Ministério Público investiga nova queixa de violência na esquadra de Alfragide

Tiago Petinga / Lusa

Um homem cabo-verdiano terá sido agredido na esquadra da PSP, em Alfragide, a 7 de fevereiro, o que terá motivado a hospitalização da vítima durante três dias. O Ministério Público já está a investigar.

Avelino, de 50 anos, terá sido detido no bairro 6 de maio, no concelho da Amadora, quando aquela autarquia procedia à demolição de algumas casas. O homem de origem cabo-verdiana ter-se-à recusado a abandonar a sua habitação, segundo o Diário de Notícias.

Segundo a PSP, o homem terá resistido às ordens das autoridades e agredido três agentes, tendo a polícia instaurado a respetiva queixa judicial.

De acordo com o inquérito agora aberto pelo Departamento de Investigação e Ação Penal – DIAP – da Amadora, os agentes levaram o homem algemado até à esquadra de Alfragide, tendo agredido durante o caminho e já nas instalações policiais. As agressões levaram ao internamento de Avelino no hospital Fernando da Fonseca durante três dias.

O caso chegou a público através do vereador do PCP Francisco Santos, na última reunião da Câmara da Amadora, tendo este alertado para “algumas semelhanças nas narrativas policiais” entre este episódio de alegada violência policial e as situações descritas na acusação do Ministério Público contra 18 agentes dessa mesma esquadra.

Segundo o DN, há suspeita de que alguns desses 18 agentes possam estar também envolvidos neste novo caso. No entanto, só depois dos reconhecimentos feitos em sede da investigação judicial se poderá confirmar oficialmente, ou não, esta suspeita.

A queixa deu entrada no DIAP depois de ser conhecida a acusação contra os 18 agentes mas isso não passará de uma coincidência, segundo Paulo Azevedo, o advogado da vítima (que confirmou o relato do vereador), já que desde fevereiro “que estão a ser recolhidas provas para sustentar a denúncia“, explica.

O vereador do PCP reafirmou as declarações da reunião da autarquia e contou que visitou o Senhor Avelino, “depois deste sair do hospital e que este lhe mostrou ‘meio envergonhado'” os “hematomas que tinha por todo o corpo, na barriga, costas e principalmente nas nádegas, onde disse que lhe tinham dado palmatoadas com bastões”.

Francisco Santos sublinha que não pretende “fazer qualquer julgamento precipitado e injusto”, mas não deixa de assinalar “as semelhanças dos relatórios policiais produzidos nas duas ocasiões e os resultados sofridos pelos cidadãos detidos pelos agentes da esquadra de Alfragide”.

O vereador chama ainda a atenção para “o progressivo abandono do policiamento de proximidade, que na Amadora passou a ser substituído por um conceito de intervenção musculada, parece ser pouco adequado para uma cidade em que coabitam e coexistem mais de quarenta nacionalidades”.

O que “incomoda” Francisco Santos “não é a esquadra em si”, pois não “acredita que aqueles polícias possam agir daquela forma sem orientação e conhecimento superior“. Apela a que, caso a acusação do MP “venha a ser confirmada em sede de julgamento” que sejam apuradas “responsabilidades a outros níveis, nomeadamente sobre as orientações do Comando da Divisão da Amadora no período em que os factos ocorreram”.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Governo disponível para retomar reuniões no Infarmed (mas nega falta de informação)

O Governo manifestou esta quinta-feira “abertura para retomar as reuniões” no Infarmed sobre o ponto de situação da epidemia de covid-19, mas rejeitou falhas na informação ao parlamento e aos partidos. Na conferência de imprensa do …

Israel e Emirados Árabes Unidos alcançam "acordo histórico" mediado pelos Estados Unidos

O Presidente norte-americano, Donald Trump, anunciou esta quinta-feira que Israel e os Emirados Árabes Unidos concordaram em estabelecer relações diplomáticas plenas, como parte de um acordo para impedir a anexação israelita de terras ocupadas pelos …

Em contingência, Câmaras de Lisboa passam a definir horários do comércio. O (pouco) que muda este sábado

A generalidade de Portugal continental continuará em situação de alerta e a Área Metropolitana de Lisboa em situação de contingência até ao final do mês devido à pandemia de covid-19, anunciou o Governo. Segundo explicou esta …

Três meses depois do anúncio, o apoio de emergência às Artes ainda não chegou

Cinquenta das 311 entidades abrangidas pela Linha de Apoio de Emergência às Artes, dotada de 1,7 milhões, ainda não tinham esta quinta-feira recebido o valor que lhes foi atribuído, três meses depois do anúncio dos …

Avaliação dos professores, "mock exams" e testes no outono. Britânicos podem "escolher" as próprias notas

O Governo britânico deu aos estudantes de liceu três alternativas diferentes para obterem o resultado das suas avaliações deste ano letivo, que foi atípico devido à pandemia de covid-19. De acordo com o jornal britânico The …

Governo reitera que não há exceções para a Festa do Avante. Críticas multiplicam-se

A ministra de Estado e da Presidência destacou que o Governo “não tem competências legais ou constitucionais” para proibir iniciativas políticas como a Festa do Avante!, mas salientou que não serão admitidas exceções às regras. Na …

Trabalhadores que estiveram em lay-off durante pelo menos 30 dias também vão ter bónus

O Conselho de Ministros aprovou um decreto-lei que clarifica que os trabalhadores que estiveram em lay-off por mais de 30 dias consecutivos, mesmo sem completar um mês civil, vão receber o complemento de estabilização. "Criado com …

Marcelo pede tolerância zero contra o racismo (e pede “sentido nacional” a Governo e oposição)

O Presidente da República recomendou esta quinta-feira aos democratas “tolerância zero” e “sensatez” para combater o racismo, ao comentar as ameaças de que foram alvo três deputadas e outros sete ativistas. “Os democratas devem ser muito …

43% das escolas no mundo sem condições de higiene para reabertura segura

Mais de 40% das escolas no mundo não têm acesso a condições básicas de higiene, como água para lavar as mãos e sabão, aumentando os riscos de reabertura no contexto da pandemia de covid-19, alertam …

Mais seis mortes, 325 novos casos e 237 recuperados

Portugal regista esta quinta-fira mais seis mortes por covid-19, 325 novos casos de infeção e mais 237 pessoas dadas como recuperadas em relação a quarta-feira, segundo o boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo …