Ana Gomes gostava de contar com António Costa (e critica o seu apoio a Marcelo)

José Sena Goulão / Lusa

A ex-eurodeputada socialista, Ana Gomes, durante o anúncio da sua candidatura à Presidência da República

A candidata presidencial Ana Gomes admitiu, em entrevista à RTP3 esta terça-feira à noite, que gostava de contar com o apoio do líder socialista na corrida a Belém. Rui Pinto, Justiça, Chega e o caso do SEF foram outros temas que estiveram em cima da mesa.

Ana Gomes, que surge em segundo lugar nas sondagens, considerou que reúne apoio dentro do seu partido, sentindo-se “muito acompanhada pelos socialistas, principalmente os mais jovens”.

No entanto, relata o Observador, a candidata presidencial escusou-se a indicar os nomes dos socialistas a quem agradece não receber apoio, apesar de indicar que António Costa não consta da lista. “António Costa é primeiro-ministro e é Secretário Geral do meu partido”, justificou.



Ana Gomes disse ainda, respondendo a uma pergunta, que gostaria de contar com o apoio do primeiro-ministro e criticou António Costa por apoiar Marcelo Rebelo de Sousa: “Expressei publicamente a minha discordância em relação à atitude dele de lançar um candidato de Direita”.

Confrontada sobre como é que Rui Pinto pode ser considerado um “herói”, tendo em conta as acusações de condutas ilegais, a antiga eurodeputada destacou o “grande serviço público” que o pirata informático prestou a Portugal e a outros países, sublinhando que “está a ser julgado para se apurar se as acusações têm fundamento”.

“Não defendo a ilegalidade, quem tem que avaliar se houve ilegalidade é o tribunal, eu não sou substituta aos tribunais”, respondeu Ana Gomes.

A candidata às presidenciais considerou também que os “megaprocessos” são muitas vezes “uma forma de tornar interminável a administração da Justiça”, referindo-se ao caso José Sócrates como um exemplo em que a Justiça está a ser demasiado morosa e reforçando que “Justiça demorada é Justiça negada, em qualquer parte do mundo”.

A propósito desse assunto, Ana Gomes deixou a promessa de que, caso seja eleita e “com respeito pela separação de poderes”, tratará de impedir que haja obstruções ao curso normal da Justiça.

A ex-eurodeputada socialista dirigiu ainda críticas ao atual Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, por ser “o grande desestabilizador” e pela atitude de normalizar “forças que têm o objetivo de destruir a Constituição”, como é o caso do partido liderado por André Ventura. Na sua opinião, o Chega “não devia ter sido legalizado”, devido às posições de caráter racista e fascista.

Comentando ainda a posição de Eduardo Cabrita no Governo após a polémica despoletada pelo homicídio de um cidadão ucraniano às mãos do SEF, Ana Gomes considerou que “é o primeiro-ministro que o está a segurar”.

“Tudo o que se passou relativamente ao assassinato de Homeniuk pelo SEF é desastroso para Portugal”, lamentou.

Sofia Teixeira Santos, ZAP //

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. Ana Gomes enfrentou muito bem a entrevista agressiva a que foi sujeita, dando respostas claras a tudo e descartando as perguntas tendenciosas. Mostrou ser inteligente e estar muito bem preparada para assumir as responsabilidades de chefe de estado, caso fosse eleita. Pena é que muitos portugueses se tenham deixado encantar pelo desempenho teatral do parlapatão Marcelo que faz de tudo excepto ser Presidente da República.

    • O entrevistador (se é que pode ser assim chamado) é que continua incapaz de gerir uma entrevista. Falha as questões centrais, não deixa falar os entrevistados, não sabe o momento perfeito para colocar as questões fatais… Enfim, uma vergonha para todo o jornalismo nacional. Muito mau, mesmo. A RTP não se devia rebaixar assim tanto. Em comparação a TVI tem um excelente entrevistador que pela primeira vez que me lembro, deixou o Marcelo a patinar por todos os lados. E pouca ou nenhumas vezes o terá interrompido.
      O Jornalista da RTP deveria voltar aos bancos da escola e aprender como se fazem entrevistas.

