Alberto João Jardim talvez deputado em Lisboa

PSD Madeira / Flickr

Alberto João Jardim

Alberto João Jardim

Alberto João Jardim admitiu esta sexta-feira a hipótese de assumir o seu lugar na Assembleia da República e reafirmou que colocará o cargo de presidente do Governo Regional à disposição do representante da República a 12 de Janeiro.

“Pode-se colocar. Eu estou eleito tanto para a Assembleia Legislativa da Madeira como para a Assembleia da República”, respondeu Alberto João Jardim ao ser questionado sobre a hipótese de vir a desempenhar funções de deputado no parlamento em Lisboa.

Em declarações aos jornalistas à chegada ao Funchal, proveniente de Bruxelas, onde participou numa reunião do Comité das Regiões, Jardim disse que o “representante da República tem de se entender com o novo líder partidário”.

Jardim afirmou ainda que o Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, sabe o que vai fazer “neste momento”.

“Eu quando me encontro com o senhor Presidente da República entro pela porta de trás, nunca entro pela porta da frente, que é a maneira de eu poder conversar à vontade”, afirmou.

Embora a possibilidade de assumir um lugar de deputado na Assembleia da República ser uma hipótese, Alberto João Jardim disse que não sabe se vai concretizar-se.

“Se houver eleições antecipadas na Madeira, este Governo vai ter de ficar em gestão, pelo menos até à Páscoa, portanto essa hipótese de ir assumir funções ou de não ter pachorra de ir assumir qualquer função na Assembleia da República ou na Assembleia Legislativa da Madeira não se põe para já”, declarou.

Sobre as eleições internas no PSD/Madeira, às quais se apresentam seis candidatos a líder, Jardim disse que não gostaria de ver o partido “nas mãos da maçonaria”, nem “nas mãos de pessoas que nas últimas eleições autárquicas mandaram votar na oposição”, nem “nas mãos das pessoas que são cúmplices da política errada que se faz em Lisboa”.

No entanto, assegurou que vários dos candidatos merecem o seu voto, realçando que quem for eleito, “seja ele quem for”, deve ter por primeiro objectivo a tarefa de unir o partido.

“Se ele não conseguir unir o partido, o meu dever é ajudar nessa união“, declarou, afirmando que se não houver esse esforço de união “já está dado um mau sinal e é um mau sinal que vai implicar uma derrota eleitoral a seguir”.

Alberto João Jardim desvalorizou, por outro lado, a questão dos deputados de PSD/Madeira na Assembleia da República, alvo de acção disciplinar por terem votado contra o Orçamento do Estado para 2015.

O líder social-democrata madeirense referiu-se em particular a Guilherme Silva, dizendo que “tem todas as qualidades e pleno direito para ser vice-presidente da Assembleia da República”.

Não é nenhum Montenegro deste mundo que o vai demitir“, afirmou Alberto João Jardim, referindo-se ao líder parlamentar do PSD.

“Esses meninos, que são profissionais da política, que tenham é todos juízo, porque, infelizmente, quem precisava neste momento de um processo interno, como fez o PS, era o PSD”, acrescentou.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Milhares de manifestantes impedem abertura do parlamento do Líbano

Milhares de manifestantes bloquearam esta terça-feira os acessos ao parlamento do Líbano, obrigando a adiar novamente a análise de várias leis, como a que prevê uma amnistia a quem tem impostos em dívida, contestada por …

Huawei quer implementar 5G no Brasil

O Presidente do Brasil afirmou na segunda-feira que a gigante das telecomunicações chinesa Huawei pretende instalar a tecnologia de quinta geração (5G) no país, mas rejeitou que tenha sido feita uma proposta. O anúncio foi feito …

Benfica lança OPA para controlar SAD. Ações valorizam 70%

As ações da Benfica SAD estavam a valorizar 70%, para os 4,70 euros, um dia depois da Sport Lisboa e Benfica SGPS ter lançado uma Oferta Pública de Aquisição (OPA) sobre 28,067% do capital da …

Califórnia processa empresa por promover cigarros eletrónicos com sabores para atrair jovens

A Califórnia, nos Estados Unidos (EUA), abriu na segunda-feira um processo contra a Juul, marca líder de cigarros eletrónicos, acusando-a de desenvolver uma estratégia de marketing focada na conquista de menores de idade para adquirir …

Luis Enrique volta a assumir o comando da seleção espanhola

O treinador vai reassumir as funções de selecionador de futebol de Espanha, que deixou para acompanhar a doença da filha, que faleceu em agosto com um cancro ósseo. Luis Enrique, de 49 anos, regressa aos comandos …

Governo suspendeu 18 obras na ferrovia consideradas prioritárias

A Infraestruturas de Portugal (IP) adiou e/ou atrasou ou 18 obras do setor ferroviário que estavam contemplados no programa Ferrovia 2020 e eram consideradas prioritárias. De acordo com o Jornal de Notícias, que avança a notícia …

Suspeito do roubo das pistolas Glock implicou Direcção da PSP (mas nunca foi interrogado sobre isso)

O polícia que está acusado do roubo das pistolas Glock da PSP insinuou, em conversas telefónicas, que haveria chefias da Direcção Nacional desta força policial envolvidas na prática do crime. Apesar disso, nunca terá sido …

O Natal traz emoções fortes. Viva-as intensamente

Quando o tempo frio faz as suas primeiras aparições, quase imediatamente alguém afirma “não tarda nada estamos no Natal”. De facto, a quadra natalícia é o grande prémio de consolação do Inverno: o motivo pelo qual …

Estádio para os Jogos Olímpicos concluído antes da data prevista

O estádio Nacional Japonês, sede dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio de 2020, está concluído, a um mês da estreia oficial, informou esta terça-feira o organismo proprietário do complexo. De acordo com o Conselho de …

Suécia deixa cair investigação de violação contra Julian Assange

O Ministério Público sueco deixou cair a investigação de um caso de violação alegadamente cometido por Julian Assange, fundador do WikiLeaks, em 2010. "O Diretor Adjunto do Ministério Público, Eva-Marie Persson, decidiu hoje [terça-feira] descontinuar a …