Alunos sem aulas em Beja porque o professor está de baixa

Os 16 alunos da escola do 1.º ciclo do ensino básico de Trigaches, no concelho de Beja, ainda não começaram as aulas, porque o professor está de baixa há sete meses e não foi substituído.

As aulas da única turma da escola, constituída por alunos do 1.º ao 4.º anos, deviam ter começado no dia 15 deste mês, o que não aconteceu, porque o professor “está de atestado desde o passado mês fevereiro” e ainda não foi substituído, disse à Lusa a mãe de um dos alunos, Patrícia Henriques.

“Sabiam que o professor estava de atestado e não o substituíram” para que as aulas pudessem ter começado no início do ano letivo, lamentou, referindo que a professora de apoio que substituiu o docente entre fevereiro e o fim do passado ano letivo “foi colocada noutra escola”.

Por isso, “não há professor de apoio” para o substituir e dar as aulas até ser colocado um outro docente, o que poderá “demorar algum tempo”, disse.

Trata-se de uma “situação ridícula, que não se admite, nem se justifica, porque há tantos professores no desemprego e estamos a falar de 16 crianças” de diferentes anos de escolaridade, mas que “vão estar todas na mesma sala só com um professor”, disse.

Os pais já falaram com o subdiretor do Agrupamento de Escolas n.º 1 de Beja, do qual faz parte a escola de Trigaches, que lhes disse ser “necessário esperar pela colocação de um novo professor“, o que vai “demorar algum tempo”, porque há procedimentos legais a cumprir.

“O certo é que as crianças não têm professor, nem aulas e estão a ficar atrasadas na matéria”, lamentou, frisando que os pais temem que se repita o que aconteceu no passado ano letivo com alguns alunos da escola, que “ficaram retidos no mesmo ano por não ter sido dada toda a matéria”.

Por outro lado, “já não há atividades de tempos livres e há pais que não têm com quem deixar os filhos”, disse Patrícia Henriques, cujo filho está matriculado no 1.º ano e vai começar a frequentar o ensino básico este ano letivo.

“Esta semana tenho com quem deixar o meu filho”, mas, se entretanto as aulas não começarem, “na próxima semana vou ter de deixar de trabalhar para ficar com ele”, disse.

Patrícia Henriques contou que um dos alunos que ficou retido no mesmo ano de escolaridade “já pediu à mãe para mudar de escola, porque não quer reprovar de ano outra vez”, devido ao atraso no início das aulas e na matéria.

Para denunciarem a situação e exigirem a colocação de um professor e o início das aulas, os pais e os alunos já protestaram à porta da escola e enviaram mensagens, através de correio eletrónico, ao Ministério da Educação e ao Presidente da República.

/Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Idosa de 93 anos recuperou de Covid-19 (e há 6 crianças em estado grave no Dona Estefânia)

Uma mulher de 93 anos que esteve internada em Lisboa, com Covid-19, recuperou da infecção ao cabo de 11 dias. Enquanto isso, há seis crianças com idades entre 4 meses e 17 anos que estão …

"Grande erro" da Europa é não usar máscaras, considera especialista chinês

George Gao, diretor dos Centros de Controlo e Proteção de Doenças da China (CDC), considera que o "grande erro" da Europa no combate à pandemia de covid-19 é o facto de as pessoas não usarem …

Obama critica de Trump. "Cada um de nós deve exigir mais dos nossos líderes"

O ex-Presidente norte-americano, Barack Obama, considerou esta terça-feira que o seu sucessor, Donald Trump, ignorou os avisos sobre os riscos de uma pandemia do novo coronavírus, e recordou o mesmo comportamento quanto às alterações climáticas, …

Covid-19. Hotel cinco estrelas na Austrália vai acolher sem-abrigo

A Austrália vai levar a cabo um projeto piloto que visa retirar das ruas alguns sem-abrigo e transferi-los para hotéis de luxo, protegendo-os assim do novo coronavírus oriundo da China (Covid-19).  O projeto, Hotels With Heart, …

Red Bull equacionou infeção voluntária dos seus pilotos

Um responsável da Red Bull admitiu que propôs aos pilotos da marca austríaca, que participa no Mundial de Fórmula 1, uma estratégia de infeção voluntária de covid-19, visando ficarem imunes no início da temporada. Helmut Marko …

TAP avança com lay-off para 90% dos trabalhadores (e reduz atividade para cinco voos semanais)

Numa mensagem enviada aos seus funcionários, a TAP revelou que vai mesmo avançar com um processo de 'lay-off' para 90% dos trabalhadores e com a redução do período normal de trabalho em 20% para os …

Estado vai devolver 3 mil milhões em reembolsos do IRS

O Estado vai devolver 3 mil milhões de euros aos contribuintes em reembolsos do IRS, cuja entrega arranca esta quarta-feira e se estende até 30 de junho. A informação foi avançada pelo ministro de Estado, …

Há quatro infetados no sistema prisional. Estão todos em isolamento domiciliário

O Ministério da Justiça revelou esta terça-feira que aumentou para quatro o número de infetados com covid-19 no sistema prisional e que estão todos em isolamento domiciliário segundo indicação da saúde pública. Em comunicado, o Ministério …

Sousa Cintra diz que Rafael Leão "não ficou no Sporting porque foi apertado"

Sousa Cintra, ex-líder da SAD do Sporting no tempo da Comissão de Gestão, lamenta a rescisão do jogador Rafael Leão, considerando que "ele não continuou porque foi apertado". O jovem jogador foi, recentemente, condenado a …

Portugal tem há cinco dias os mesmos 43 recuperados. DGS e especialistas explicam porquê

Portugal regista, desde o passado dia 27 de abril, os mesmos 43 recuperados da Covid-19, segundo os boletins epidemiológicos diários da Direção-Geral da Saúde. Questionado pela agência Lusa sobre a estagnação no número de altas hospitalares …