    • Ana Gomes inteligente????
      Basta ser sectaríssima de esquerda para não poder ter tal qualificação. A menos que a inteligência seja de qualificar tudo o que lhe adverso de direita reacionária como Marcelo ou Costa.
      Fique para lá a apoiar os pilha galinhas (caso Rui Pinto) ou os terroristas que foram presos e encarcerados em Guantanamo. Para além de outras iniciativas dignas da melhor antidemocracia de uma esquerda complexada.
      A sorte é que lhe vai acontecer o mesmo que os seus correligionários que depois de se candidatarem um contra o outro (Soares e Alegre) desapareceram politicamente. Na altura era uma guerra entre maçons. Será que esta também usa avental?…

RESPONDER

O Hawaii quer remover a sua "escadaria para o paraíso" - e a culpa é dos turistas

Em causa estão preocupações com a segurança e vandalismo, que têm aumentado com a explosão de popularidade da escadaria Ha‘ikū nas redes sociais. É caso para dizer que a Stairway to Heaven vai para o inferno …

Inventou o ZX Spectrum e mudou o mundo. Morreu Clive Sinclair

O empresário britânico e inventor do computador doméstico ZX Spectrum, Clive Sinclair, morreu hoje aos 81 anos na sua casa, em Londres (Reino Unido), devido a doença prolongada, informou a filha ao jornal “The Guardian”. Morreu …

Esta torre construída na Suécia não é gigante em altura, mas em sustentabilidade

Para além de ser feito de um material sustentável — fornecido por florestas locais com gestão consciente e transformado por uma serração nas proximidades, o Centro Cultural dispõe de múltiplas tecnologias que fazem dele mais …

Empresa canadiana debaixo de fogo por publicar anúncios de emprego destinados a não vacinados

Uma empresa de canoagem, sediada no Canadá, está debaixo de fogo depois de ter colocado anúncios de emprego destinados, exclusivamente, a pessoas não vacinadas contra a covid-19. "Por favor, NÃO se candidate se tiver tomado quaisquer …

Disparam ataques a jornalistas. Bruxelas insta países da UE a aumentar proteção

Os países da União Europeia (UE) foram instados por Bruxelas a tomar medidas para proteger os jornalistas, após um aumento no número de ataques a membros da imprensa. A Comissão Europeia exortou os governos a criarem …

Facebook e Google criticados por anúncios de "reversão do aborto"

O Facebook já veiculou anúncios de "reversão do aborto" 18,4 milhões de vezes desde janeiro de 2020, de acordo com um relatório do Center for Countering Digital Hate (CCDH), promovendo um procedimento "não comprovado, antiético" …

Líder militar dos EUA temeu que Trump iniciasse guerra nuclear com a China - e chegou a ligar aos chineses

As revelações aparecem em Peril, o novo livro de Bob Woodward e Robert Costa sobre os bastidores da Casa Branca. Trump já respondeu. O General Mark Milley, o chefe do Estado-Maior das Forças Armadas dos EUA, …

França suspende 3.000 profissionais de saúde que recusaram vacina contra covid-19

A França suspendeu 3.000 profissionais de saúde sem remuneração por se recusarem a tomar a vacina contra a covid-19, revelou o ministro responsável pela pasta, Olivier Véran. Segundo Véran, citado esta quinta-feira pelo Guardian, "várias dezenas" …

Austrália, Reino Unido e EUA assinam pacto de defesa para conter China

A Austrália, os Estados Unidos (EUA) e o Reino Unido anunciaram o "Pacto de Aukus", que visa frente às pretensões territoriais da China no Indo-Pacífico e envolverá a construção de uma frota de submarinos com …

Governo tem margem de 1600 milhões de euros nas negociações do Orçamento

Os dados são de um relatório do Conselho das Finanças Públicas, que deixa alertas para que o executivo não se estique muito no aumento da despesa e no corte à receita. Segundo escreve o Público, o …