Algarve perdeu 50% de visitantes espanhóis em 2013

Florida Turnpike / Flickr

-

A Plataforma Hispano-Portuguesa de Afectados pelas Portagens da Via do Infante (A22) revelou que o Algarve teve uma quebra de 50 por cento no número de visitantes espanhóis em 2013.

Na sua segunda reunião, realizada esta quinta-feira em Ayamonte (Espanha), a Plataforma decidiu enviar convites a outras forças políticas e associações empresariais e realizar um almoço a 13 de Dezembro, em local ainda a definir, para decidir formas de luta futuras para combater as portagens na A22 e que podem incluir uma acção na ponte internacional do Guadiana, ligação entre Portugal e Espanha a sul.

No final do encontro, João Vasconcelos, da Comissão de Utentes da Via do Infante, anunciou que a estrutura vai entretanto pedir reuniões ao presidente da Comunidade Intermunicipal do Algarve e autarca de Tavira, Jorge Botelho, e ao novo secretário-geral do PS, António Costa, para perceber a sua posição relativamente às portagens na A22 e aos impactos negativos que tem tido na economia transfronteiriça.

A Plataforma deu-se hoje a conhecer às associações, forças políticas e particulares em Ayamonte e fez uma avaliação “muito negativa” do impacto que as portagens na A22 – antiga auto-estrada Sem Custos para o Utilizador (SCUT) – teve para o Algarve e a Andaluzia, assim como para a província espanhola mais próxima da fronteira, a de Huelva.

Ao longo do encontro tomaram a palavra representantes dos quatro colectivos que integram a Plataforma – a Comissão de Utentes da Via do Infante e o Bloco de Esquerda, do lado português, e as forças políticas Podemos e Izquierda Unida, do lado espanhol – e foram feitos apelos a uma ação ativa, concertada e mais alargada para acabar com as portagens na A22.

“Ayamonte teve menos 30 por cento de visitantes portugueses no último ano e no Algarve houve menos 50 por cento de espanhóis. O tráfego de transporte é praticamente inexistente na Via do Infante, o que há é de particulares. Isto supõe cerca de 25 por cento de quebra na actividade económica da província [de Huelva] e em Portugal o prejuízo é cifrado em 30 milhões ao ano”, afirmou Fernando Vaquero, de Podemos.

A mesma fonte cifrou em “12 milhões de euros os prejuízos registados na economia da província de Huelva em 2013”, aos que se somaram “2,5 milhões de perdas em receitas fiscais”, enquanto no turismo da província, “que tinha 90 por cento dos 150.000 visitantes anuais proveniente do aeroporto de Faro”, o valor “caiu 10 por cento” e houve “prejuízos de 1,5 milhão de euros na hotelaria, restauração e serviços associados”.

O golfe, que “era um baluarte para combater a sazonalidade do turismo em Huelva, sofreu também uma quebra de 50 por cento”, acrescentou.

A Plataforma quer “convencer as autoridades portuguesas e europeias, com ajuda das autoridades espanholas”, a acabar com o pagamento de portagens na Via do Infante devido ao “impacto económico, social e cultural negativo” que representou, disse António Miravent, da Izquierda Unida.

/Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Como sempre, os cálculos são míopes, de curto prazo, e sem consultar ninguém. Embolsam de imediato 100 não querendo saber dos 1000 que vão perder. Quem vier a seguir que feche a porta. E assim continuam sacrificando alegremente o futuro deste pais.

RESPONDER

Uso de máscara pode salvar 130 mil vidas nos EUA até final de fevereiro, revela estudo

As medidas de distanciamento social, principalmente o uso de máscaras em público, podem salvar até 130 mil vidas nos Estados Unidos (EUA), revelou um novo estudo divulgado na sexta-feira. Em abril, o Presidente dos Estados Unidos …

A guerra contra o plástico está a distrair-nos da poluição invisível

O atual foco na poluição de plástico está a fazer com que as pessoas descurem o tipo de poluição que não é possível ver, alerta uma equipa de investigadores. O plástico é um material incrivelmente útil …

A pandemia veio interromper as touradas no Peru. Mas há quem não esteja muito satisfeito com isso

Em poucos meses a pandemia do novo coronavírus conseguiu um feito há muito desejado por ativistas de todo o mundo: interrompeu as touradas. O cancelamento dos espetáculos - criticados pela sua violência para com os …

Dezenas de sites franceses com propaganda islâmica após pirataria informática

Várias dezenas de pequenos websites franceses foram afetados por uma onda de pirataria informática, publicando mensagens de propaganda islâmica, indica hoje a agência noticiosa France-Press (AFP). Mensagens como “Vitória para Maomé, vitória para o Islão e …

Jogos Olímpicos em 2021 vão mostrar que "humanidade derrotou o vírus"

O primeiro-ministro japonês, Yoshihide Suga, disse esta segunda-feira que o país está "determinado" em organizar os Jogos Olímpicos no verão de 2021 e declarou que o evento servirá "como prova de que a humanidade derrotou …

Herdeiro da Samsung assume as rédeas da empresa depois da morte do pai

Lee Jae-Yong, filho do presidente da Samsung, assumiu a liderança da empresa depois do seu pai ter falecido este domingo. O herdeiro assume as rédeas numa altura em que a gigante da tecnologia procura evoluir. Sob …

Vídeos de suicídios, abortos ou abusos sexuais. Ex-moderadora do YouTube descreve pesadelo (e processa plataforma)

Uma ex-moderadora do YouTube apresentou uma queixa contra a plataforma na segunda-feira, acusando-a de não proteger os funcionários que são sujeitos a uma análise e remoção de vídeos violentos publicados na página. O processo contra o …

Resultados nos Açores levam PS a pensar em eleições antecipadas

O PS voltou a ganhar as eleições regionais dos Açores, obtendo 39,13% dos votos, o que não garante a maioria absoluta. Os resultados levam o partido a pensar já em eleições antecipadas. "[O governo regional] está …

"Ainda não sei bem o que fiz". João Almeida e Rúben Guerreiro de volta a Portugal

João Almeida e Rúben Guerreiro foram duas das maiores figuras desta edição do Giro, a volta a Itália em bicicleta. Os dois ciclistas aterraram esta segunda-feira, em Lisboa, e parece que ainda não perceberam a …

Autarca de Pedrógão Grande critica "péssima investigação" sobre reconstrução de casas

O presidente da Câmara de Pedrógão Grande acusou o Ministério Público e a Polícia Judiciária de terem feito uma "péssima investigação" no processo sobre a reconstrução das casas, cujo julgamento se iniciou esta segunda-feira. "[As acusações] …