“Alguém está a proteger os raptores de Maddie”

met.police.uk

Maddie McCann

Maddie McCann

Um detective privado que investigou o desaparecimento de Madeleine McCann, a menina britânica que desapareceu da Aldeia da Luz, no Algarve, em 2007, acredita que ela pode estar viva e em Portugal, prisioneira de alguém.

Dave Edgar, um antigo polícia britânico que agora é detective privado, investigou o desaparecimento de Madeleine McCann que aconteceu num resort turístico no Algarve, em 2007, enquanto os pais, Kate e Gerry McCann, jantavam com amigos num restaurante.

A teoria deste antigo polícia é que a menina está viva e possivelmente em cativeiro, presa por alguém, algures em Portugal.

Uma ideia que contraria aquela que é defendida por uma especialista criminal que está certa de que Maddie morreu no Algarve, por “negligência e medicação” e consequentemente, por responsabilidades dos pais.

Dave Edgar diz estar certo da inocência dos McCann, notando no jornal britânico The Mirror que olhou para “todos os factores – motivo, preparação, oportunidade” e que “não há absolutamente nada” contra o casal britânico.

“Se tivesse encontrado qualquer prova contra Kate e Gerry, tê-la-ia entregue à polícia imediatamente. Kate e Gerry não esperariam menos do que isso. Mas não encontrei nenhum vestígio de prova”, salienta o antigo polícia.

Dave Edgar investigou o desaparecimento da criança para o Fundo Find Madeleine, criado pelos próprios McCann, que portanto custeou as despesas do detective.

“Alguém sabe o que aconteceu”

“Alguém está a proteger os raptores de Madeleine McCann”, acredita Dave Edgar, conforme confidencia ao The Mirror, notando que o possível rapto pode ter tido motivações sexuais e sido perpetrado por uma potencial rede de tráfico de crianças.

“Alguém sabe o que aconteceu e é altura de aparecer”, destaca o detective, apelando ao “coração” de quem sabe alguma coisa, para “se chegar à frente” e revelar o que aconteceu.

Waerfelu / Wikimedia

Maddie McCann

Maddie McCann

Dave Edgar destaca que entregou os documentos que reuniu, durante a sua investigação de três anos, às autoridades britânicas, em 2011, e destapa alguns detalhes sobre as pistas que a polícia seguiu, na altura.

Entre os vários potenciais suspeitos investigados está Raymond Hewlett, um britânico condenado por pedofilia que vivia perto do resort, em 2007, e que morreu em 2010, vítima de cancro, na Alemanha.

Dave Edgar destaca que o perfil deste homem se enquadra na ideia de “um suspeito principal”, mas realça que não havia provas contra ele, caso contrário teria sido detido.

Outro suspeito investigado foi o português Euclides Monteiro, um toxicodependente e ex-trabalhador do resort que faleceu em 2009, num acidente de tractor. Dave Edgar alega que a polícia portuguesa ficou “convencida que tinha sido ele”.

Aquilo que é certo é que “houve uma muito estreita janela de oportunidade para fugirem com Madeleine”, considera o detective privado, considerando que acredita que foi um rapto “planeado” e feito com “algum nível de vigilância”.

“Se o motivo foi prostituição infantil relacionada com gangues, pode ter havido mais do que um envolvido”, acrescenta.

Dave Edgar também constata que “até ao momento em que um corpo seja encontrado, é uma investigação viva e há sempre esperança” de encontrar Maddie.

SV, ZAP //

PARTILHAR

13 COMENTÁRIOS

  1. Haja é dinheiro para os pais e sabujos porque nunca ninguém quis saber da menina,até os abutres da comunicação estavam aí porque eram pagos e passados estes anos é mais que evidente que se passou e será o propio tempo a desvendar o crime

    • A última teoria veio à tona com escândalo Pizzagate/Pedogate. Quem daqui já se cruzou com a ideia dos irmãos Podesta serem os raptores? Comparem os retratos robô que sairam a público com as fotos deles. Assustadoras as semelhanças…E ainda por cima, o neto do Sigmund Freud tinha casa lá ao pé do apartamento dos McCann, onde inclusive foram convidados por ele para ir lá a casa. Sendo que é de conhecimento público que esse Freud é um pedófilo…

  2. Se fosse rapto não tinham raptado só a menina mas também os gemeos!! Querem deitar areia p/ os olhos das pessoas. Se fosse em Inglaterra c/ casal português que não tivesse a protecção politica q este casal tem, neste momento já teriam sido julgados por abandono não de 1 mas de 3 crianças e as outras crianças tinham lhes sido imediatamente retirada. Até nestes casos os polticos se metem e justiça não é para todos.

  3. E lamentável o que aconteceu e de algum modo… Portugal ficou manchado com isso. Como mãe, acredito que seja melhor que mesmo quem esteja hospedado num risort de luxo não descuide da segurança dos filhos. Infelizmente não estamos nunca a espera que nos leve o filho mas por outro lado acho que morta não está. Por que cargas d’agua a mãe mataria 1 e deixava outos dois?

    • Se ela tivesse dado aos gemeos a dose que deu á Maddie teria morto os três, assim foi só uma, teve foi azar de ter dado uma dose mais forte que a que devia, não a matou de propósito.

