Depois de angariarem 300 mil euros, enfermeiros anunciam greve de mais de um mês

Duas estruturas sindicais de enfermeiros entregaram um pré-aviso de greve, de 22 de novembro a 31 de dezembro, na sequência da iniciativa promovida por um movimento para recolher fundos destinados a financiar a paralisação.

A greve abrange o Centro Hospitalar Lisboa Norte, o Centro Hospitalar Universitário de São João (Porto e Valongo), o Centro Hospitalar Universitário de Coimbra, o Centro Hospitalar Universitário do Porto e o Centro Hospitalar de Setúbal, disse esta sexta-feira à agência Lusa Lúcia Leite, da Associação Sindical Portuguesa de Enfermeiros, uma das estruturas que convocou a greve.

A greve surge na sequência da iniciativa lançada por um grupo de enfermeiros para recolher fundos destinados a financiar a paralisação. Até às 22h desta sexta-feira tinham sido angariados 308.000 euros, disse à Lusa Catarina Barbosa, que integra o movimento.

De acordo com a mesma fonte, os donativos são sobretudo de enfermeiros, mas também há médicos, anestesistas e outros profissionais a contribuir, além de amigos e familiares. A greve é também convocada pelo Sindicato Democrático dos Enfermeiros de Portugal.

Ainda não foi decidido se a recolha de fundos, iniciada a 15 de outubro, termina na segunda-feira conforme estava previsto. Para esse dia, foi agendada uma conferência de imprensa, em Lisboa, na sede da União Geral de Trabalhadores (UGT), de acordo com Catarina Barbosa.

Lúcia Leite explicou que o objetivo é parar sobretudo a cirurgia programada, embora todos os enfermeiros possam participar na greve. A iniciativa partiu de um grupo de enfermeiros, mas para a convocação de uma greve é necessária a intervenção sindical, com a entrega formal de um pré-aviso.

Os enfermeiros pretendem ver aprovada uma carreira com três categorias e um conjunto de princípios que já entregaram ao Governo. Em causa está também o descongelamento da carreira e a forma como cada instituição está a gerir o processo.

“Cada instituição está a fazer o descongelamento a seu bel-prazer. Uma grande maioria ainda não está a pagar nada”, referiu a dirigente sindical.

O grupo promotor da iniciativa alega que os enfermeiros “não têm carreira digna”, não progridem “há mais de 13 anos” e têm vencimentos baixos para licenciados.

Na quinta-feira, as duas estruturas sindicais que agora entregaram o pré-aviso de greve tinham desconvocado uma paralisação nos principais blocos cirúrgicos dos hospitais públicos, convocada para de 8 de novembro a 31 de dezembro.

A convocação da greve tinha, contudo, gerado dúvidas, com fonte do sector a alertar esta semana que o pré-aviso publicado a 24 de outubro não cumpria os dez dias úteis previstos no Código do Trabalho (de 25 de outubro até 07 de novembro decorrem apenas nove dias úteis).

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Ordenados "não podem ser cortados", diz comissário. Proposta sobre salário mínimo apresentada em outubro

O comissário europeu do Emprego e Direitos Sociais, Nicolas Schmit, reconheceu as limitações da Comissão Europeia quanto a salários, defendendo que o sistema que no qual está a trabalhar permitirá que os rendimentos aumentem na Europa. Em …

Chega quer expulsar autor de moção pela remoção de ovários a mulheres

A direção do Chega vai propor a “suspensão imediata” do militante Rui Roque que defendia a extração dos ovários numa moção de estratégia que foi rejeitada em congresso, informou esta segunda-feira o partido. Mais de uma …

Precários à espera de apoio extraordinário estão a receber multas do fisco

A Associação de Combate à Precariedade denunciou que a Autoridade Tributária (AT) está a aplicar multas de 75 euros a trabalhadores precários que ficaram sem rendimento e estão a recorrer ao novo apoio extraordinário a …

Portugal regista mais seis óbitos e 688 novos casos

Portugal contabiliza esta segunda-feira mais seis mortos relacionados com a covid-19 e 688 novos casos de infeção com o novo coronavírus, segundo o último boletim divulgado epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Desde o início da …

Novo lay-off é para "aguentar o emprego e as empresas" (mas agrava cortes dos trabalhadores)

O novo regime de lay-off anunciado pelo Governo, para apoiar as empresas com "perdas mais significativas", nomeadamente na área do turismo, visa "aguentar o emprego e as empresas", segundo o ministro da Economia, Siza Vieira, …

Jornal "The Guardian" sugere que Portugal é um país racista e compara Ventura a Bolsonaro

O jornal britânico "The Guardian" noticiou, esta segunda-feira, alguns dos mais recentes acontecimentos racistas que têm ocorrido no país, afirmando no seu título que "Portugal regista um aumento da violência racista com ascensão da extrema …

Jornal Washington Post declara apoio a Biden e quer afastar "o pior presidente dos tempos modernos"

O jornal de referência Washington Post declarou esta segunda-feira o seu apoio ao candidato democrata à presidência dos EUA, Joe Biden, para derrotar o republicano Donald Trump, que considera “o pior Presidente dos tempos modernos”. No …

Portugal não recorrerá aos empréstimos do fundo de recuperação da UE

O primeiro-ministro António Costa salientou esta terça-feira que Portugal "recorrerá integralmente" aos cerca de 15,3 mil milhões de euros em subvenções que poderá receber do fundo de recuperação europeu, mas adiantou que não utilizará a …

Isabel dos Santos impugna nacionalização da Efacec

A empresária angolana Isabel dos Santos avançou com uma ação para impugnar a nacionalização da Efacec, decisão que foi anunciada pelo ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, no início de julho. Numa nota enviada às …

Brexit. Na nona e última ronda, Von der Leyen está convencida de que acordo é possível

A União Europeia (UE) e o Reino Unido voltam esta terça-feira às negociações, na nona e última ronda para sair do impasse em questões como as pescas e concorrência e chegar a um acordo de …