Alguns exoplanetas podem ter demasiada água para hospedar vida

M. Kornmesser / European Southern Observatory

Conceito artístico do planeta Próxima b em órbita da sua estrela, Próxima Centauri

Conceito artístico do planeta Próxima b em órbita da sua estrela, Próxima Centauri

Um grupo de astrofísicos da Universidade de Berna, na Suíça, descobriu que os planetas que orbitam estrelas anãs vermelhas podem ter elevadas quantidades de água, o que pode torná-los inabitáveis.

Os cientistas realizaram simulações da evolução de planetas, incluindo o exoplaneta Proxima b – que orbita a zona habitável da estrela anã vermelha Proxima de Centauro.

“Os modelos estudados são semelhantes em termos de massa aos que foram observados recentemente”, disse Yann Alibert, do Centro de Espaço e Habitabilidade da Universidade de Berna.

Alibert destacou que os exoplanetas como o Proxima b são, normalmente, muito pequenos e possuem grandes quantidades de água.

Segundo os especialistas, em 90% dos planetas estudados, a massa total consistiu em mais de 10% de água. Considerando que a Terra tem apenas 0,02% de água, a diferença é substancial.

À primeira vista, a existência de água em planetas que orbitam anãs vermelhas pode parecer uma oportunidade incrível para a evolução de vida, mas uma enorme oferta de água pode não ser necessariamente algo positivo.

“Enquanto a água líquida é geralmente vista como um ingrediente essencial, uma grande quantidade de uma coisa boa pode ser mau”, disse Willy Benz, coautor do estudo publicado no jornal Astronomy and Astrophysics.

De acordo com os cientistas, estudos anteriores revelaram que os planetas dominados por água parecem ter climas instáveis que funcionam contra a evolução da vida, destruindo o seu potencial.

Incluindo o facto de os exoplanetas estarem demasiado perto da sua estrela anã e serem constantemente atingidos com grandes doses de radiação, os investigadores afirmam que a única vida possível nesses mundos teria de existir a grande profundidade.

“Sejam habitáveis ​​ou não, o estudo dos planetas que orbitam estrelas com pouca massa provavelmente irá melhorar o nosso conhecimento sobre a formação de planetas, evolução e potencial de habitabilidade”, disse Benz.

As anãs-vermelhas são o tipo de estrelas mais comum da nossa galáxia e, na maioria, são orbitadas por mundos potencialmente habitáveis.

Portanto, ainda há uma grande possibilidade de existir algum exoplaneta que possua a quantidade certa de água para hospedar vida – mas, para já, só podemos especular.

BZR, ZAP / Hypescience

PARTILHAR

RESPONDER

Autópsias de infetados com covid-19 mostram coágulos sanguíneos em vários órgãos

Investigadores do Centro Médico Langone de Nova Iorque, nos Estados Unidos, analisaram as autópsias de várias pessoas infetadas com covid-19 que mostram a presença de vários sanguíneos em vários órgãos, Na nova investigação, cujos resultados foram …

Abundância de metais raros aponta para uma estrela companheira desaparecida da supernova Cassiopeia A

Uma análise espectroscópica por astrofísicos do instituto RIKEN (Japão) sugere que a estrela massiva que explodiu para formar a supernova conhecida como Cassiopeia A provavelmente tinha uma estrela companheira que ainda não foi descoberta. Isto …

BMW vai começar a cobrar mensalidade pelo smart cruise e aquecedores de assentos

A BMW vai começar a cobrar uma mensalidade ou anuidade aos condutores por várias funcionalidades opcionais dos seus automóveis. Smart cruise, faróis inteligentes e aquecedores de assentos são algumas funções que passarão a ser cobradas periodicamente …

Uma boa higiene oral ajuda a travar a covid-19. Os especialistas explicam porquê

Especialistas espanhóis defendem que uma boa higiene oral ajuda a travar a covid-19, uma vez que o novo coronavírus se concentra inicialmente no nariz e boca, sendo também expelido através destas vias. "Na fase inicial …

"Muito angustiado". Papa diz sofrer com a transformação de Santa Sofia em mesquita

O Papa Francisco afirmou este domingo estar "muito angustiado" com a conversão, decidida pela Turquia, da antiga basílica de Santa Sofia numa mesquita, após a oração dominical do Angelus. “O mar leva o meu pensamento um …

Gestor de ativos norte-americano diz que o ouro é o "verdadeiro bitcoin" (e explica porquê)

Um gestor de ativos norte-americano disse, em entrevista à CNBC, que acredita que o outro é o "verdadeiro bitcoin" - e explicou porquê. O preço do ouro, "investimento-refúgio" racional para investidores em tempos de crise …

Fortuna de Jeff Bezos não pára de engordar. Acabou de atingir um novo recorde

A fortuna do fundador e CEO da Amazon, Jeff Bezzos, acaba de quebrar um novo recorde ao atingir os 182,6 mi milhões de dólares. Os números foram avançados esta semana pela revista Forbes, que detalha que …

Portugal não pode chegar ao inverno com a situação atual, alerta epidemiologista

Portugal corre o risco de não conseguir responder a um ressurgimento de casos de covid-19 no inverno, afirmou este sábado o médico de Saúde Pública Ricardo Mexia, considerando que o país não pode chegar a …

Pela primeira vez, nasceu um raro par de elefantes gémeos no Sri Lanka

Um raro par de elefantes gémeos foi encontrado num parque nacional no Sri Lanka. É a primeira vez que o país regista crias gémeas, que são extremamente raros em elefantes. Os dois animais, que terão entre …

Teste aos forcados e lotação reduzida. Publicadas as novas regras para as touradas

A temporada taurina retoma com praças com lotação de 50%, uma reivindicação do sector que viu este sábado ser publicada pela Inspeção-Geral das Atividades Culturais (IGAC) uma acualização às normas discutidas com a DGS. “O que …