Apoio ao pagamento de rendas só chegou a 748 famílias

José Sena Goulão / Lusa

O ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos

O Instituto da Habitação e Reabilitação Urbana aprovou, entre abril e dezembro, apoio para o pagamento da renda habitacional a 748 famílias, correspondente a menos de um terço do total.

“Entre abril e dezembro de 2020, o Instituto da Habitação e Reabilitação Urbana (IHRU) recebeu 3076 pedidos de apoio ao pagamento de renda habitacional, relativos a 2370 famílias (sendo de 706 o número de pedidos reapresentados e reformulados)”, lê-se num comunicado do Ministério das Infraestruturas de Habitação.

Segundo o documento, “no total deste universo de pedidos, foi aprovado o apoio a 748 famílias (32%), num total de mais de 1,5 milhões de euros (contabilizando já prorrogações)”.

O gabinete do ministro Pedro Nuno Santos indica que se registaram 1187 candidaturas arquivadas, rejeitadas, indeferidas ou alvo de desistência.

Por outro lado, houve 1065 candidaturas que foram devolvidas aos requerentes e que aguardam eventual reformulação ou envio de dados adicionais relevantes, assim como 76 candidaturas que estão em avaliação junto do IHRU.

“Os principais fatores que levam ao indeferimento ou rejeição das candidaturas prendem-se com a existência de desconformidades quanto ao comprovativo da relação contratual, à quebra de rendimentos ou à declaração de honra, elementos essenciais para a atribuição do apoio”, explica o ministério.

A tutela lembra que a 1 de janeiro se iniciou um novo período de prorrogação do regime excecional para as situações de mora no pagamento da renda no mercado habitacional, em resposta ao impacto da pandemia de covid-19.

“Continua em vigor o regime de apoio para arrendatários com comprovada quebra de rendimentos, que podem recorrer aos empréstimos sem juros do IHRU para pagamento de rendas até 1 de julho de 2021“, lê-se no comunicado.

Além da prorrogação da medida, continua o gabinete, foi definido “um regime equitativo e progressivo de conversão dos empréstimos do IHRU, I.P. em comparticipações financeiras não reembolsáveis (a fundo perdido), podendo a referida comparticipação corresponder à totalidade do valor do empréstimo no caso de agregados familiares em que a taxa de esforço é igual ou superior a 100%”.

Esta conversão em subsídio a fundo perdido aplica-se também aos empréstimos já atribuídos, refere a mesma fonte.

Para ter acesso a este empréstimo, o inquilino pode optar pela apresentação de declaração do próprio, sob compromisso de honra, tendo logo acesso ao apoio atribuído sem verificação preliminar da quebra de rendimentos, tendo 60 dias para o efeito.

“No caso de se verificarem falsas declarações, terá de restituir os valores já pagos”, indica o ministério de Pedro Nuno Santos.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Ventiladores comprados à China custaram 1,3 milhões. Autarquias algarvias vão pedir devolução do dinheiro

Os 30 ventiladores comprados à China seriam usados nos hospitais do Algarve, mas os equipamentos não funcionam. Os autarcas vão agora exigir devolução do dinheiro. De acordo com a edição do jornal Público deste domingo, o …

EUA um passo atrás da China. Pequim leva avanço na Guerra Comercial (e as suas exportações estão em alta)

No ano em que a pandemia se expandiu em todo o mundo, muitos países viram-se em mãos com graves problemas financeiros e económicos. No caso da China, a situação foi mais positiva e o país …

Alexei Navalny detido no regresso à Rússia

O líder da oposição russa, Alexei Navalny, foi detido este domingo no aeroporto em Moscovo quando regressava à Rússia. Os serviços prisionais russos (FSIN) detiveram o opositor russo Alexei Navalny, este domingo, à chegada a Moscovo, acusando-o …

Prazo para trocas ou devoluções suspenso durante confinamento

O prazo para efetuar trocas ou devoluções de bens ficará suspenso durante o atual confinamento e as garantias que terminem neste período ou nos 10 dias seguintes serão prorrogadas por 30 dias, segundo diploma publicado …

Desde 2001 que polícias negros alertam para racismo de agentes do Capitólio

Com a invasão do Capitólio, investiga-se o alegado racismo existente na Polícia do Capitólio. Desde 2001 que agentes negros denunciam casos de discriminação racial no departamento. Desde 2001, centenas de agentes policiais negros processaram o departamento …

Um megatsunami devastou uma vila na Gronelândia. Três anos depois, há quem não possa voltar a casa

Em junho de 2017, Nuugaatsiaq, na Gronelândia, foi devastada por um megatsunami, cujas ondas foram desencadeadas por um enorme deslizamento de quase 30 quilómetros através do fiorde. Embora as ondas se tivessem dissipado quando chegaram a …

Taxas de suicídio no Japão aumentaram 16% na segunda vaga da pandemia

As taxas de suicídio no Japão aumentaram na segunda vaga da pandemia de covid-19, particularmente entre mulheres e crianças. Uma equipa de investigadores da Universidade de Hong Kong, na China, e do Instituto Metropolitano de Gerontologia …

Siza Vieira em isolamento após contacto com ministro das Finanças

Pedro Siza Vieira, ministro de estado e da Economia, está em isolamento profilático depois de ter contactado com o ministro das Finanças, João Leão, que testou positivo à covid-19 este sábado. O ministro da Economia, Pedro …

Rui Pinto foi votar e mostrou boletim no Twitter. Ana Gomes aceitou "com muito gosto" o voto

Este domingo, Ana Gomes agradeceu o apoio de Rui Pinto, que divulgou publicamente o seu boletim com o voto na diplomata. Assim como milhares de portugueses, também Rui Pinto decidiu exercer o seu direito de voto …

O TikTok está a "ressuscitar" as esquecidas canções dos marinheiros

As canções de marinheiros, conhecidas como celeumas, que tinham saído da cultura popular durante centenas de anos - são agora a última moda na aplicação TikTok. Os celeumas são um tipo de música folclórica coletiva que …