Amália Rodrigues apoiou secretamente a causa antifascista

FD

Os restos mortais da fadista Amália Rodrigues foram trasladados para o Panteão em 2001

A fadista Amália Rodrigues, que chegou a ser acusada de estar ao serviço do Estado Novo, financiou presos políticos e apoiou a causa antifascista durante a ditadura, revela uma investigação publicada pela revista Visão Biografia.

Numa altura em que se assinalam os vinte anos da morte da fadista, a publicação desta sexta-feira revela uma investigação do jornalista Miguel Carvalho sobre a forma como Amália Rodrigues lidou com as pressões do regime de Oliveira Salazar e, ao mesmo tempo, manteve relações clandestinas com a oposição, apoiando intelectuais oposicionistas.

Na investigação, feita com o apoio da Fundação Calouste Gulbenkian, são apresentados documentos oficiais que tanto confirmam que Amália Rodrigues foi vigiada pela PIDE, a polícia política da ditadura do Estado Novo, por suspeita de apoio aos comunistas, como revelam que manteve atitudes ambíguas com o regime.

Entre os documentos revelados está um registo dos serviços centrais da PIDE com o pedido de bilhete de identidade de Amália Rodrigues, de 1957, e um relatório de 1939 que incluía o nome da fadista na denominada “Organização Comunista no Fado”.

É ainda revelada uma carta do arquivo de Oliveira Salazar, “até hoje inédita”, que Amália Rodrigues lhe escreveu dias antes da inauguração da atual ponte 25 de Abril, em 1966, e na qual, escreve o jornalista Miguel Carvalho, a artista “se derrete de orgulho pátrio e elogios ao destinatário”.

Na Visão Biografia, lê-se que Amália foi “capaz de dançar ao som da música do regime”, enquanto ajudou e deu dinheiro a quem lutou e sofreu para o derrotar. Cruzando depoimentos recolhidos para esta investigação, factos históricos, depoimentos de arquivo, recortes de imprensa e várias entrevistas de Amália Rodrigues, a investigação jornalística junta pontas soltas sobre as relações políticas e privadas da fadista, que morreu em 1999.

Amália “sabia para o que estava a dar”

Um dos testemunhos recolhidos é o do histórico político do PCP Domingos Abrantes que afirma ser “um facto confirmadíssimo” que Amália Rodrigues, por exemplo, ajudou o MUD Juvenil (Movimento de Unidade Democrática).

“Ela sabia para o que estava a dar”, garantiu Domingos Abrantes, 83 anos. “E nessa época de grande repressão, tudo o que era mais ou menos organizado estava ligado ao PCP. O resto é conversa”, opinou.

Os testemunhos reunidos convergem na ideia de que Amália Rodrigues apoiou por diversas vezes, com dinheiro, portugueses exilados, protegeu amigos antifascistas e tentou influenciar a libertação de presos políticos, nomeadamente de Alain Oulman, o compositor com quem colaborou nas décadas de 1960/1970, com quem fez os álbuns “Busto” (1962) e “Com que Voz” (1970), e com quem cantou o poema “Por teu livre pensamento”, de David Mourão-Ferreira, no fado “Abandono”, numa alusão direta à prisão do Forte de Peniche.

Sobre as ambiguidades apontadas à fadista, é citada uma conversa, gravada em vídeo, feita em 1989 na sua casa no Alentejo, em que diz: “Quando convinha, era comunista, quando não convinha, eu era fascista”.

Acreditando que Amália Rodrigues tinha “um fundo conservador”, David Ferreira – antigo editor discográfico e filho do poeta David Mourão-Ferreira – afirma na reportagem da Visão Biografia que a fadista “era uma grande inteligência, um espírito aberto. E os espíritos abertos têm a atração natural da liberdade e não aceitam que seja de outra maneira”.

Em 2020 assinalam-se os cem anos do nascimento de Amália Rodrigues.

// Lusa

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Isto é mais uma mentira vergonhosa . Amália era apaixonada por António de Oliveira Salazar . Os pais da mentira aproveit-se da senhora já cá não estar . Que feio

    • E o que isso tem haver José?… Não estou a querer defender ninguém, mas o amor passa por cima das ideologias políticas (pelo menos assim deveria ser).

      • Eu assisti ao que os comunistas quiseram fazer a Amália Rodrigues a seguir ao 25 de Abril e ela nunca deixou de assumir o seu Salazarismo . Batoteiros e com falta de símbolos querem apropriar-se de grandes nomes do Estado Novo( já estão a fazer o mesmo com Eusébio ) . Deviam ter vergonha

RESPONDER

Laurent Simons será o mais novo licenciado do mundo. Tem 9 anos

O belga Laurent Simons tem apenas 9 anos e estás prestes a bater um recorde: em dezembro, deverá tornar-se o mais novo licenciado do mundo. O "menino prodígio", tal como é apontado pelos média internacionais, ingressou …

Preços dos passes Navegante ficam iguais em 2020

Os preços dos passes Navegante vão manter-se iguais em 2020, no âmbito da estratégia de “promoção da utilização dos transportes públicos coletivos”, anunciou esta sexta-feira a Área Metropolitana de Lisboa (AML). “A Área Metropolitana de Lisboa …

Os burros-táxi de Espanha vão ter horários de trabalho, estábulos novos e deixar de carregar turistas de 80 quilos

Os burros táxis são uma atração turística de Mijas, província de Málaga, no sul de Espanha. Agora foram definidas novas regras que têm em conta os direitos e o bem-estar dos animais. O serviço funciona como …

Vai ser preciso "ser-se rico" para visitar a famosa Ilha de Komodo

Em breve, os turistas que queiram visitar a Ilha de Komodo, o famoso lar de mais de 5.000 dragões de Komodo, terão de ser ricos. O aviso é do Governo local indonésio, que chegou mesmo …

Sócrates saúda saída da prisão de Lula. "Sei que estás em festa, pá"

O antigo primeiro-ministro José Sócrates, acusado de corrupção, considerou que a saída da prisão de Lula da Silva representou uma "reentrada no mundo" do ex-chefe de Estado brasileiro, acontecimento em relação ao qual o PS, …

Ministra da Justiça visitou mãe que abandonou bebé no lixo

A mãe que abandonou o bebé no caixote do lixo em Lisboa está bem de saúde e a receber apoio psicológico, constatou a ministra da Justiça, que esta sexta-feira visitou a jovem na cadeia de …

Ex-embaixadora dos EUA na Ucrânia acusa Trump de intimidação

Marie Yovanovitch, antiga embaixadora dos Estados Unidos na Ucrânia, denunciou esta sexta-feira a existência de uma campanha para a descredibilizar levada a cabo por Donald Trump com ajuda de ucranianos, no inquérito para a destituição …

Subida do Salário Mínimo Nacional vai aumentar as propinas

A subida do Salário Mínimo Nacional para os 635 euros em 2020, vai ter influência em valores a pagar ou a receber, nomeadamente nas propinas mínimas do Ensino Superior público e nos tectos do Fundo …

É essencial um acordo internacional para taxar “gigantes” tecnológicos, defende Costa

O secretário-geral do PS, António Costa, considerou esta sexta-feira insustentável do ponto de vista social a situação em que classes médias e pequenas empresas suportam a maior parte do esforço fiscal e defendeu um acordo …

Lisboa entre as cidades com trânsito mais caótico do mundo

Um estudo da Mister Auto - marca líder de mercado na venda de peças para automóveis - agora divulgado revelou que Lisboa está na 74.ª posição no 'ranking' das cidades mais circuláveis. Ou seja, muito …