. Segundo a proposta de …

Hugo Abreu caiu da viatura e “não se mexeu mais”. Instrutor dos comandos viu e ignorou

Rodrigo Seco afirmou que, no decurso da Prova Zero, os dois instrutores desvalorizaram os sintomas de mal-estar, sinais de cansaço e ignoraram os vários pedidos dos instruendos para que pudessem beber água. Um dos instruendos do …

Nunes da Fonseca é o novo Chefe do Estado-Maior do Exército

O tenente-general José Nunes da Fonseca é o escolhido para suceder ao general Rovisco Duarte como Chefe do Estado-Maior do Exército. Rovisco Duarte demitiu-se no âmbito do caso do roubo de armas em Tancos. O nome …

Raspadinha rende mais de 100 milhões à Segurança Social

No próximo ano, a Segurança Social vai receber um montante na ordem dos 225 milhões provenientes dos jogos da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa. A Segurança Social irá receber, no próximo ano, cerca de 225 …