  4. Não deve haver grande duvida de que os pais estão envolvidos até ao pescoço. O problema é serem quem são.
    Porque se investe tanto neste único caso? O que dizer a muitos outros pais em que de facto os filhos foram raptados? Neste caso concreto, há um aspecto que ficou bem claro para o mundo… De facto não temos todos os mesmos direitos e o mesmo tratamento. É descaradamente desproporcional a importância que se dá aos ricos comparada com os mais pobres. O povo deixa passar mas não esquece e o resultado disso não é bom. Depois não reclamem quando alguém num ato de revolta resolve abalroar com um carro o povo no meio da rua mesmo que inocente. Continuem a fechar os olhos e a atirar com as culpas para o Estado Eslamico

  5. Creuza. Porque só precisavam dos ou do, órgão de uma e não de mais, para doar a um elemento “gordo” inglês. Alguma criança, algures em Inglaterra, está “vivinha da costa”, e a Maddie, enterrada na igreja junto ao Resort , com o conhecimento do Padre.

    • Também foi desde o princípio desta anedota, a minha opinião. Porque motivo estavam eles (os pais) todos os dias metidos na igreja?

  6. Espera ai. O detective é pago pelos McCann e diz que os pais nada têm a ver com o desaparecimento da menina? Uau. Quem diria que o homem conseguiria uma conclusão tão “avalizada”.

    Agora concluo eu: Quem é que protege os McCann de homicídio involuntário, ocultação de provas além de serem maus, péssimos, abomináveis pais?

    Por muito menos que isso tiraram filhos a portugueses na terra dos bifes.

  7. Há britânicos que devem muito a inteligência, porra, nem sei como é que estes tipos chegam a ser investigadores. Todos os suspeitos deste ex policia “ilusionista” já faleceram, assim como a pobre coitada daquela criança que teve o azar de pertencer a uma família irresponsável, alcoólicos e mentirosos, porque é que esse ex policia “ilusionista” não investigada David Payne por exemplo? Decerto não convém! A única coisa que esta bem viva na cabeça deste ex policia “ilusionista” é a burrice que teima em não o abandonar e de uma vez por todas ver o que realmente toda a gente vê mesmo não sendo investigador. Haja dinheiro para continuar a sustentar este “ilusionista”.

  8. Ola,…, este Senhor foi pago pela fundação apoiada pelo Papás. DÁ QUE PENSAR, NÃO É? Ninguem ate hoje defendeu esta teoria que tanto protege os Papázinhos. Deixa-se o raciocinio a cada um.

  9. Estes detectives de bancada são extraordinários já apanharam os culpados e já os julgaram…enfim.
    O Amaral pensava que dando uma carga de porreda nos pais eles iam confessar como confessou a mãe da Joana…com o empurrão pelas escadas abaixo…isto é o que chamo investigação cientifica ou alcoviteira?

RESPONDER

DiCaprio explica como reverter a crise climática

Ice on Fire é um documentário HBO produzido e narrado pelo ator norte-americano Leonardo DiCaprio que retrata a atual crise climática. A grande produção foi discutida esta segunda-feira em Lisboa, onde se falou do contexto …

Descoberto fóssil de macaco que viveu há 4,2 milhões de anos no Quénia

Uma equipa internacional de investigadores descobriu restos fósseis de um pequeno macaco que viveu no Quénia há 4,2 milhões de anos. Os responsáveis pela investigação, que será publicada na revista Journal of Human Evolution, são cientistas …

Air France acusada de negligência no desastre do voo Rio de Janeiro-Paris

A justiça francesa acusou a Air France de negligência, na sequência da investigação ao acidente aéreo do voo Rio de Janeiro-Paris, que causou 228 mortos em 2009, confirmou esta quarta-feira a AFP. O Ministério Público considerou …

Governo "está preparado” para eventual greve dos camionistas

O ministro do Trabalho, Vieira da Silva, disse esta quarta-feira que “não perdeu as esperanças no esforço de conversação” com os representantes dos camionistas, mas garantiu que “o Governo está preparado para o que vier …

Carga misteriosa e contradições nos passageiros. Revelados novos dados sobre o MH370

A França é o único país que continua a investigar o desaparecimento do voo MH370 da Malaysia Airlines em Março de 2014. E emergem novos dados sobre o que apuraram os magistrados envolvidos no caso, …

Foi avistada uma alforreca gigante no Reino Unido

A alforreca gigante, a maior alguma vez encontrada em águas britânicas, foi avistada na Cornualha, no Reino Unido, no sábado, por uma bióloga e repórter da BBC. Segundo o Washington Post, a criatura foi avistada, no …

Montepio condenado a ressarcir cliente que culpou de ataque informático

O Tribunal da Relação de Guimarães condenou o banco Montepio a pagar a uma cliente de Barcelos os 28.596 euros que em quatro dias foram retirados da sua conta, na sequência de ataque informático. Por acórdão …

Crew Dragon. Já se sabe o que causou a misteriosa explosão da nave da SpaceX

A NASA e a SpaceX explicaram, finalmente, o motivo da explosão da nave espacial Crew Dragon. Apesar de terem sido divulgadas imagens da explosão, nenhuma das agências explicou as razões do desastre. As imagens da nave …

Turistas britânicos encorajados a afixar cartazes de Maddie durante as férias

Turistas britânicos com viagens marcadas para o estrangeiro estão a ser encorajados a levar cartazes de Madeleine McCann pela campanha oficial lançada pelos pais para encontrar a criança inglesa desaparecida em Portugal em 2007. “Vai de …

Crianças preferem ser YouTubers do que astronautas

A maioria das crianças entrevistadas prefere mais ser YouTuber do que ser astronauta. De uma lista de cinco profissões, a de cosmonauta foi a menos escolhida entre crianças americanas e britânicas. Há 50 anos, a ida …