Al Gore no Porto: Trump é “louco” e os britânicos são “cobardes”

Na conferência da Climate Change Leadership, que decorreu esta quinta-feira na Alfândega, apresentou-se como ativista do clima. Al Gore veio ao Porto em nome do ambiente, mas não resistiu a comentar a política.

A meio da intervenção – quando falava sobre a crise dos refugiados na Europa – o ex-vice-presidente dos Estados Unidos e Prémio Nobel não resistiu e criticou os decisores britânicos, refere a TSF. Chamou-lhes “cobardes” por não permitirem um segundo referendo do Brexit.

De seguida e falando em Donald Trump, Al Gore diz que o atual inquilino da Casa Branca é “louco” e instável. A plateia respondeu com aplausos e o ex-governante retomou o tema que o trouxe ao Porto: as alterações climáticas.

Começou com um alerta. “Nós quadruplicámos a população humana em menos de cem anos e isso até pode não ser uma coisa muito má, mas quando passa a haver quatro vezes mais pessoas na Terra, equipadas com tecnologias que são milhares de vezes mais poderosas do que no tempo dos nossos avós… Isso altera de forma drástica a relação entre a espécie humana e o sistema ecológico da Terra.”

Depois de Barack Obama no ano passado, Al Gore foi o convidado especial da cimeira internacional do clima, este ano dedicada à indústria do vinho. Falando sobre o setor em geral, e da região em particular, o ativista elogiou os negócios que escapam à lógica das grandes empresas.

“Uma das coisas que tenho notado é que as empresas familiares, muitas vezes, têm uma perspetiva a longo prazo. Talvez seja essa a razão pela qual estas empresas estão mais sensíveis e levam em conta as questões da sustentabilidade.”

Al Gore falou das preocupações e os alertas que tem manifestado há vários anos, desde que abandonou a política e chamou a atenção para os impactos do aquecimento global. Deixou elogios a Portugal por apostar em energias renováveis, dando alguns exemplos de projetos nacionais.

Portugal é um destino que o prémio Nobel da Paz diz já ter visitado muitas vezes, mas o Porto foi uma estreia que, garante, vale a pena repetir.

EUA vão continuar no Acordo de Paris

O ex-vice-Presidente norte-americano Al Gore mostrou-se convicto de que os EUA vão manter-se no Acordo de Paris, pois apenas podem retirar-se “no dia a seguir às próximas eleições”.

“Nos EUA temos um Presidente instável. Não lhe quero dar mais oxigénio, mas muitos não sabem que, de acordo com lei dos EUA e a lei internacional, o mais cedo que os EUA se podem retirar do Acordo de Paris é o dia seguinte ao das próximas eleições. E se houver um novo presidente?”, questionou.

Al Gore notou que um novo Presidente dos EUA “demorará 30 dias” a tomar posse e isso significa que o país estará “novamente dentro do acordo” que vincula vários países a uma agenda comum contra as alterações climáticas.

Al Gore notou que, apesar da decisão de Donald Trump de se retirar do Acordo de Paris, “vários estados” norte-americanos “estão a avançar mesmo sem o governo federal”. Al Gore citou o exemplo da Califórnia e a meta de 100% de energias renováveis.

Combater alterações climáticas é “escolher o certo”

Al Gore defendeu que combater as alterações climáticas é “escolher o que está certo”, desafiando todos a assumirem que o futuro da humanidade depende da “coragem” para preservar o clima “agora”.

“O fim do apartheid, da discriminação, do racismo – todos estes grandes movimentos enfrentaram vários nãos até alguém dizer que se trata de uma escolha entre o certo e o errado. Temos de escolher o que está certo. Temos de reconhecer que a verdade do futuro que vai ser enfrentado pelos nossos filhos e netos depende do que tivermos agora a coragem de fazer. Queremos deixar a Terra como um caixote do lixo ou ouvir os cientistas e fazer algo?”, questionou.

Al Gore admitiu estar “furioso” algumas vezes, alertando que as pessoas “precisam de ouvir a verdade” e “podem mudar”, perante “a resposta patética dos governos” ao problema e o facto de alguns subsidiarem a produção de energias fósseis.

Após mostrar vários “cenários apocalípticos” de cheias, chuvas intensas, secas extremas ou dias de calor fora do vulgar, Al Gore pediu para todos impedirem que tais imagens se transformem “no novo normal”.

O Prémio Nobel admitiu que estão a ser dados passos positivos em todo o mundo para combater as mudanças climáticas e proteger o planeta, mas alertou que “as grandes mudanças só vão acontecer” quando os governos deixarem de subsidiar a produção de energias fósseis.

“Não podemos depender de mudanças individuais. As grandes mudanças só vão acontecer quando mudarmos as políticas. Estamos num momento invulgar de atividade política a uma escala revolucionária”, observou.

