Aldeia suíça que pagava para ter novos habitantes não tem dinheiro para tantos candidatos

Xenos / Wikimedia

Albinen, na Suíça

Albinen, na Suíça, prometeu pagar 20 mil euros a quem estivesse disposto a mudar-se para lá e 60 mil por cada família. A oferta pode parecer tentadora mas é melhor ler bem as condições antes de fazer as malas.

Foi em novembro do ano passado que uma aldeia suíça começou a prometer pagar 21 mil euros a quem se mudasse para lá. Mas, afinal, cidadãos estrangeiros sem visto de residência permanente não se podem candidatar a viver na pequena aldeia de Albinen, uma localidade situada no cantão suíço de Valais.

Este visto de residência é reservado a estrangeiros que vivam na Suíça de forma ininterrupta há pelo menos cinco anos, no caso de cidadãos da UE, EFTA, EUA e Canadá, ou dez, para cidadãos não abrangidos pelo caso anterior.

Depois de ter lançado a proposta que correu o mundo, a aldeia suíça recebeu “inúmeras candidaturas” dos quatro cantos do mundo. No entanto, as autoridades de Albinen sublinham que a aldeia tem recursos financeiros reduzidos, pelo que não poderá pagar a todos os candidatos.

Os critérios inicialmente divulgados – ter mais de 45 anos, construir ou comprar uma casa na região de, pelo menos, 170 mil euros, e permanência obrigatória por um período mínimo de dez anos – já deixavam prever que este não iria ser um processo fácil.

Agora, a autarquia vem explicar que “só um em cada cem candidatos poderão ser considerados aptos, devido aos critérios rigorosos do regulamento” e culpa a cobertura “enganadora” por parte da imprensa internacional.

A aldeia conta agora atrair entre cinco a dez novas famílias nos próximos anos, o que consideraria ser “um êxito notável no fomento ativo da construção de habitações”.

Em novembro do ano passado, o ZAP já divulgava as condições na íntegra para a aplicação a este subsídio. Se considera que, ainda assim, tem as condições para se candidatar a mudar-se para a aldeia suíça, deixamos-lhe o vídeo para que conheça melhor a pitoresca vila cercada por belas montanhas e que fica apenas a seis quilómetros das famosas termas de Leukerbad.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Estes suíços têm muito dinheiro porque (não sei porquê) era hábito depositar lá o dinheiro nos bancos.
    Desgraçados dos judeus e outros,muitos outros que morreram (na 2ª guerra) e não ficou ninguém para reclamar o dinheiro. E não eram tostões,mas milhões.Muitos milhões.
    Que fontes de riqueza sempre tiveram para ter o que têm?
    Depois lá vieram com a esmola para alguns receberem 10 quando os seus antepassados teriam 10000.
    Têm o mérito de não o ter desbaratado e feito render, porque não são mais espertos que os outros.

    • Para além da indústria farmacêutica, do turismo, dos relógios, da chocolataria, da microtecnologia, da alta tecnologia, da biotecnologia,… não estou mesmo a ver o que têm estes suíços. Ah… têm a banca e as seguradoras.

    • A Suíça é uma paraíso fiscal manhoso e a maior “lavandaria” de dinheiro (e ouro e diamantes) sujos do mundo!
      Não sei se reparou mas todos os “grandes” corruptos da Europa (e do mundo!) tem dinheiro escondido na Suíça.
      Assim como todos os ditadores sanguinários (Saddam, Kadafi, Bin Laden, etc, etc) – até o porquinho da Coreia – o Kim – tem lá milhões, e até foi “educado” nas escolas suíças!…
      Além disso, a Suíça, sem uma única mina de ouro, processa mais de 60% do ouro mundial (boa parte deles de origem duvidosa)!…
      Já diz o provérbio: “tão ladrão é que vai à horta como o que fica à porta”, e, a lavar/esconder dinheiro/ouro/diamantes roubados é fácil enriquecer!…

  2. Exactamente,mas isso é o resultado do lastro que lhes caiu do céu. Antes,antes é do que falo.
    A minha cegueira não chega aonde me quer levar.

RESPONDER

Cientista descobre espécie extinta de ganso através de uma pintura egípcia

Uma famosa pintura que estava originalmente no túmulo do príncipe egípcio Nefermaat levou um cientista a descobrir uma espécie de ganso já extinta. A cena "gansos de Meidum", originalmente pintada no túmulo do príncipe Nefermaat, encontra-se …

Físico cria algoritmo de IA que pode provar que a realidade é uma simulação

Hong Qin, do Laboratório de Física de Plasma de Princeton (PPPL) do Departamento de Energia dos EUA, criou um algoritmo de Inteligência Artificial que pode provar que a realidade é, na verdade, uma simulação. O algoritmo …

Quase 10 anos depois, avião de Gaddafi continua parado num aeródromo em França

Quase uma década depois de ter aterrado em solo francês, o avião presidencial do ex-ditador líbio continua parado num aeródromo no sul do país, estando no meio de vários processos judiciais que parecem não ter …

Governo recebeu 1.600 ideias para a bazuca. Costa agradece mobilização

Durante a fase de discussão pública, o Plano de Recuperação e Resiliência recebeu mais de 1.600 contribuições e mais de 65 mil consultas. O primeiro-ministro António Costa disse que, durante a fase de discussão pública, …

"Honjok" é o nome do movimento sul-coreano que reivindica a solidão

A solidão tornou-se um tema recorrente devido à pandemia de covid-19. Na Coreia do Sul, existe um movimento chamado "honjok", que promove um estilo de vida solitário. O isolamento imposto pela pandemia de covid-19 está a …

Do subsolo sírio à nomeação ao Óscar: hospitais em tempos de guerra numa "era de impunidade"

The Cave é o nome de uma produção que esteve nomeada para o Óscar de Melhor Documentário de 2020. É também o lugar onde hospitais sírios se escondem para salvar vidas longe de bombardeamentos e …

Patrícia Mamona sagra-se campeã no triplo salto em pista coberta

Esta tarde, Patrícia Mamona tornou-se a terceira atleta portuguesa a garantir a medalha de ouro para Portugal no Campeonato da Europa em pista coberta. A portuguesa Patrícia Mamona conquistou, este domingo, a medalha de ouro na …

Dias de aulas mais longos, férias mais curtas e cinco períodos. Em Inglaterra, já se equacionam formas de recuperar o tempo perdido

Há três medidas em cima de mesa que podem vir a ser adotadas para combater os atrasos na aprendizagem dos alunos. Na Inglaterra, as escolas reabrem para aulas presenciais esta segunda-feira, mas já se pensa …

Índia abre centro de bem-estar para hóspedes abraçarem vacas e "esquecerem todos os problemas"

Animais de conforto e apoio emocional são cada vez mais populares em todo o mundo. Embora a maioria das pessoas use cães ou gatos, há também algumas escolhas mais bizarras, incluindo pavões, macacos e cobras. Os …

Abel Ferreira tentou levar jogador do Benfica para o Palmeiras

O treinador português Abel Ferreira, no comando técnico dos brasileiros do Palmeiras, pediu a contratação de Franco Cervi, que alinha pelo Benfica, mas acabou por ver a sua proposta recusada pelo jogador argentino. A notícia …