Americanos estão a envenenar-se a tentar matar o coronavírus

O surto do novo coronavírus começou a agravar-se nos Estados Unidos no início de março. Desde então, as chamadas para os centros de controlo de intoxicações “aumentaram acentuadamente”.

Estas é a conclusão de um novo estudo do Centro de Controlo e Prevenção de Doenças (CDC) dos EUA. De adultos que criam gás de cloro nas cozinhas a crianças que consomem desinfetante para as mãos, vários americanos estão a envenenar-se numa tentativa falhada de se defenderem do coronavírus.

O estudo foi publicado esta semana no Morbidity and Mortality Weekly Report do CDC.

Embora os investigadores não consigam associar diretamente o aumento do número de telefonemas para estas linhas de apoio à defesa contra a covid-19, “o timing destas ocorrências relatadas correspondeu ao aumento da cobertura mediática da pandemia de covid-19, relatos de escassez de produtos de limpeza e desinfeção e o início da quarentena em alguns locais”, escrevem os investigadores.

As chamadas sobre exposição a produtos de limpeza e desinfeção, por exemplo, aumentou significativamente no início de março, numa altura em que o surto se começou a intensificar, realça o Ars Technica. No mesmo sentido, o envenenamento por lixívia, desinfetantes, e álcool-gel também aumentou. Estes são produtos cuja procura aumentou devido à pandemia de covid-19.

“Para reduzir o uso inadequado e evitar exposições químicas desnecessárias, os utilizadores devem sempre ler e seguir as instruções no rótulo, usar apenas água em temperatura ambiente para diluição (a menos que indicado de outra forma no rótulo), evitar misturar produtos químicos, usar proteção ocular e de pele, garantir ventilação adequada e armazenar produtos químicos fora do alcance das crianças”, apelam os autores do estudo.

Os investigadores recomendam ainda que quando regressar a casa após ir às compras deve lavar imediatamente as mãos. Além disso, a maioria dos epidemiologistas acredita que o risco de infeção pelas embalagens das compras é demasiado baixo.

ZAP //

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. Quanta ignorancia! Quanta insanidade!
    Realmente, como dizia Einstein, “entre a inteligência e a estupidez, só a estupidez não tem limite”.
    Quando os próprios fabricantes de desinfectantes referem expressamente nas embalagens que aquele tipo de produtos NÃO PODEM SER INGERIDOS, RISCO DE ENVENENAMENTO, ETC, ETC, vêm estes alarves e…pimba, desatam a tomar aquele tipo de produtos como quem bebe água. Claro que a ajudar “á festa”, têm um presidente que é uma autêntica TRAMPA que, ao que parece, ainda instiga a estupidez. Será curioso ver, que responsabilidades lhe vão ser atribuídas no fim disto tudo.

  2. Quando o alarve diz que os americanos (alguns, tão, ou mais alarve que ele), se dveriam injectar com desinfectante, aqui está o resultado.

  3. Os americanos são indivíduos com muitas ideias.
    Como é que se chama a isto, mesmo? Idiotas, não é?! 😀

  4. Tão ignorante é o mentor da receita como aqueles que o seguem, muita ignorância existe por aquele país de arrogantes!

RESPONDER

Rara cobra de duas cabeças e dois cérebros independentes encontrada na Florida

Uma rara cobra com duas cabeças e dois cérebros independentes foi resgatada no estado norte-americano da Florida por uma equipa de especialistas do organização Florida Fish and Wildlife Conservation Commission. Na rede social Facebook, a organização, …

Benfica 2-0 Belenenses SAD | Darwinismo rende arranque histórico

O Benfica cumpriu e venceu o Belenenses SAD por 2-0, no Estádio da Luz, na partida que encerrou a quinta jornada da Liga NOS. Foi o quinto triunfo benfiquista no campeonato em cinco partidas, o …

Uma tarefa doméstica está a poluir sorrateiramente o ambiente

O que vestimos e como lavamos as nossas roupas influencia o número de microfibras sintéticas que libertamos no meio ambiente. Há uma tarefa doméstica a poluir sorrateiramente o ambiente. Um novo artigo científico, publicado na PLOS …

A companhia aérea que faliu devido à covid-19 está de volta

A pandemia de covid-19 foi traiçoeira para muitas empresas. A Flybe, uma das primeiras vítimas, está agora a ressuscitar - e pode voltar a rasgar os céus já no próximo ano. A economia mundial foi muito …

Dormir bem antes de tomar a vacina da gripe pode ajudar a aumentar a sua eficácia

Segundo os especialistas, uma boa noite de sono pode mesmo ajudar a aumentar a eficácia da vacina da gripe, que neste ano ganha particular relevância em plena pandemia de covid-19. De acordo com Matthew Walker, autor …

Há um petroleiro abandonado há mais de uma década nas Caraíbas (e é uma "bomba-relógio")

Um navio de armazenamento de petróleo venezuelano está ancorado no Golfo de Paria, um trecho de mar fechado entre a Venezuela e a ilha de Trinidad, há mais de uma década. Antes de os Estados Unidos …

Portugal deve bater recorde de doentes em cuidados intensivos ainda esta semana

Portugal deverá ultrapassar, esta quarta-feira, o recorde de doentes em unidades de cuidados intensivos, alertou a ministra da Saúde, Marta Temido, em conferência de imprensa sobre a capacidade do Serviço Nacional de Saúde para combater …

A Budapest Eye foi restaurante por um dia (e com estrela Michelin)

Um restaurante com estrela Michelin em Budapeste, na Hungria, ofereceu aos clientes uma experiência gastronómica na famosa roda gigante Budapest Eye. Atraiçoado pela queda de faturação após o desaparecimento de turistas estrangeiros, o restaurante Costes, premiado …

Antigo ministro da Saúde Leal da Costa admite novo estado de emergência

O antigo ministro da Saúde Fernando Leal da Costa defendeu hoje que em algum momento deve ser decretado de novo o estado de emergência, para que o Governo possa tomar medidas na luta contra a …

Marcelo promulga uso obrigatório de máscara na rua por 70 dias

O Presidente da República promulgou esta segunda-feira o decreto da Assembleia da República que determina o uso obrigatório de máscara na rua, por um período de 70 dias, sempre que não seja possível cumprir o …