Alguns exoplanetas podem ter demasiada água para hospedar vida

M. Kornmesser / European Southern Observatory

Conceito artístico do planeta Próxima b em órbita da sua estrela, Próxima Centauri

Conceito artístico do planeta Próxima b em órbita da sua estrela, Próxima Centauri

Um grupo de astrofísicos da Universidade de Berna, na Suíça, descobriu que os planetas que orbitam estrelas anãs vermelhas podem ter elevadas quantidades de água, o que pode torná-los inabitáveis.

Os cientistas realizaram simulações da evolução de planetas, incluindo o exoplaneta Proxima b – que orbita a zona habitável da estrela anã vermelha Proxima de Centauro.

“Os modelos estudados são semelhantes em termos de massa aos que foram observados recentemente”, disse Yann Alibert, do Centro de Espaço e Habitabilidade da Universidade de Berna.

Alibert destacou que os exoplanetas como o Proxima b são, normalmente, muito pequenos e possuem grandes quantidades de água.

Segundo os especialistas, em 90% dos planetas estudados, a massa total consistiu em mais de 10% de água. Considerando que a Terra tem apenas 0,02% de água, a diferença é substancial.

À primeira vista, a existência de água em planetas que orbitam anãs vermelhas pode parecer uma oportunidade incrível para a evolução de vida, mas uma enorme oferta de água pode não ser necessariamente algo positivo.

“Enquanto a água líquida é geralmente vista como um ingrediente essencial, uma grande quantidade de uma coisa boa pode ser mau”, disse Willy Benz, coautor do estudo publicado no jornal Astronomy and Astrophysics.

De acordo com os cientistas, estudos anteriores revelaram que os planetas dominados por água parecem ter climas instáveis que funcionam contra a evolução da vida, destruindo o seu potencial.

Incluindo o facto de os exoplanetas estarem demasiado perto da sua estrela anã e serem constantemente atingidos com grandes doses de radiação, os investigadores afirmam que a única vida possível nesses mundos teria de existir a grande profundidade.

“Sejam habitáveis ​​ou não, o estudo dos planetas que orbitam estrelas com pouca massa provavelmente irá melhorar o nosso conhecimento sobre a formação de planetas, evolução e potencial de habitabilidade”, disse Benz.

As anãs-vermelhas são o tipo de estrelas mais comum da nossa galáxia e, na maioria, são orbitadas por mundos potencialmente habitáveis.

Portanto, ainda há uma grande possibilidade de existir algum exoplaneta que possua a quantidade certa de água para hospedar vida – mas, para já, só podemos especular.

BZR, ZAP / Hypescience

PARTILHAR

RESPONDER

Tigre de um zoo de Nova Iorque testa positivo ao novo coronavírus

Um tigre do jardim zoológico do Bronx em Nova Iorque, nos Estados Unidos, testou positivo ao novo coronavírus, indicou no domingo a instituição. Em comunicado, o jardim zoológico detalha que o grande felino terá contraído o …

Mais de 100 mil trabalhadores independentes já pediram apoio do Governo

Mais de 100 mil trabalhadores independentes já se candidataram ao apoio extraordinário criado pelo Governo para fazer face à paragem total de atividade devido à pandemia de covid-19. Segundo o comunicado do Ministério do Trabalho, Solidariedade …

“Voltaremos a encontrar-nos”. Isabel II relembra a 2.ª Guerra Mundial e fala de um desafio "diferente"

A rainha Isabel II salientou este domingo, numa mensagem televisiva, que a pandemia Covid-19 é um desafio "diferente" de outros enfrentados pelo Reino Unido e exortou os britânicos a respeitar o confinamento. "Embora já tenhamos enfrentado …

CTT recuam. Não vão propor a distribuição de dividendos de 2019

O Conselho de Administração dos CTT - Correios de Portugal, SA informaram esta segunda-feira que já não vão propor à Assembleia Geral de Acionistas a distribuição de dividendos relativos ao exercício de 2019, como previsto, …

Há enfermeiros sem treino a trabalhar nos cuidados intensivos

A presidente do Sindicato de Todos os Enfermeiros Unidos (SITEU), Gorete Pimentel, denuncia que há enfermeiros sem treino a trabalhar em unidades de cuidados intensivos. "São necessários três a quatro meses para que um enfermeiro seja …

Ronaldo vai tornar-se o primeiro bilionário no mundo do futebol

Cristiano Ronaldo vai faturar cerca de 90 milhões de euros este ano. Isto faz com que o futebolista português atinja os mil milhões de euros em receitas durante a sua carreira. Embora Cristiano Ronaldo tenha sido …

Tribunais adiaram mais 50 mil diligências num mês

A pandemia de covid-19 obrigou os tribunais portugueses a adiar 2.445 diligências e a anular outras 28.957, escreve o jornal Público. Ao todo, foram desmarcadas 51.402 diligências, frisa o matutino na sua edição desta segunda-feira, …

311 mortes e uma subida de 4% nos casos confirmados em Portugal. Recuperados quase duplicaram

O número de mortes em Portugal relacionadas com a Covid-19 ultrapassou a barreira das 300, situando-se nas 311 vítimas, mais 16 do que no domingo. O número de recuperados também cresceu para 140. Os casos …

"Uma vergonha para o país". Morte de ucraniano leva a "mudanças profundas" no funcionamento do SEF

O ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, disse esta segunda-feira que vai haver “mudanças profundas no modelo de funcionamento do Centro de Instalação Temporária do SEF no aeroporto de Lisboa, na sequência do caso da …

City abre processo a Kyle Walker por festa com prostitutas durante quarentena

Kyle Walker, futebolista do Manchester City, viu o clube instaurar-lhe um processo disciplinar, depois de este ter, alegadamente, quebrado a obrigação de confinamento devido à COVID-19 numa festa com prostituas. “Os futebolistas são modelos a seguir …