Fortnite retira anúncios do YouTube para fugir aos predadores sexuais

A produtora de videojogos que criou o Fortnite, muito popular entre jovens e crianças, decidiu retirar os anúncios publicitários do YouTube por temer que estes apareçam ao lado de comentários publicados por pedófilos.

A empresa norte-americana Epic Games confirmou a exclusão das publicidades do site que pertence à Google e junta-se assim à Nestlé, que tinha feito o mesmo, devido a um recente escândalo sobre uma rede de pedofilia no YouTube, que utiliza comentários e vídeos aparentemente inocentes para tentar alcançar as crianças.

Um utilizador do YouTube chamado Matt Watson, citado pelo jornal britânico The Guardian, publicou um vídeo no último domingo alertando para o facto de o site estar a facilitar a entrada da rede de pedófilos nos seus conteúdos.

Matt explica que, com poucos cliques e uma nova conta do YouTube, os utilizadores podem encontrar vídeos repletos de comentários provocadores sobre crianças.

“Pedófilos andam a trocar contactos nas redes sociais, trocam links para pornografia infantil nos comentários do YouTube, trocam vídeos em segredo e o algoritmo do YouTube, com alguma falha na programação, está a facilitar isso”, afirmou Matt Watson.

O escândalo acaba por ser um desafio para o YouTube, porque os vídeos não são necessariamente abusivos. Na maior parte, são vídeos de meninas a brincar, a fazer exercícios em casa ou em aulas de ginástica.

O problema está na secção de comentários, em que alguns utilizadores deixam mensagens de cariz sexual e até partilham dicas sobre os melhores momentos para pausar os vídeos e captar imagens “comprometedoras” de crianças.

Matt Watson explicou a forma como o algoritmo do site facilita o aumento de uma lista interminável de vídeos de menores, com comentários impróprios. Muitos dos conteúdos são acompanhados de anúncios de marcas como a Nestlé, Disney e o jogo Fortnite.

Questionada pelo Jornal de Notícias, a Google garante que “qualquer conteúdo, incluindo comentários, que ponha em perigo menores é repugnante e temos políticas claras que proíbem isso no YouTube”.

“Tomámos medidas imediatas ao apagar contas e canais, denunciámos atividades ilegais às autoridades e desativámos comentários em dezenas de milhares de vídeos que incluem menores. Há mais a fazer e vamos continuar a trabalhar e a melhorar de forma a identificar mais rapidamente este tipo de abuso”, acrescentou uma porta-voz da Google.

Este tipo de situações não é novidade no YouTube. Antes da preocupação com a “rede de pedofilia”, várias empresas retiraram anúncios do site preocupadas com a possibilidade de ter a sua publicidade associada a conteúdos impróprios, como vídeos publicados por organizações terroristas e incitadores de ódio.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

9886 casos confirmados e 246 vítimas mortais em Portugal

O boletim epidemiológico da DGS desta sexta-feira revela que há mais 852 infetados pelo coronavírus em Portugal. face ao dia anterior. O número de vítimas mortais é agora de 246. Segundo o Relatório da Direção Geral …

Donos da ANA adiam investimentos e deixam Montijo em risco

O grupo Vinci Airports, que controla a gestora aeroportuária nacional, vai adiar investimentos e o novo aeroporto do Montijo poderá ser uma das baixas. Como seria de esperar, a pandemia de covid-19 está a ter um …

Bancos com mil milhões de euros em pedidos de moratórias em média numa semana

Uma semana depois de a legislação da moratória pública ter entrado em vigor, os bancos nacionais já têm uma estimativa do número de pedidos de particulares e de empresas. De acordo com o Jornal Económico, os …

Idosos em lares infetados vão mudar-se (e podem ir para outros concelhos)

Na sequência do aumento de números de casos confirmados de covid- 19 nos lares, o Governo pretende “encontrar equipamentos alternativos” para alojar idosos, em isolamento profilático e que não precisem de tratamento hospitalar, dentro ou …

Apesar da pandemia, juiz Carlos Alexandre marca sessões do caso Tancos para abril

O juiz Carlos Alexandre marcou o interrogatório do principal arguido do processo relativo ao furto das armas de Tancos, João Paulino, para dia 21 de abril. De acordo com um despacho datado de 1 abril, citado …

Conceição pode estar de saída. FC Porto oferece 5 milhões por ano a Jesus

O treinador portista, Sérgio Conceição, pode estar de saída para a Alemanha. Como alternativa, o FC Porto está disposto a pagar 5 milhões de euros por ano a Jorge Jesus. Sérgio Conceição pode estar de saída …

Estado paga subsídio de refeição em teletrabalho. No privado, os patrões estão confusos

Mesmo à distância, os funcionários públicos mantêm o direito ao subsídio de refeição. No privado, a confusão mantém-se e os patrões estão divididos. De acordo com o secretário-geral da UGT, alguns patrões do privado estão a …

UEFA não quer campeonatos a seguir o exemplo belga

A UEFA reprovou a decisão da Liga de futebol da Bélgica que, esta quinta-feira, recomendou que se dê por terminada a época e se atribua o título ao Club Brugge.  Numa carta conjunta com a Associação de Clubes …

Boris Johnson em cheque. Desta vez, por causa da quantidade ínfima de testes

A pandemia de covid-19 está a ser um calvário político para Boris Johnson. O primeiro-ministro britânico tem sido alvo de várias críticas, sendo que a última tem a ver com a quantidade ínfima de testes …

EUA com pior recorde mundial diário de mortes. 10 milhões perderam o emprego

Os Estados Unidos registaram, esta quinta-feira, 1169 mortes em 24 horas causadas pela covid-19, o pior recorde mundial diário, de acordo com a contagem da Universidade Johns Hopkins. O número recorde de mortes em 24 horas …