“Os ativistas de base, por vezes, dão-nos a impressão de que são estranhos, mas são eles que motivam as mudanças. Está na altura de darmos alguns recursos a estes ativistas de base. Está na altura de alguns de nós sairmos para a rua. Agora é o momento”, avisou.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. Era bom repetirem-se referendos e eleições até os resultados fossem do nosso agrado.
    Quanto é que esse senhor veio cá receber?

  2. Outro vermelho a tentar “dar a volta aos estupidos” os vermelhos so sabem insultar quem discorda deles. E uma coisa impressionante eles sao todos assim. As tretas do climasao para consumo de estupido. eles ao insistirem nestas aldrabices estao sempre a fecturar! Os novos NAZIS! estao ai. Insultam tudo e todos!

  3. e o caro é um mentiroso compulsivo para além de cinico e hipocrita.

    já agora veio de jato particular?
    e as mega mansões que detém, como é a tal de pegada ecológica que tanto gosta que os outros cumpram de preferência a encher-lhe o bolso e ele e a sua gentinha se ‘esquece’.

  4. O Al Gore é esperto. Com afirmações como “O Ártico em 2014 já terá todo derretido”, passou de uma conta bancária com 2 milhoes em 2000, para uma conta com 200 milhoes de dólares em 2019.
    Existe muito dinheiro em taxar tudo o que tenha carbono como sobre-taxas sobre combustiveis

  5. Lamentável que este demagogo, que faz uma fortuna, com esquemas, como o aquecimento global tenha audiência que o apoiam.Louco e cobarde é ele, que vende uma mentira e mistura tudo, de clima a política de neoliberais fascistas. Enfim…

RESPONDER

Barack Obama vai publicar um livro de memórias (mas só depois da eleições de novembro)

O livro de memórias do antigo Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, só vai ser publicado depois das eleições presidenciais de novembro. Uma enxurrada de livros políticos chegou às prateleiras nas últimas semanas, no final da …

Confrontos em Londres entre polícia e opositores das restrições devido à pandemia

A polícia de Londres, Inglaterra, entrou hoje em confronto com manifestantes que protestavam contra as restrições que visam conter a disseminação do novo coronavírus. De acordo com a agência Associated Press (AP), os confrontos ocorreram quando …

Milhares infetados por bactéria após fuga em fábrica farmacêutica chinesa

Milhares de pessoas no noroeste da China contraíram uma doença bacteriana depois de uma fuga que causou um surto numa biofarmacêutica no ano passado. De acordo com a CNN, que cita relatos dos media locais, mais …

Guardas da Revolução do Irão prometem vingar morte do general Soleimani

O chefe dos Guardas da Revolução, o exército ideológico do Irão, garantiu hoje que a morte do general Qassem Soleimani, alvo de um raide aéreo dos Estados Unidos, será vingada em “todos os seus implicados”. “Senhor …

"O mundo está no momento mais perigoso da história humana", diz Noam Chomsky

O professor norte-americano Noam Chomsky, conhecido como o pai da linguística moderna, advertiu que o mundo está no momento mais perigoso da história da humanidade devido à crise climática, à ameaça de guerra nuclear e …

Portugal com 849 novas infecções por covid-19. Há 20.722 casos activos

Portugal registou 849 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas, mantendo-se a tendência de subida verificada nos dias anteriores. Mas o número de pacientes recuperados também não era tão alto desde Julho. O boletim da …

A Grândola Vila Morena abafou "a maior marcha alguma vez vista" do Chega

Com a Praça do Giraldo, em Évora, dividida por barreiras anti-motim, os participantes da concentração "Pela Liberdade" receberam os apoiantes do Chega de André Ventura ao som de "Grândola Vila Morena" e empunhando cravos vermelhos …

Pandemia assola Irão. EUA com mais 888 mortos. 19 países europeus bateram recorde de casos

Naquele que é o número mais elevado de casos diários desde abril, a Alemanha registou 2.297 novos contágios, 19 países europeus já ultrapassaram o recorde de casos do pico da pandemia. O Irão ultrapassou as …

Rangel "é um turista do carago". SMS atestam que Vieira usou Benfica em "benefício pessoal"

Luís Filipe Vieira é um dos acusados da Operação Lex, com o Ministério Público (MP) a alegar que o presidente do Benfica utilizou o clube em "benefício pessoal" para obter uma cunha do juiz Rui Rangel. O …

Farmácias em risco de não ter vacinas da gripe para tantos pedidos

As farmácias privadas receiam não ter doses suficientes de vacina contra a gripe para dar resposta a todos os pedidos. As encomendas da vacina já sãocinco vezes mais do que as registadas em 2019. A preocupação …