Alexei Navalny, opositor de Putin, em estado grave e em coma. Suspeita-se de envenenamento

O dirigente da oposição russa, Alexei Navalny, de 44 anos, foi esta quinta-feira hospitalizado por suspeitas de envenenamento e está sob tratamento intensivo, disse a sua porta-voz numa mensagem publicada na rede social Twitter.

O principal opositor do Presidente russo Vladimir Putin sentiu-se mal durante um voo quando regressava a Moscovo proveniente de Tomsk, uma cidade na Sibéria, disse a porta-voz Kira Yarmysh.

A porta-voz disse à estação de rádio Echo Moskvy que durante o voo Navalny estava a suar e pediu-lhe que falasse para poder “concentrar-se no som de uma voz”. Navalny foi à casa de banho e perdeu a consciência. O avião fez uma aterragem de emergência em Omsk, na Sibéria, devido ao agravamento do estado de saúde de Navalny.

Segundo a porta-voz, Kira Yarmysh, “Alexei foi envenenado, intoxicado” e “agora está nos cuidados intensivos” no hospital de Omsk, na Sibéria. “Achamos que Alexei foi envenenado com algo misturado no chá. Ele não bebeu mais nada esta manhã”, disse, acrescentando que “os médicos relataram que o veneno foi rapidamente absorvido pela bebida quente”.

Navalny está em coma e ligado a um ventilador nos cuidados intensivos.

Vyacheslav Gimadi, advogado da fundação Navalny, disse que a equipa vai solicitar ao Comité de Investigação da Rússia que abra uma investigação criminal.

Navalny foi preso a 24 de julho de 2019 na capital russa, em plena escalada do protesto devido à rejeição de candidatos da oposição às eleições locais agendadas para 8 de setembro. Mais tarde, foi condenado a 30 dias de prisão por “repetidas violações das regras de organização das manifestações”.

Nesse mesmo ano, Navalny foi levado às pressas da prisão para um hospital, onde cumpria pena após uma prisão administrativa, com o que a sua equipa disse ser suspeita de envenenamento. Na altura os médicos disseram que ele teve um grave ataque alérgico e mandaram-no de volta para a prisão no dia seguinte.

Principal opositor a Vladimir Putin, o advogado, cujas publicações anticorrupção são amplamente partilhadas nas redes sociais, já sofreu ataques no passado.

Em 2017, Navalny foi pulverizado nos olhos com um desinfetante quando deixava o seu escritório.

Navalny, os seus apoiantes e famílias são regularmente submetidos a prisões, revistas e pressão policial em toda a Rússia. maioria dos oponentes moscovitas atualmente cumpre penas curtas de prisão, enquanto a organização de Navalny, o Fundo Anticorrupção, está sob investigação por “lavagem de dinheiro”.

A justiça russa chegou a congelar a 8 de agosto as contas da organização, depois do Comité de Inquérito russo ter anunciado a abertura de um processo judicial contra aquela entidade liderada por Navalny, acusado de receber ilegalmente cerca de mil milhões de rublos (13,6 milhões de euros). Também as casas de vários colaboradores foram então alvo de buscas.

O fundo de luta contra corrupção, gerido por Navalny, está na origem de vários inquéritos sobre a vida faustosa e a corrupção de membros da elite russa. Ignorado pelos meios de comunicação social públicos, Navalny é muito comentado nas redes sociais, nas quais as suas publicações contabilizam sempre muitas partilhas.

Uma das publicações, que acusa o primeiro-ministro, Dmitry Medvedev, de estar à frente de um império imobiliário, totalizou 31,5 milhões de visualizações no YouTube.

Numa outra investigação, o Fundo Anticorrupção acusa a vice-presidente da câmara de Moscovo, Natalia Sergounina, de desviar milhões de rublos de dinheiro público da administração do parque imobiliário da cidade.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. A “democracia” herdeira da ditadura do proletariado em todo o seu esplendor… O livro VIII da República de Platão é bem claro a respeito das sucessivas formas de governo: timocracia, aristocracia, democracia, tirania. Pergunto-me em que fase estarão os russos….

    • Ah??
      Em que planeta vives?!
      O que tem o BE a ver com o Putin?
      Ou mesmo o PCP?
      Será que ainda não chegou aí a notícia do fim da URSS?…
      Nos últimos 20 anos, o Partido Comunista Russo tem tido apenas cerca de 10% dos votos!…
      Em Portugal, o partido mais parecido com o ditador Putin da Rússia é, de longe, o Chega (de Ventura)!
      Não falta nada ao Putin para ser considerado um dos grandes ditadores de extrema-direita da atualidade (a par do Erdogan da Turquia, ou do Duterte das Filipinas): populista, autoritário, fascista, nacionalista, conservador, tradicionalista, protecionista, anti-globalizacao, racista, xenófobo, apoiante da Igreja, capitalista (o Putin é um dos homens mais ricos do mundo, e a Rússia tem impostos baixos para os mais ricos), etc, etc, etc….

