App do primeiro-ministro indiano espalha notícias falsas

narendramodiofficial / Flickr

O primeiro-ministro da Índia, Narendra Modi

Uma ‘app‘ designada NaMo – as iniciais do primeiro-ministro da Índia Narendra Modi -, já descarregada 10 milhões de vezes naquele país, tem espalhado “ódio sobre adversários políticos”, difundido imagens manipuladas e informação falsa, como propaganda.

Segundo informou o Diário de Notícias (DN) na segunda-feira, uma investigação jornalística desenvolvida por Samarth Bansal e divulgada no domingo, no Medium, mostra que a app para telemóveis é responsável pela difusão de notícias falsas nas redes sociais na Índia.

Um dos exemplos das ‘fake news‘ disseminadas refere que, “do total de 40 mil casos de violação na Índia, nos últimos dez anos, 39 mil tiveram um agressor muçulmano. Ainda assim, o [partido do] Congresso e Rahul Gandhi dizem que os hindus são violadores e terroristas. Que vergonha para o Congresso e para a família Gandhi!”.

De acordo com o DN, nestas duas frases da notícia “não deve haver uma única premissa verdadeira”, visto que “nem as violações são um caso religioso – e muito menos são registadas dessa forma pelas autoridades – nem Rahul Gandhi chamou violadores aos hindus”.

A mesma foi divulgada em agosto de 2018 por Sanjay Gupta, apoiante do primeiro-ministro, num grupo do Google Plus chamado “Narendra Damodar Das Modi”, que conta com mais de dois milhões de seguidores e no qual é moderador.

Outro exemplo de uma notícia falsa, avançada pelo DN, dizia que “92% dos muçulmanos votaram nas eleições de Karnataka [estado da Índia], 86% dos cristãos votaram, mas apenas 58% dos hindus votaram. 42% dos hindus nem sequer votaram.

Com estas estatísticas falsas, Sanjay Gupta tentou explicar a derrota do seu partido nas eleições regionais, “com uma indução errada, baseada em puro sectarismo”.

“A Comissão Eleitoral da Índia não tem qualquer forma de saber quem são os votantes, por religião. Mas a religião faz parte da propaganda política e do discurso de ódio que circula ‘online‘”, lê-se no artigo.

Depois de vários relatórios atribuírem à desinformação um papel no aumento da violência política – dezenas de linchamentos, organizados no WhatsApp, por exemplo -, agora é a própria aplicação oficial do primeiro-ministro a estar no centro de um “problema sério para a democracia na Índia”.

A NaMo já tinha sido acusada de recolher dados privados, sem o consentimento dos seus utilizadores. A BBC concluiu, num trabalho recente, que os apoiantes do partido do Governo – o Bharatiya Janata (BJP) – partilhavam muito mais desinformação do que os militantes da oposição, nas redes sociais.

“Este é um tema muito relevante na Índia, que vai a votos em Maio. Sobretudo quando o BJP tem uma campanha sistemática de mentiras lançadas sobre os seus adversários. Uma delas é um caso óbvio de manipulação”, acrescenta o DN.

Esse caso relacionava-se com Rahul Gandhi, neto de Indira Gandhi. Numa fotografia sua, nas instalações do Partido do Congresso, em Deli, foi alterada a imagem de Mahatma Gandhi do quadro pendurado na parede por uma imagem do imperador mongol Aurangzeb, que invadiu a Índia e perseguiu os hindus, no final do século XVII.

Outra das manipulações indicava que uma alegada investigação da BBC havia provado como o Partido do Congresso era o quarto mais corrupto do mundo. A questão é que “nunca foi feita nenhuma notícia do género” pelo referido órgão de comunicação.

Em ambos os casos, o partido no Governo indicou ao Quartz que não havia nenhuma premeditação neste uso de ‘fake news‘, devendo-se tudo ao caráter aberto da aplicação, que possibilita aos utilizadores partilhar informação uns com os outros.

TP, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Contra a "vigarice" das sondagens, "o PSD teve um excelente resultado"

O PSD conseguiu todos os objectivos a que se propôs nestas eleições autárquicas, segundo Rui Rio. O presidente do PSD considera que o partido teve "um excelente resultado" contra a "vigarice" das sondagens e "contra …

Costa: "PS continua a ser o maior partido autárquico nacional"

António Costa canta vitória nas eleições autárquicas, apesar de ainda não se conhecerem os resultados finais de Lisboa, Sintra e Loures. Para o secretário-geral socialista, não há dúvida de que o "PS continua a ser …

O "primeiro amarelo" para Costa e o "CDS superou todos os objectivos"

"O CDS superou todos os objectivos a que se propôs nestas autárquicas". É assim que Francisco Rodrigues dos Santos, líder do CDS-PP, canta vitória, considerando que António Costa "viu o seu primeiro cartão amarelo". Na reacção …

Liveblog Autárquicas. Carlos Moedas ganha Lisboa

Realizam-se este domingo Eleições Autárquicas em Portugal, nas quais está em jogo a eleição de 308 presidentes de câmaras municipais, os seus vereadores e assembleias municipais, bem como 3091 assembleias de freguesia. Acompanhe tudo no …

Pegadas provam que as Américas foram povoadas milhares de anos antes do que pensávamos

Investigadores descobriram evidências da presença de humanos nas Américas: pegadas com, pelo menos, cerca de 23.000 anos. A nossa espécie começou a migrar para fora de África há cerca de 100.000 anos. Além da Antártida, as …

Jerónimo assume que CDU ficou "aquém", mas não é "determinante para a política nacional"

Jerónimo de Sousa reconhece que os resultados da CDU, nas eleições autárquicas, ficaram "aquém" dos objectivos, mas alerta que não são "determinantes para a política nacional" e rejeita a hipótese de deixar a liderança do …

Geringonça à direita... ou à esquerda? Com Moedas e Medina taco a taco, IL e Bloco entram em jogo

Freguesia a freguesia, eis como Fernando Medina e Carlos Moedas estão a disputar a eleição para a Câmara de Lisboa. As sondagens dão um empate técnico e a Iniciativa Liberal já manifestou que está disponível …

Autárquicas: PS reivindica vitória e acredita que ganha em Lisboa

O secretário-geral adjunto do PS reivindicou hoje vitória do seu partido nas eleições autárquicas, dizendo que irá vencer em número de câmaras e de freguesias, e manifestou-se confiante no quinto triunfo consecutivo em Lisboa. Esta posição …

Autárquicas: Santana reconquista a Figueira e fala numa "proeza sem igual"

Pedro Santana Lopes já fez o seu discurso de vitória como presidente da Câmara Municipal da Figueira da Foz, num autoelogio pelo facto de ter ganho a dois "grandes partidos", o PS e o PSD, …

Autárquicas: PS segura Almada

Aposta da CDU em Maria das Dores Meira, atual autarca de Setúbal que atingiu o limite de mandatos naquele concelho, parece não ter sortido os efeitos desejados. O Partido Socialista deverá, segundo as primeiras projeções, conseguir …