Aplicação para bolas de berlim na praia atravessa o Atlântico

O mentor da aplicação “Bolinhas”, lançada em julho nas praias algarvias, quer expandir o projeto este ano para a Argentina e o Brasil, depois de em menos de um mês se terem registado 8.000 “downloads” em todo o mundo.

“Queremos ainda este ano abrir na próxima época balnear no Brasil e na Argentina”, países onde o verão começa em dezembro, disse Ignacio Correia, que já sabe que as bolas de berlim no Brasil se chamam sonhos e que na Argentina o que se vende mais são os churros com doce de leite.

O responsável pelo projeto, de 31 anos, conta que teve a ideia há quatro anos, quando estava com o irmão na praia, com vontade de comerem uma bola de berlim, mas sem vendedores por perto. Lembraram-se então de como poderia ser útil haver uma aplicação que permitisse chamar até si um vendedor.

Este ano, Ignacio decidiu passar à ação e em poucos meses, com a ajuda de dois estagiários, através do centro de competências da Algardata, empresa de “software” algarvia da qual é um dos administradores, nasceu a “Bolinhas”.

Em aproximadamente um mês – a aplicação foi lançada a 1 de julho – a aplicação foi descarregada 8.000 vezes, na sua maioria por clientes, pois a plataforma ainda tem apenas 200 vendedores inscritos, 120 dos quais no Algarve, presentes em dez praias, explica o ‘designer’ de comunicação.

“Temos alguma resistência por parte de alguns vendedores que estão presos à tradição, mas temos tido muitos pedidos, muita adesão dos clientes“, refere, sublinhando que todos os dias é contactado por pessoas que dizem que vão para o Algarve em agosto e que vão instalar a aplicação.

Em Portugal, a aplicação já tem cobertura em praticamente todo o país, embora já tenha sido descarregada um pouco por todo o mundo: desde o Canadá, aos Estados Unidos da América, França, Luxemburgo, Brasil, Argentina ou Angola.

“Se conseguirmos 25 mil ‘downloads’ até ao final do ano e 5 mil vendedores em todo o mundo, para o ano teremos boas perspetivas”, estima Ignacio Correia, frisando que, para já, neste verão, a aplicação vai manter-se gratuita.

Na Praia dos Alemães, em Albufeira, onde vende bolas de berlim e bolacha americana pelo segundo ano, Irakli chega a fazer 26 quilómetros por dia, um trabalho duro que pode ser facilitado com esta nova aplicação.

“É bom porque às vezes demoramos vinte minutos ou meia hora para passar à frente do cliente e assim podemos chegar mais rápido e ir diretamente ao sítio“, resume o vendedor, natural da Geórgia, mas a viver em Portugal há vários anos.

Após instalada a “Bolinhas” e feito o pedido, o cliente recebe uma mensagem de notificação quando o vendedor estiver a 10 metros da sua localização, sendo o pagamento feito, para já, em dinheiro.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Bem, de inovador não tem nada!
    Já tinha tido esta ideia quando saiu a app da uber há bem mais de 4 anos, neste caso tiveram os meios para concretizar este projeto… mas nao foram pioneiros na ideia!
    Até na questao da expansao e da sazonalidade não foram pioneiros… também ja tinha pensado em internacionalizar para evitar o fosso da sazonalidade!
    Mas pronto, os meus parabens por ao menos terem conseguido levar isto pra frente!
    Eu nunca poderia, faltam-me os meios!

Sindicato da PSP apaga publicação que insinuava que mulher detida na Amadora tinha "doenças graves"

O Sindicato Unificado da Polícia de Segurança Pública (PSP) eliminou uma publicação que tinha feito na sua página oficia de Facebook, na qual se referia ao caso de Cláudia Simões, a mulher que foi detida …

Atletas do Sporting são tratados por médicos da clínica de Varandas

Os atletas sportinguistas são tratados por médicos que partilham funções entre o clube e a Comcorpus, clínica que pertence ao presidente 'leonino', Frederico Varandas. O jornal Público avança esta sexta-feira que muitos dos médicos do departamento …

China confirma a 26ª vítima mortal do novo coronavírus e alarga quarentena de 33 milhões de pessoas

A China anunciou esta sexta-feira a morte de uma pessoa devido ao coronavírus, perto da fronteira com a Rússia, a segunda fora do epicentro do surto, com origem na cidade de Wuhan, aumentando para 26 …

A erupção do Vesúvio transformou o cérebro de uma pessoa em vidro

O Vesúvio entrou em erupção em 79 d.C, assolando assentamentos num raio de 20 quilómetros. Um novo estudo mostra que a intensa explosão de calor transformou o cérebro de uma pessoa em vidro. Nos anos 1960, …

PCP quer reposição da reforma aos 65 anos

O Partido Comunista Português propôs esta quinta-feira, no debate na especialidade do Orçamento do Estado de 2020 (OE2020), a reposição da idade legal de reforma nos 65 anos e dos 25 dias de férias na …

OE2020. Carga fiscal é ainda maior do que o previsto, alerta UTAO

O conceito de carga fiscal usado pelo Ministério das Finanças na proposta orçamental não corresponde ao utilizado pelo INE e pela Comissão Europeia, afirma a UTAO, dando que o valor é “ainda maior” do que …

A matemática ensina-lhe como tirar a chávena de café perfeita

Através de um modelo matemático, uma equipa de cientistas conseguiu encontrar a forma perfeita de fazer uma chávena de café expresso. Para além de ser mais saboroso, há um menor desperdício. Já alguma vez se perguntou …

Irmã de Isabel dos Santos desafia empresária a devolver 75 milhões a Angola

A ex-deputada do MPLA Welwitschia (Tchizé) dos Santos desafiou esta quinta-feira a irmã Isabel a devolver 75 milhões de euros ou dólares a Angola "para resolver o problema", argumentando que "Angola é de todos". "Como cidadã, …

Dakar novamente de luto. Morreu o piloto holandês Edwin Straver

Morreu o piloto holandês Edwin Straver, que estava internado em estado crítico na sequência de uma queda de mota no rali Dakar, na Arábia Saudita. Edwin Straver, piloto de 48 anos da KTM, estava hospitalizado em …

Armas roubadas ao exército suíço encontradas em Vila Nova de Paiva

Um homem foi identificado pelo núcleo de investigação de Moimenta da Beira da GNR, distrito de Viseu, por posse armas que tinha sido roubadas ao exército suiço, avança a agência Lusa esta sexta-feira.  As armas estavam …