  2. A receita habitual, sempre que aparece um opositor ou crítico do regime russo o seu destino parece ser mais ou menos este e isto já acabou, “dizem”, lá o comunismo, imagine-se agora todas as patifarias que o tal regime, escola dos nossos esquerdalhas, deveria praticar sem nunca sair cá para fora pitada do que lá se passava. Por cá orgulhosamente para não estarmos sós em democracia, aceitam-se estes tentáculos destas ditaduras implacáveis.

  3. Desde de tempos passados a Sibéria é o paraíso dos opositores ao tiranos russos. A substituição no poder é feita através do envenenamento.Para que eleição? Usa-se o método mais prático. Assim,aconteceu a Leon Trotsky,Lenin,,Boris Yeltsin,Leonid Breshnev, e aí por diante. Trotsky foi fuzilado no México,onde estava escondido.Nada adiantou.A Europa está lembrada do casal de cientistas,que estavam exilados no Reino Unido e que foram atingidos por gases tóxicos? Aconteceu há meses e a notícia saiu em todos telejornais e fica por isso mesmo. Avaliem como não é na China de Ping. É o Ping-putin. É o que pensa joaoluizgondimaguiargondim. jlg21.com@mail.com.

RESPONDER

Abominável (e falso) Homem das Neves. Líder russo usou Yeti para atrair turistas para a Sibéria

Um dos líderes regionais mais antigos de Vladimir Putin confessou ter encenado avistamentos falsos de Yetis numa tentativa de encorajar o turismo na Sibéria. Aman Tuleev, um dos líderes regionais de longa data do Presidente russo …

Irão já está a enriquecer urânio a 60%

O Irão avisou e já está a cumprir. Menos de uma semana depois de ter acusado Israel de um ataque contra a sua principal central nuclear, o país diz estar a enriquecer urânio com uma …

Salvini vai a julgamento em Itália por bloqueio de migrantes em navio

Matteo Salvini, líder do partido de extrema-direita italiano Liga, vai ser julgado por acusações de sequestro pela sua decisão de impedir o desembarque de 147 migrantes resgatados no Mediterrâneo pela Open Arms, em agosto de …

Maldivas ponderam oferecer vacinas aos turistas

As Maldivas estão a ponderar dar aos turistas a vacina contra covid-19 quando chegarem para férias, de modo a incentivar o turismo. As Maldivas estão prontas para enfrentar a concorrência acessa assim que o turismo reabrir …

SOS Racismo diz que SEF atentava contra direitos dos imigrantes e aplaude extinção

O Governo decidiu extinguir o SEF e substituí-lo pelo novo Serviço de Estrangeiros e Asilo, com diferentes moldes de funcionamento. A associação SOS Racismo congratulou-se este sábado com a extinção do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras …

Vem aí a Transporter, a van elétrica (e totalmente autónoma) para serviços de entregas

A Mobileye, uma subsidiária da Intel, fechou uma parceria com a startup Udelv para lançar um serviço de entregas em grande escala e com veículos totalmente autónomos já em 2023. A Mobileye, uma subsidiária da Intel …

Ensino à distância roubou a muitos universitários a licenciatura de que estavam à espera

A pandemia de covid-19 obrigou o ensino superior a reinventar-se e se alguns cursos conseguiram adotar o modelo online sem prejuízos, noutros casos o ensino a distância impediu aulas práticas, roubando aos estudantes a licenciatura …

Fernando Medina de pedra e cal em Lisboa. Carlos Moedas não ameaça socialista

Numa sondagem feita pela Intercampus para o jornal Novo, a coligação PSD-CDS surge mais de 20 pontos percentuais abaixo do provável recandidato socialista.  Fernando Medina poderá reforçar em cinco pontos percentuais a votação que teve em …

No Brasil, mais de 40 pessoas foram vacinadas por engano contra a covid-19

O caso está a gerar polémica no Brasil, uma vez que, entre o grupo vacinado, está uma grávida e crianças com idades entre os seis meses e seis anos. Um total de 46 pessoas que precisavam …

O último adeus ao príncipe Filipe, duque de Edimburgo

O funeral do príncipe Filipe, que faleceu há uma semana com 99 anos, esteve em preparação durante 18 anos. O próprio duque de Edimburgo esteve envolvido no seu último adeus, que se realizou este sábado …