/

Navalny hospitalizado por reação alérgica grave. Pode ter sido envenenado

Vladimir Varfolomeev / Flickr

Alexei Navalny numa marcha de apoio a presos políticos

Alexei Navalny foi detido esta semana por ter apelado à participação na manifestação de sábado. Este domingo foi transferido para um hospital, com a cara inchada e vermelhidão na pele.

O dirigente da oposição russa Alexei Navalny, detido esta semana, foi transferido, este domingo, da prisão para um hospital devido a “uma reação alérgica grave”, indicou a sua porta-voz.

Kira Yarmysh explicou numa mensagem na rede social Twitter que Navalny foi hospitalizado com “a cara inchada e vermelhidão na pele“. “A origem da reação alérgica não foi ainda determinada”, afirmou Yarmysh, explicando que o opositor não tinha histórico de alergias.

“Não podemos excluir que os sintomas que apresenta na pele e nas mucosas não tenham sido provocados por terceiros com uma substância química desconhecida”, escreveu Anastassia Vassilieva, na sua conta do Facebook.

De acordo com a mesma fonte, Navalny está no hospital sob proteção policial e está a receber a assistência médica necessária. Segundo a agência Interfax, que cita fontes hospitalares, a condição de Navalny “é satisfatória”.

O dirigente da oposição foi detido esta semana por ter apelado à participação na manifestação que teve lugar no sábado em Moscovo, devendo cumprir 30 dias de prisão.

No protesto, destinado a exigir eleições livres e justas, foram detidas perto de 1.400 pessoas, de acordo com os últimos dados divulgados pela organização não-governamental OVD-Info.

  ZAP // Lusa

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.