Motoristas. ANTRAM vai processar Pardal Henriques por “declarações falsas”

António Pedro Santos / Lusa

O vice-presidente do Sindicato Nacional de Motoristas de Matérias Perigosas (SNMMP), Pedro Pardal Henriques,

A ANTRAM disse esta quinta-feira que vai processar o advogado do Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas (SNMMP), Pedro Pardal Henriques, por ter “proferido afirmações falsas, gravemente difamatórias e injuriosas”, numa entrevista na quarta-feira à RTP3.

Num comunicado enviado à agência Lusa, o advogado e porta-voz da Associação Nacional de Transportadores Públicos Rodoviários de Mercadorias (ANTRAM), André Matias de Almeida, informou que “as falsidades proferidas naquela entrevista são de tal forma graves – e contraditórias com documentos que aquele representante [Pedro Pardal Henriques] não pode desconhecer – que a ANTRAM não poderá deixar de agir na defesa intransigente do bom nome das empresas que representa e que pagam os seus impostos”.

Em causa estão as declarações do também vice-presidente do SNMMP, Pedro Pardal Henriques, na quarta-feira à noite, quando defendeu que a ANTRAM não cumpriu os acordos assinados em 9 e 17 de maio com os sindicatos.

“O que levou a desconvocar a greve que estava anunciada para dia 23 de maio não foi um aumento faseado, foi aceitar 900 euros de salário base”, afirmou Pardal Henriques.

Contudo, segundo aquele dirigente sindical, quando as partes envolvidas se reuniram novamente para transpor o que tinha sido acordado, a ANTRAM “disse ‘meus senhores, a partir de agora não vamos cumprir o que aqui está’”, motivo pelo qual os sindicatos decidiram romper o diálogo, que estava a ser mediado pelo Ministério do Trabalho.

Na mesma entrevista, Pardal Henriques adiantou que pediu “uma nova reunião ao Ministério das Infraestruturas para tentar um acordo e assim evitar a greve” dos motoristas e que “a reunião foi informalmente aceite”, devendo realizar-se na próxima segunda-feira.

“Há sempre a hipótese de a greve ser desconvocada, estamos sempre dispostos a negociar”, garantiu Pardal Henriques, que é também advogado e porta-voz do SNMMP.

Por sua vez, a ANTRAM afirma que foi o SNMMP que rompeu com as negociações, pedindo o adiamento de uma reunião que estava agendada para 2 de julho, “para a realização de um congresso, tendo nesse mesmo congresso ocultado informação determinante aos seus trabalhadores, como é exemplo o protocolo celebrado em 17 de maio de 2019, onde o SNMMP deixou cair a exigência do aumento de 100 euros para 2012 e para 2022, ficando tais aumentos antes indexados ao salário mínimo nacional”.

A ANTRAM, reitera André Matias de Almeida no comunicado, “está sempre disponível para negociar desde que tal não seja perante um pré-aviso de greve e sob chantagem”.

A greve convocada pelo SNMMP e pelo Sindicato Independente dos Motoristas de Mercadorias (SIMM), que começa em 12 de agosto, por tempo indeterminado, ameaça o abastecimento de combustíveis e de outras mercadorias.

O Governo terá de fixar os serviços mínimos para a greve, depois de as propostas dos sindicatos e da Associação Nacional de Transportadores Públicos Rodoviários de Mercadorias (ANTRAM) terem divergido entre os 25% e os 70%, bem como sobre se incluem trabalho suplementar e operações de cargas e descargas.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Empresa quer vender dispositivos que extraiem água potável do ar

A empresa israelita Watergen está a planear começar a vender uma versão para o consumidor do seu aparelho que extrai água potável do ar ainda este ano. A tecnologia do gerador atmosférico da empresa está em …

"Sem padrinhos, nem donos". Líder da JP levanta congresso centrista

O candidato à liderança do CDS Francisco Rodrigues dos Santos arrancou este sábado no congresso centrista, que está a decorrer em Aveiro, a maior ovação dos delegados, com um discurso inflamado, em defesa de um …

Quando chegaram à Europa pela primeira vez, as batatas eram "hereges"

Os espanhóis foram os primeiros europeus a encontrar batatas na América do Sul nos anos 1530. Porém, quando foram trazidas para o Velho Continente, não foram bem recebidas por todos. Depois de terem sido encontradas pelos …

Ano vai ser "inevitavelmente" de contestação social, avisa CGTP

O secretário-geral da CGTP, Arménio Carlos, disse esta sexta-feira que este ano vai ser “inevitavelmente” de contestação social se o Governo e as empresas continuarem a insistir num modelo de baixos salários. O líder da intersindical …

Maior ameaça ao crescimento português vem de Espanha

Diz o ditado popular que de Espanha nem bom vento, nem bom casamento. Mas, na verdade, o crescimento económico do país vizinho tem contribuído para puxar pela economia portuguesa. Agora, quando se prevê um abrandamento …

Cabo Verde esteve sem Internet durante 24 horas

O arquipélago de Cabo Verde voltou a ter acesso à Internet na tarde desta sexta-feira, cerca de 24 horas depois de uma instabilidade provocada por falhas no fornecedor internacional do serviço. O país tinha ficado sem …

Ventura em operação de charme no Porto depois de um atraso muito criticado no Parlamento

O deputado André Ventura, eleito pelo Chega, tem agendada para este sábado uma verdadeira operação de charme no Porto, com encontros com o presidente da Associação Comercial do Porto e com apoiantes do partido. Iniciativas …

Assistente social acusada de maltratar 14 crianças em centro de acolhimento

O Ministério Público (MP) acusa uma mulher de 46 anos, que era assistente social e diretora técnica de um centro de acolhimento na Maia, no distrito do Porto, de maltratar 14 crianças nesta instituição. De …

Marcelo não vê razão de preocupação com empresas portuguesas de Isabel dos Santos

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, disse esta sexta-feira ter sinais de que não há razão para preocupação nos setores económicos e empresas portuguesas nas quais a Isabel dos Santos está a vender …

Mina de lítio em Montalegre. "Impactes negativos minimizáveis” e 370 empregos

O Estudo de Impacte Ambiental (EIA) da concessão de exploração de lítio, em Montalegre, conclui que o projeto possui “impactes negativos” que, no entanto, “não são significativos”, “são minimizáveis” e de “abrangência local”. O EIA do …