Americanos estão a envenenar-se a tentar matar o coronavírus

O surto do novo coronavírus começou a agravar-se nos Estados Unidos no início de março. Desde então, as chamadas para os centros de controlo de intoxicações “aumentaram acentuadamente”.

Estas é a conclusão de um novo estudo do Centro de Controlo e Prevenção de Doenças (CDC) dos EUA. De adultos que criam gás de cloro nas cozinhas a crianças que consomem desinfetante para as mãos, vários americanos estão a envenenar-se numa tentativa falhada de se defenderem do coronavírus.

O estudo foi publicado esta semana no Morbidity and Mortality Weekly Report do CDC.

Embora os investigadores não consigam associar diretamente o aumento do número de telefonemas para estas linhas de apoio à defesa contra a covid-19, “o timing destas ocorrências relatadas correspondeu ao aumento da cobertura mediática da pandemia de covid-19, relatos de escassez de produtos de limpeza e desinfeção e o início da quarentena em alguns locais”, escrevem os investigadores.

As chamadas sobre exposição a produtos de limpeza e desinfeção, por exemplo, aumentou significativamente no início de março, numa altura em que o surto se começou a intensificar, realça o Ars Technica. No mesmo sentido, o envenenamento por lixívia, desinfetantes, e álcool-gel também aumentou. Estes são produtos cuja procura aumentou devido à pandemia de covid-19.

“Para reduzir o uso inadequado e evitar exposições químicas desnecessárias, os utilizadores devem sempre ler e seguir as instruções no rótulo, usar apenas água em temperatura ambiente para diluição (a menos que indicado de outra forma no rótulo), evitar misturar produtos químicos, usar proteção ocular e de pele, garantir ventilação adequada e armazenar produtos químicos fora do alcance das crianças”, apelam os autores do estudo.

Os investigadores recomendam ainda que quando regressar a casa após ir às compras deve lavar imediatamente as mãos. Além disso, a maioria dos epidemiologistas acredita que o risco de infeção pelas embalagens das compras é demasiado baixo.

ZAP //

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. Quanta ignorancia! Quanta insanidade!
    Realmente, como dizia Einstein, “entre a inteligência e a estupidez, só a estupidez não tem limite”.
    Quando os próprios fabricantes de desinfectantes referem expressamente nas embalagens que aquele tipo de produtos NÃO PODEM SER INGERIDOS, RISCO DE ENVENENAMENTO, ETC, ETC, vêm estes alarves e…pimba, desatam a tomar aquele tipo de produtos como quem bebe água. Claro que a ajudar “á festa”, têm um presidente que é uma autêntica TRAMPA que, ao que parece, ainda instiga a estupidez. Será curioso ver, que responsabilidades lhe vão ser atribuídas no fim disto tudo.

  2. Quando o alarve diz que os americanos (alguns, tão, ou mais alarve que ele), se dveriam injectar com desinfectante, aqui está o resultado.

  3. Os americanos são indivíduos com muitas ideias.
    Como é que se chama a isto, mesmo? Idiotas, não é?! 😀

  4. Tão ignorante é o mentor da receita como aqueles que o seguem, muita ignorância existe por aquele país de arrogantes!

RESPONDER

Vulcão, La Palma

Aeroporto de Las Palmas inoperacional devido à acumulação de cinzas

O aeroporto de La Palma, na Ilha de Tenerife, nas Canárias, está inoperacional por acumulação de cinzas, resultante da erupção do vulcão Cumbre Vieja, informou hoje a empresa gestora dos aeroportos e do tráfego aéreo …

Siza Vieira reforça que é "trabalho" dos Bancos discutir com os clientes o reembolso das moratórias

O ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, reforça que cabe aos Bancos "discutir com os seus clientes que têm moratórias nos sectores mais afectados" pela pandemia o reembolso das dívidas após o fim destes mecanismos …

Domingos Soares de Oliveira de saída do Benfica

Além de João Varandas Fernandes e José Eduardo Moniz, o administrador Domingos Soares de Oliveira também não vai integrar a lista de Rui Costa para as próximas eleições. Rui Costa confirmou na terça-feira que é candidato …

Depois do Bayern, Barcelona também está atento a Luis Díaz

Luis Díaz continua a somar boas exibições e clubes interessados na sua contratação. Agora fala-se do desejo do Barcelona em contratar o colombiano em janeiro. Luis Díaz atravessa um momento de forma excecional ao serviço do …

Fuse Valley, Matosinhos

Está a nascer em Matosinhos a Silicon Valley portuguesa (e até Siza Vieira está "espantado")

O "Fuse Valley" promete ser a Silicon Valley portuguesa, em Matosinhos, num empreendimento inovador da Farfetch e da Castro Group que até deixa o ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, "espantado". A abertura está prevista …

Portugal aguarda "luz verde" da EMA para avançar com terceira dose aos idosos

Portugal aguarda a autorização da Agência Europeia de Medicamentos para avançar com a administração da terceira dose da vacina contra a covid-19 a maiores de 65 anos. Com base nos resultados de dois grandes estudos científicos …

E depois de Merkel? Alemanha já sente falta da Chanceler que saiu da sombra para salvar o seu "delfim"

Angela Merkel tinha prometido ficar afastada das eleições legislativas deste domingo, na Alemanha, mas saiu da sombra para apoiar o seu "delfim", o candidato da CDU, Armin Laschet, que deverá disputar a vitória com o …

Já há refugiados afegãos a realizarem entrevistas de emprego em Portugal

Já há refugiados afegãos a realizarem entrevistas de emprego em Portugal, disse a secretária de Estado para a Integração e as Migrações, Cláudia Pereira. Em três semanas, chegaram 178 refugiados afegãos a Portugal. A secretária de …

Arranca hoje a conferência dos Trabalhistas - num clima de "guerra civil" entre Starmer e os Corbynistas

A proposta de Starmer de mudar a sistema de eleição do líder dos Trabalhistas tem suscitado muitas críticas, num partido que já estava profundamente dividido entre os membros mais conservadores e os membros leais a …

Multinacional oferece emprego qualificado em Portugal mas não tem candidatos

Um engenheiro de Mirandela regressou à terra para instalar na cidade transmontana o polo principal de uma nova multinacional na área da energia que está a recrutar, mas não consegue candidatos para emprego qualificado. Manuel Lemos …