Alterações climáticas podem trazer à Europa um milhão de migrantes por ano

As alterações climáticas vão provocar um aumento significativo do número de migrantes que chegam anualmente à Europa, segundo um estudo da Universidade de Columbia.

Segundo um estudo realizado pela Universidade de Columbia, em Nova Iorque, publicado na revista Science, o número de migrantes que procuram asilo na Europa vai triplicar até 2100, caso as tendências climáticas se mantenham.

Bob Ward, diretor de comunicação e políticas do Instituto de Pesquisa de Grantham das Alterações Climáticas e Ambiente, na London School of Economics and Political Science, disse ao The Guardian que este estudo “demonstra os impactos que a Europa vai sofrer com as alterações climáticas”.

De acordo com o Expresso, mesmo que os esforços para controlar o aquecimento global se mantenham e sejam bem sucedidos, o número de solicitações de asilo pode aumentar até 25%.

“Sabemos pela história da humanidade que tamanhas migrações geralmente levam a conflitos e guerras com consequências devastadoras”, adverte Ward.

O estudo prevê que as alterações climáticas se traduzam em mais secas, vagas de calor, cheias, tempestades intensas, aumento do nível médio das águas do mar e outras situações extremas. Estes efeitos vão dificultar a agricultura, nomeadamente na África subsariana e em partes da Ásia.

Os efeitos serão também sentidos na Europa. No entanto, as suas temperaturas bases, que são mais baixas, e as avançadas infraestruturas fazem com que os estragos possam ser controlados, tornando-se um destino atrativo para os migrantes.

Segundo as comparações realizadas pelos autores do estudo, há uma correlação entre a meteorologia e o número de pedidos de asilo. Em países com temperatura média de 20º, por exemplo, verificou-se um número elevado de candidaturas a migração, do que em outros países com temperaturas médias mais baixas.

Como avança o Expresso, a migração para a Europa aumentou significativamente nos últimos dez anos. As causas principais foram a guerra na Síria, as crises na África do Norte e no Médio Oriente e a a vaga crescente de jovens provenientes da África e do Médio Oriente em busca de oportunidades económicas.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Escorraçaram-nos de lá agora vêm ter connosco, os alunos de Moscovo que tomaram conta do poder por essas paragens também devem ter soluções para resolver a situação e manter o povo com um mínimo de dignidade segundo as promessas que fizeram.

  2. Uns falam em aquecimento global outros falam em “mini era do gelo”…
    Acho que estes cientistas não fazem puto ideia do que falam…
    Enfim. Vivam cada dia com alegria e aproveitem sempre o momento presente!

RESPONDER

Coronavírus pode replicar-se na boca e nariz durante uma semana antes de infetar pulmões

O coronavírus pode permanecer e replicar-se na boca e no nariz durante uma semana antes de infetar aos pulmões, à traqueia e aos brônquios, revela um estudo, que mostra igualmente que é expulso do organismo …

PSP vai utilizar câmaras portáteis em drones no estado de emergência

A PSP vai utilizar 20 câmaras portáteis de videovigilância, 18 das quais vão ser instaladas em ‘drones’, durante o estado de emergência devido à pandemia de covid-19, anunciou esta quinta-feira o Ministério da Administração Interna …

Em Nova Iorque, prisioneiros são usados para cavar valas comuns

Nova Iorque está a oferecer seis dólares por hora e material de proteção individual aos prisioneiros de Rikers Island que aceitem ajudar a cavar valas comuns. Projeções da Fundação Gates apontam que, em Nova Iorque, o …

EUA estará a pagar para desviar carregamentos de máscaras adquiridas por França

As autoridades francesas estão a acusar os Estados Unidos de terem pago para desviar um carregamento de máscaras faciais oriundo da China. Este episódio é apenas mais um na saga sobre a escassez de máscaras de …

Cerca de 1200 reclusos podem vir a ser libertados

Cerca de 1200 reclusos podem vir a ser libertados antecipadamente para prevenir a propagação da pandemia de covid-19 no meio prisional, revelou esta quinta-feira a ministra da Justiça, Francisca Van Dunem, em declarações à RTP3. A …

OMS e EUA ponderam alargar recomendação para uso de máscaras

A Organização Mundial de Saúde (OMS) vai reavaliar as suas recomendações sobre o uso de máscaras para prevenir a contaminação com covid-19, disse esta quinta-feira o presidente do grupo de especialistas que vai discutir o …

Covid-19. Mais de 95% das vítimas mortais na Europa tinham mais de 60 anos

O diretor regional para a Europa da Organização Mundial de Saúde (OMS), Hans Kluge, revelou esta quinta-fera que mais de 95% das vítimas mortais da covid-19 na Europa têm mais de 60 anos de idade. Em …

Curva portuguesa mostra abrandamento de novos casos (mas é preciso "cautela")

Portugal tem assistido desde o dia 25 de março a um abrandamento do aumento percentual diário de novos casos de covid-19, segundo dados divulgados pelo Barómetro Covid-19 da Escola Nacional de Saúde Pública (ENSP). Segundo Carla …

"Ganhámos a primeira batalha". Presidente renova estado de emergência

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, anunciou oficialmente a renovação do estado de emergência nesta quinta-feira por mais quinze dias, prolongando-se este estado de exceção até 17 de abril. Numa mensagem ao país a …

João Félix e companhia com corte salarial de 70%

Os futebolistas do Atlético de Madrid, incluindo o português João Félix, viram esta quinta-feira confirmada a redução salarial de 70% devido ao Expediente Temporário de Regularização Temporário de Emprego (ERTE) requerido na semana passada pelo …