Fortnite retira anúncios do YouTube para fugir aos predadores sexuais

A produtora de videojogos que criou o Fortnite, muito popular entre jovens e crianças, decidiu retirar os anúncios publicitários do YouTube por temer que estes apareçam ao lado de comentários publicados por pedófilos.

A empresa norte-americana Epic Games confirmou a exclusão das publicidades do site que pertence à Google e junta-se assim à Nestlé, que tinha feito o mesmo, devido a um recente escândalo sobre uma rede de pedofilia no YouTube, que utiliza comentários e vídeos aparentemente inocentes para tentar alcançar as crianças.

Um utilizador do YouTube chamado Matt Watson, citado pelo jornal britânico The Guardian, publicou um vídeo no último domingo alertando para o facto de o site estar a facilitar a entrada da rede de pedófilos nos seus conteúdos.

Matt explica que, com poucos cliques e uma nova conta do YouTube, os utilizadores podem encontrar vídeos repletos de comentários provocadores sobre crianças.

“Pedófilos andam a trocar contactos nas redes sociais, trocam links para pornografia infantil nos comentários do YouTube, trocam vídeos em segredo e o algoritmo do YouTube, com alguma falha na programação, está a facilitar isso”, afirmou Matt Watson.

O escândalo acaba por ser um desafio para o YouTube, porque os vídeos não são necessariamente abusivos. Na maior parte, são vídeos de meninas a brincar, a fazer exercícios em casa ou em aulas de ginástica.

O problema está na secção de comentários, em que alguns utilizadores deixam mensagens de cariz sexual e até partilham dicas sobre os melhores momentos para pausar os vídeos e captar imagens “comprometedoras” de crianças.

Matt Watson explicou a forma como o algoritmo do site facilita o aumento de uma lista interminável de vídeos de menores, com comentários impróprios. Muitos dos conteúdos são acompanhados de anúncios de marcas como a Nestlé, Disney e o jogo Fortnite.

Questionada pelo Jornal de Notícias, a Google garante que “qualquer conteúdo, incluindo comentários, que ponha em perigo menores é repugnante e temos políticas claras que proíbem isso no YouTube”.

“Tomámos medidas imediatas ao apagar contas e canais, denunciámos atividades ilegais às autoridades e desativámos comentários em dezenas de milhares de vídeos que incluem menores. Há mais a fazer e vamos continuar a trabalhar e a melhorar de forma a identificar mais rapidamente este tipo de abuso”, acrescentou uma porta-voz da Google.

Este tipo de situações não é novidade no YouTube. Antes da preocupação com a “rede de pedofilia”, várias empresas retiraram anúncios do site preocupadas com a possibilidade de ter a sua publicidade associada a conteúdos impróprios, como vídeos publicados por organizações terroristas e incitadores de ódio.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Texto recentemente traduzido revela segredos sobre "poderes sobrenaturais" dos samurais

Um texto samurai recentemente traduzido - designado "Doze Regras da Espada" - revela os segredos de uma escola onde ensinavam a combater espadas, que desenvolveu e dominou determinada técnica que parecia fornecer aos seus praticantes …

Jesus orientou primeiro treino no Flamengo, pediu compromisso e deu lição

O treinador português Jorge Jesus iniciou hoje a ‘aventura’ na equipa de futebol do Flamengo, pedindo aos jogadores “compromisso” em prol do conjunto do Rio de Janeiro, antes de orientar o primeiro treino dos ‘rubro-negros’. “O …

Maher e Safa deixaram sonhos para trás. Mas reencontraram a paz em Portugal

Os sonhos de Maher e de Safa ficaram adiados com a guerra na Síria, mas reencontraram a paz em Portugal, onde residem há dois anos ao abrigo de um programa de acolhimento de refugiados. É no …

São Francisco poderá ser a primeira cidade a proibir venda de cigarros eletrónicos

Se esta decisão for aprovada pela FDA, São Francisco vai tornar-se a primeira cidade a banir a venda de cigarros eletrónicos. De acordo com o Observador, a Câmara de Supervisores de São Francisco, nos EUA, aprovou uma …

Nunca houve tantos deslocados no mundo. São mais de 70 milhões

Um novo recorde foi quebrado no mundo em 2018, com 70,8 milhões de pessoas deslocadas das suas casas ou dos seus países, devido às guerras ou perseguições, anunciou esta quarta-feira as Nações Unidas. O relatório anual …

A monogamia foi inventada pelas mulheres (e o casamento, pelos homens)

A poligamia é natural no ser humano e a monogamia foi criada por imposição para a mulher, diz o investigador português Rui Diogo, que usa a ciência e a história para explicar a relação entre …

Morreu o DJ Zdar do duo electrónico Cassius. Caiu da janela de um prédio em Paris

O músico, produtor e DJ francês Philippe Cerboneschi, mais conhecido por Zdar, morreu aos 50 anos após ter caído da janela de um apartamento em Paris. O seu agente confirmou a "queda acidental" sem revelar …

PS quer o Estado a pagar licença sabática aos portugueses para voltarem a estudar

A criação de uma licença sabática para qualificar trabalhadores e um sistema de prémios e penalizações para combater a desigualdade salarial são medidas que o PS inclui no seu projecto de programa eleitoral. O director do …

Putin reconhece: as condições de vida dos russos pioraram nos últimos anos

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, admitiu esta quinta-feira que as condições de vida no país pioraram nos últimos anos, mas assegurou que as autoridades russas trabalham para reverter essa tendência, e enumerou os primeiros …

Marcelo, o "verdadeiro professor", é estrela em promo de La Casa de Papel

O novo vídeo promocional de La Casa de Papel tem um protagonista improvável. Marcelo Rebelo de Sousa, ou, na verdade, uma imitação do Presidente da República, faz uma chamada para a inspetora Raquel. Na chamada telefónica, …