Anúncios “sexistas” da Yves Saint Laurent retirados em França

ysl / Instagram

-

Os polémicos anúncios da Yves Saint Laurent, que segundo os seus críticos transmitiam uma imagem degradante da mulher, foram retirados, informou esta sexta-feira a autoridade francesa de regulação profissional da publicidade, ARPP.

A entidade tinha solicitado na segunda-feira passada que a marca cancelasse a campanha em causa, depois de um organismo independente, o Júri da Ética Publicitária, ter recebido mais de cem reclamações.

Este organismo prevê divulgar um parecer sobre as imagens na próxima segunda-feira, mas a ARPP pediu entretanto a retirada do material publicitário ainda antes dessa sentença.

A ARPP considera que as posturas das modelos usadas na campanha da marca francesa “coincidem com a ideia de mulher objeto, sugerem uma ideia de submissão sexual, criam estereótipos sexistas e são susceptíveis de impactar a sensibilidade pública”.

Num dos polémicos anúncios, cuja divulgação coincidiu com a Semana da Moda de Paris, uma modelo com meias quadriculadas, casaco de peles e sapatos de salto com rodas, como se fossem patins, aparece deitada no chão com as pernas abertas, dobradas.

Em outro anúncio, uma jovem com as pernas esticadas, vestida com um body e também usando saltos com rodas, repousa a parte superior do corpo inclinada em um banco. Em ambos os casos, é notória a extrema magreza das modelos.

Bravo, Yves Saint Laurent, pelas vossas campanhas misóginas. Muito bom gosto para celebrar o dia 8 de Março“, ironiza um utilizador no Twitter.

Para a ARPP, essas fotografias violam “gravemente” as normas sobre a imagem e o respeito da pessoa contidas no Código de Regulações da Publicidade em França. Os cartazes, explicou à agência EFE o director do organismo, Stéphane Martin, foram retirados na noite da quarta-feira.

Martin não detalhou a duração original prevista da campanha nem se a retirada foi uma iniciativa da própria empresa ou dos distribuidores, que foram aconselhados a levar em conta as reacções do público e a convencer o seu cliente a “mudar o ângulo” da acção.

As críticas disseminaram-se pelas redes sociais e contaram com o apoio da ministra francesa dos Direitos da Mulher, Laurence Rossignol, que disse à emissora “France 2” que a campanha colocava a mulher numa postura “humilhante” e mostrava modelos “quase anorécticas”.

Esta não é a primeira vez que a Yves Saint Laurent se envolve em polémica devido às suas arrojadas campanhas publicitárias. Há dois anos, a autoridade reguladora britânica proibiu um anúncio da marca devido à extrema magreza de uma modelo.

// EFE

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. É um ângulo fotográfico tão natural como qualquer outro. O corpo humano é natural e belo de qualquer ângulo…………………. Mentes retrógradas e tacanhas. Já falta pouco para nos obrigarem a usar burkas, não?……………..

  2. Enfim, o politicamente correcto (leia-se “politicamente maricóide”) está a dar cabo da criatividade artística. Por esse prisma, a maior parte dos filmes, fotografias, música, etc. dos anos 60 a 80, ia direitinha para a fogueira desses inquisidores…

RESPONDER

Garcia de Orta. Governo admite recorrer a pediatras do privado para assegurar urgência

O secretário de Estado Adjunto e da Saúde, Francisco Ramos, disse que a falta de médicos pediatras nas urgências do hospital Garcia de Orta “é uma situação que não é possível resolver de um …

Cientistas descobrem um novo benefício de tomar chá

https://vimeo.com/366605754 Se já se sabia que beber chá era bom para a nossa saúde, uma nova investigação vem confirmar ainda mais essa ideia. Cientistas encontraram no chá um novo benefício para o nosso cérebro. Várias investigações apontam …

Governo da Escócia quer novo referendo sobre independência em 2020

A ministra principal da Escócia e líder do Partido Nacionalista Escocês (SNP), Nicola Sturgeon, afirmou esta terça-feira que quer um novo referendo sobre a independência em 2020 e abrir negociações com Londres até ao fim …

As bactérias contradizem Darwin: a mais apta não sobrevive

Uma recente investigação levada a cabo pela Universidade de Copenhaga, na Dinamarca, revela que, no que diz respeito às bactérias, a "sobrevivência das mais cooperativas" excede a "sobrevivência das mais fortes". As bactérias são capazes de …

A Via Láctea roubou minúsculas galáxias à sua vizinha

Utilizando dados obtidos pelo Telescópio Gaia, os cientistas chegaram à conclusão que a Via Láctea "sequestrou" galáxias da Grande Nuvem de Magalhães, uma outra galáxia que a orbita. No nosso Universo, a regra é orbitar: a …

Pode ter sido encontrada (e ignorada) vida em Marte em 1976, defende antigo cientista da NASA

O antigo cientista da agência espacial norte-americana Gilbert V. Levin afirma que foram encontradas evidências de vida em Marte na década de 70. No entender do especialista, deviam ter sido levado a cabo mais investigações …

Era marketing. Fortnite voltou (e está diferente)

Depois de 10 temporadas, um buraco negro engoliu a ilha na qual diariamente milhões de jogadores tentavam sobreviver, matando-se uns aos outros. Durante um dia e meio, ninguém podia jogar. O susto acabou esta terça-feira, …

Cientistas determinam o que diminui a fertilidade das mulheres com o avanço da idade

Investigadores da Universidade de Copenhaga mapearam alguns dos mecanismos que podem afetar a fertilidade das mulheres desde a adolescência até a menopausa. A fertilidade natural das mulheres flutua entre altos e baixos na forma de uma …

Dono do Paris Saint-Germain quer comprar o Leeds (e torná-lo no novo Manchester City)

A Qatar Sports Investments (QSI), empresa que é detida por Nasser Al Khelaifi, quer dar o salto para o mercado inglês e adquirir o Leeds United, emblema que milita atualmente no segundo escalão. Na semana em …

Município italiano proíbe Google Maps. App faz com que muitas pessoas se "percam"

O autarca do município italiano de Baunei, na Sardenha, proibiu o uso do Google Maps na região, argumentando que "muitas" pessoas se perderam por causa de "sugestões enganosas" do serviço de localização. A informação é …