Aplicação para bolas de berlim na praia atravessa o Atlântico

O mentor da aplicação “Bolinhas”, lançada em julho nas praias algarvias, quer expandir o projeto este ano para a Argentina e o Brasil, depois de em menos de um mês se terem registado 8.000 “downloads” em todo o mundo.

“Queremos ainda este ano abrir na próxima época balnear no Brasil e na Argentina”, países onde o verão começa em dezembro, disse Ignacio Correia, que já sabe que as bolas de berlim no Brasil se chamam sonhos e que na Argentina o que se vende mais são os churros com doce de leite.

O responsável pelo projeto, de 31 anos, conta que teve a ideia há quatro anos, quando estava com o irmão na praia, com vontade de comerem uma bola de berlim, mas sem vendedores por perto. Lembraram-se então de como poderia ser útil haver uma aplicação que permitisse chamar até si um vendedor.

Este ano, Ignacio decidiu passar à ação e em poucos meses, com a ajuda de dois estagiários, através do centro de competências da Algardata, empresa de “software” algarvia da qual é um dos administradores, nasceu a “Bolinhas”.

Em aproximadamente um mês – a aplicação foi lançada a 1 de julho – a aplicação foi descarregada 8.000 vezes, na sua maioria por clientes, pois a plataforma ainda tem apenas 200 vendedores inscritos, 120 dos quais no Algarve, presentes em dez praias, explica o ‘designer’ de comunicação.

“Temos alguma resistência por parte de alguns vendedores que estão presos à tradição, mas temos tido muitos pedidos, muita adesão dos clientes“, refere, sublinhando que todos os dias é contactado por pessoas que dizem que vão para o Algarve em agosto e que vão instalar a aplicação.

Em Portugal, a aplicação já tem cobertura em praticamente todo o país, embora já tenha sido descarregada um pouco por todo o mundo: desde o Canadá, aos Estados Unidos da América, França, Luxemburgo, Brasil, Argentina ou Angola.

“Se conseguirmos 25 mil ‘downloads’ até ao final do ano e 5 mil vendedores em todo o mundo, para o ano teremos boas perspetivas”, estima Ignacio Correia, frisando que, para já, neste verão, a aplicação vai manter-se gratuita.

Na Praia dos Alemães, em Albufeira, onde vende bolas de berlim e bolacha americana pelo segundo ano, Irakli chega a fazer 26 quilómetros por dia, um trabalho duro que pode ser facilitado com esta nova aplicação.

“É bom porque às vezes demoramos vinte minutos ou meia hora para passar à frente do cliente e assim podemos chegar mais rápido e ir diretamente ao sítio“, resume o vendedor, natural da Geórgia, mas a viver em Portugal há vários anos.

Após instalada a “Bolinhas” e feito o pedido, o cliente recebe uma mensagem de notificação quando o vendedor estiver a 10 metros da sua localização, sendo o pagamento feito, para já, em dinheiro.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Bem, de inovador não tem nada!
    Já tinha tido esta ideia quando saiu a app da uber há bem mais de 4 anos, neste caso tiveram os meios para concretizar este projeto… mas nao foram pioneiros na ideia!
    Até na questao da expansao e da sazonalidade não foram pioneiros… também ja tinha pensado em internacionalizar para evitar o fosso da sazonalidade!
    Mas pronto, os meus parabens por ao menos terem conseguido levar isto pra frente!
    Eu nunca poderia, faltam-me os meios!

RESPONDER

Ljubomir Stanisic rescindiu contrato “de forma unilateral” com a TVI

A caminho da SIC, o apresentador rescindiu o contrato com a estação de Queluz, avança a TVI. Ljubomir Stanisic tinha contrato até dezembro de 2020. “O Chef Ljubomir Stanisic rescindiu hoje [esta sexta-feira], unilateralmente, o contrato …

Netflix tem uma nova funcionalidade. Os cegos e os surdos agradecem

A nova funcionalidade da Netflix permite alterar a velocidade de reprodução dos seus filmes e séries. Esta é uma novidade bem recebida por espetadores cegos e surdos. A Netflix tem uma nova funcionalidade que permite que …

Cientistas transformam tijolos em dispositivos de armazenamento de eletricidade

Uma equipa de investigadores descobriu como converter o pigmento vermelho dos tijolos num plástico condutor de eletricidade. Esse processo permitiu transformar os tijolos em dispositivos de armazenamento de eletricidade. Esses supercapacitores de tijolo podem ser …

Primeiro Museu do Godzilla abre no Japão (e os visitantes podem entrar na boca do monstro)

O primeiro Museu do Godzilla do mundo está agora aberto no Japão e tem uma estátua enorme do icónico monstro, em cuja boca se pode entrar de slide. De acordo com a Newsweek, atualmente, os visitantes …

Hubble faz a primeira observação de um eclipse lunar total

Tirando vantagem de um eclipse lunar total, astrónomos usaram o Telescópio Espacial Hubble da NASA/ESA para detetar ozono na atmosfera da Terra. Este método serve como um substituto de como vão observar planetas semelhantes à Terra …

Biden tem 71% de probabilidade de vencer as eleições contra Trump

Joe Biden, candidato democrata à Casa Branca, tem 71% de probabilidade de vencer as eleições presidenciais norte-americanas frente a Donald Trump, o atual Presidente dos Estados Unidos, aponta uma nova sondagem. A pesquisa de opinião, levada …

Barcelona 2-8 Bayern | Atropelamento histórico na Champions

Noite histórica no Estádio da Luz. Em jogo dos quartos-de-final da Liga dos Campeões, o Bayern goleou o Barcelona por impensáveis 8-2 – com 4-1 em cada uma das metades. Um resultado que se tornou …

Depois das sementes, norte-americanos recebem máscaras, óculos de sol e até meias sujas da China

Vários residentes da Flórida, nos Estados Unidos, receberam pacotes misteriosos da China pelo correio que não tinham encomendado. Desta vez não eram sementes, mas sim máscaras cirúrgicas, óculos de sol e até meias sujas. Em declarações …

Imposto sobre refrigerantes reduziu o seu consumo

O imposto especial sobre as bebidas com maior teor de açúcar levou mais de 40% dos inquiridos num estudo da Universidade Católica esta sexta-feira divulgado a reduzir o seu consumo, comportamento que adotariam também com …

Uma só teoria da conspiração sobre a covid-19 matou 800 pessoas. 60 ficaram totalmente cegas

Pelo menos 800 pessoas morreram e 60 ficaram cegas na sequência de uma teoria da conspiração sobre a covid-19, concluiu um novo estudo. A investigação, cujos resultados foram esta semana publicados na revista científica American Journal …