Androide super-realista vai ser apresentadora de televisão no Japão

Uma androide super-realista vai ser a nova apresentadora de um programa de televisão online e ao vivo no Japão, como parte de um estudo que pretende mostrar que um robô é capaz de se desenvolver ao interagir com seres humanos.

“Androidol U” (do inglês “idol”, de “ídolo”) foi apresentada esta quarta-feira em Tóquio, tem 1,60 metros de altura, pesa aproximadamente o mesmo que um ser humano e responde de forma autónoma aos interlocutores que enviam mensagens pelo portal de vídeos “Niconico”.

Durante a apresentação, a androide apareceu no palco sentada numa moderna cadeira em forma de bola e leu alguns comentários dos interlocutores, como um que a elogiava por estar muito bonita. “Isso deixa-me envergonhada”, respondeu, em tom mecânico.

“U” tem a aparência de uma jovem japonesa com franja, está vestida com uma blusa branca, calças e sapatos de salto. Também está maquilhada e usa verniz nas unhas para completar o “look” super-realista.

No Japão, estes androides já são protagonistas de vitrines, peças de teatro e filmes. O cientista japonês Hiroshi Ishiguro, “pai” da androide e conhecido por ter criado um clone robótico de si mesmo, afirmou que nos próximos anos estes robôs vão ser uma grande ajuda em lugares públicos como shoppings, estações e escolas, inclusive como professores.

“U” é o primeiro destes novos robôs: a interação com os utilizadores através do seu programa semanal servirá para aumentar o seu vocabulário e contribuir para melhorar a sua inteligência artificial.

“Tenho 22 anos, mas nasci com 22 anos”, brincou a androide durante a apresentação.

“A comunicação com os utilizadores ajuda a superar as limitações do androide. Quantos mais dados são acumulados, mais ajuda ao seu desenvolvimento”, afirmou Ishiguro, professor da Universidade de Osaka e diretor do Laboratório de Telecomunicações Avançadas que usa o seu nome no Japão.

Esta é uma boa forma de tirar o androide do laboratório e fazer com que adquira novos conhecimentos através da interação com seres humanos, explicou. O projeto foi desenvolvido pelo próprio Ishiguro, em colaboração com a companhia de telecomunicações Dwango – dona de “Niconico” – e as lojas de departamento Parco.

“O nosso objetivo é fazer com que o androide possa finalmente ajudar na comunicação entre as pessoas”, argumentou.

De acordo com o cientista, o projeto também é perfeito para saber se um androide pode chegar a ser aceite como um “ídolo” da sociedade. “É um teste muito interessante para saber o que as pessoas realmente pensam dela”, acrescentou.

Ainda não foi divulgada a data exata da estreia do programa e, “por enquanto”, os responsáveis pelo projeto descartam a hipótese da androide vir a ser comercializada.

ZAP // EFE

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Qual o interesse??? Vai dar mau resultado, como é óbvio. Aliás, repare-se no insidioso disto tudo… Cito: (…) Hiroshi Ishiguro, “pai” da androide (…) afirmou que nos próximos anos estes robôs vão ser uma grande ajuda em lugares públicos como shoppings, estações e escolas, inclusive como professores. (…)
    Isto é fantástico: preparámos-nos para nos substituir a nós próprios! É insano. Mais insano ainda porque vai haver milhões de imbecis que vão achar o máximo.

RESPONDER

Elon Musk doou 1.000 ventiladores a hospitais (mas eram do tipo errado)

Nos últimos dias, Elon Musk, CEO da Tesla, recebeu muitos elogios por ter doado mil ventiladores a hospitais da Califórnia, que enfrentam um número esmagador de casos de coronavírus. Porém, os ventiladores não eram do …

Coronavírus pode replicar-se na boca e nariz durante uma semana antes de infetar pulmões

O coronavírus pode permanecer e replicar-se na boca e no nariz durante uma semana antes de infetar aos pulmões, à traqueia e aos brônquios, revela um estudo, que mostra igualmente que é expulso do organismo …

PSP vai utilizar câmaras portáteis em drones no estado de emergência

A PSP vai utilizar 20 câmaras portáteis de videovigilância, 18 das quais vão ser instaladas em ‘drones’, durante o estado de emergência devido à pandemia de covid-19, anunciou esta quinta-feira o Ministério da Administração Interna …

Em Nova Iorque, prisioneiros são usados para cavar valas comuns

Nova Iorque está a oferecer seis dólares por hora e material de proteção individual aos prisioneiros de Rikers Island que aceitem ajudar a cavar valas comuns. Projeções da Fundação Gates apontam que, em Nova Iorque, o …

EUA estará a pagar para desviar carregamentos de máscaras adquiridas por França

As autoridades francesas estão a acusar os Estados Unidos de terem pago para desviar um carregamento de máscaras faciais oriundo da China. Este episódio é apenas mais um na saga sobre a escassez de máscaras de …

Cerca de 1200 reclusos podem vir a ser libertados

Cerca de 1200 reclusos podem vir a ser libertados antecipadamente para prevenir a propagação da pandemia de covid-19 no meio prisional, revelou esta quinta-feira a ministra da Justiça, Francisca Van Dunem, em declarações à RTP3. A …

OMS e EUA ponderam alargar recomendação para uso de máscaras

A Organização Mundial de Saúde (OMS) vai reavaliar as suas recomendações sobre o uso de máscaras para prevenir a contaminação com covid-19, disse esta quinta-feira o presidente do grupo de especialistas que vai discutir o …

Covid-19. Mais de 95% das vítimas mortais na Europa tinham mais de 60 anos

O diretor regional para a Europa da Organização Mundial de Saúde (OMS), Hans Kluge, revelou esta quinta-fera que mais de 95% das vítimas mortais da covid-19 na Europa têm mais de 60 anos de idade. Em …

Curva portuguesa mostra abrandamento de novos casos (mas é preciso "cautela")

Portugal tem assistido desde o dia 25 de março a um abrandamento do aumento percentual diário de novos casos de covid-19, segundo dados divulgados pelo Barómetro Covid-19 da Escola Nacional de Saúde Pública (ENSP). Segundo Carla …

"Ganhámos a primeira batalha". Presidente renova estado de emergência

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, anunciou oficialmente a renovação do estado de emergência nesta quinta-feira por mais quinze dias, prolongando-se este estado de exceção até 17 de abril. Numa mensagem ao país a …