Há um novo alerta de bolha especulativa no imobiliário em Portugal

Depois dos avisos do Banco de Portugal e do FMI, é a vez do Instituto Alemão de Investigação Económica (DIW) alertar que se está neste momento a criar uma bolha especulativa nos preços do imobiliário em Portugal.

Um estudo, publicado na semana passada pelo Instituto Alemão de Investigação Económica (DIW), procura avaliar se, 10 anos após a declaração de falência do Lehman Brothers (considerado o momento fulcral para a crise provocada pelo rebentamento da bolha imobiliária nos Estados Unidos), se está novamente a assistir a uma subida dos preços dos imóveis capazes de vir a provocar desequilíbrios nos mercados.

Após os avisos do Banco de Portugal (BdP) e do Fundo Monetário Internacional (FMI), é a vez do alerta deste instituto, cuja análise se baseou nos dados da OCDE para vários países industrializados e usa a relação entre o valor das rendas e o preço dos imóveis como indicador base para avaliar se existe, ou não, uma bolha especulativa.

Além disso, os economistas do DIW levam também em conta outros indicadores como o nível das taxas de juro, o crescimento da economia ou o crescimento da população, para os quais existem correlações históricas significativas com a ocorrência de bolhas especulativas imobiliárias.

No que diz respeito a Portugal, os autores identificam a criação de uma bolha especulativa, fenómeno que se começou a sentir em 2016 e permaneceu no ano seguinte. Isto significa que se tem vindo a assistir a uma subida de preços dos ativos imobiliários que não é justificada por um aumento proporcional dos rendimentos que se poderia retirar das rendas.

Por outras palavras, explica o jornal Público na edição desta quarta-feira, se alguém está disposto a pagar preços mais elevados, está, então, a especular face a futuros aumentos de renda ou valor dos imóveis. Este cenário está a fazer-se sentir não só em Portugal como também nos Estados Unidos, na Alemanha, no Reino Unido ou na Suécia.

No estudo, Portugal surge entre os países em que as bolhas imobiliárias têm sido, nas últimas décadas, “acontecimentos relativamente raros“. Além deste, o nosso país teve apenas outro período de formação de uma bolha especulativa entre 1998 e 2001.

O diário aponta que entre a anterior bolha especulativa e a bolha atualmente detetada, existem muitas diferenças na forma como ambas foram criadas. Enquanto que no passado o aumento de preços resultou essencialmente de um aumento da procura relacionado com o acesso ao crédito para compra de habitação, agora esse fator explica apenas uma parte daquilo que está a acontecer.

A atual subida dos preços está relacionada com um aumento da procura por parte de investidores, quer nacionais quer internacionais, que procuram aproveitar o aumento exponencial do número de turistas a utilizarem o alojamento local, aponta o estudo alemão.

Além disso, as políticas públicas contribuíram também para aumentar a procura de imóveis. Exemplo disso é a entrega de vistos gold a estrangeiros que invistam no imobiliário ou a criação de um regime fiscal favorável para os residentes não-habituais.

É também devido a estes fatores que as subidas de preços são mais fortes nos centros urbanos – em particular, Lisboa e Porto – e, mesmo dentro de uma cidade, em determinadas áreas que são mais atraentes para os investidores estrangeiros e mais adaptadas ao negócio do alojamento local.

ZAP //

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Quando o Banco de Portugal avisa não ha problema. isto é um serviço que prestam aos grandes grupos Económicos isto é só para prejudicar os negociozitos do povo .Algum dia o Banco de Portugal serviu de aviso Nunca .Sempre a enganar o povo.

  2. Na verdade os portugueses parecem ser mesmo atraídos pela especulação, toda a gente se queixa dos governantes e com alguma razão mas sempre que qualquer um os possa emitar na ganância e especulação não exita em fazê-lo, depois de levarem a situação ao caos vêm bradar as céus de que estão a ser vítimas de injustiça e essa situação não irá tardar basta começarem a afugentar os turistas de cá o que já vai acontecendo.

  3. Impossível receber resultado de simulação ou pedido. Volta à ” casa de partida” . Poderá ser problema do meu telemóvel.

  4. Quando o Cavaco um dia disse que os parolos andavam a comprar gato por lebre, todos lhe caíram em cima. Agora mais uma bolha…??? talvez seja mais algum robles que esteja a aparecer…! Hheheheh

Responder a Val Cancelar resposta

No debate sobre o Plano de Recuperação, evocou-se Sócrates e Passos

O líder do PSD questionou o primeiro-ministro se pretende "fomentar o desemprego" com o aumento do salário mínimo. O chefe do Governo manifestou-se "completamente perplexo". Na abertura do debate sobre o Plano de Recuperação e Resiliência, …

380 baleias morreram encalhadas na Austrália. Este é o maior incidente registado no país

Morreram pelo menos 380 baleias-piloto presas numa baía remota da Tasmânia. Apesar dos intensos esforços para tentar salvá-las não foi possível evitar este cenário, informou hoje um responsável pelos serviços de socorro. "Temos um número mais …

Ansu vale 400 milhões e é "sucessor" de Lopetegui

A figura mais recente do Barcelona e do futebol espanhol entrou oficialmente na equipa principal e, por isso, a cláusula de rescisão "disparou". Em Barcelona continua-se a falar muito sobre Luis Suárez. Depois de Lionel Messi, …

Deputados chumbam divulgação imediata e integral da auditoria ao Novo Banco

Os deputados da Comissão de Orçamento e Finanças (COF) rejeitaram, esta quarta-feira, o requerimento do Bloco de Esquerda (BE) para divulgação pública imediata e integral do relatório de auditoria especial ao Novo Banco enviado pelo …

Bélgica recoloca Lisboa e região Centro no "vermelho"

As autoridades belgas aliviaram ligeiramente as medidas restritivas no quadro da pandemia da covid-19, apesar do aumento do número de casos, esta quarta-feira, e recolocaram a área metropolitana de Lisboa e a região centro de …

"É bastante provável que já se esteja a formar a covid-21"

Tudo "o que não sabemos" sobre o coronavírus - e é muita coisa! - é o que mais preocupa o especialista de Saúde Global do Conselho de Relações Externas dos EUA, Yanzhong Huang, que alerta …

Bruxelas propõe novo pacto para as migrações e pede compromisso a todos os Estados-membros

A Comissão Europeia propôs, esta quarta-feira, um novo Pacto para as Migrações e Asilo, à luz do qual "todos os Estados-membros, sem exceção", devem assumir as suas responsabilidades. Assumindo que "o sistema atual não funciona" e …

Após ameaças da Al-Qaeda, jornalistas franceses escrevem carta em defesa da Charlie Hebdo

Cerca de 100 órgãos de comunicação social em França publicaram hoje uma carta aberta apelando à defesa da liberdade de expressão, em apoio à revista Charlie Hebdo, quando decorre o julgamento dos atentados de 2015. A …

Lukashenko toma posse em cerimónia "secreta". Oposição apela a mais protestos

O Presidente da Bielorrússia foi empossado, esta quarta-feira, para um sexto mandato numa cerimónia não anunciada. A oposição já apelou a mais protestos. "Alexander Lukashenko prestou juramento na língua bielorrussa, após o qual assinou o ato …

"Não somos uma moeda de troca", diz Presidente do Irão. EUA terão de levantar sanções

O Presidente irianiano, Hassan Rohani, fez na terça-feira um discurso em tom desafiador e inflamado na Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), afirmando que os Estados Unidos (EUA) não terão outra alternativa que …