Ajustes diretos “é muito, muito mau”, disse Rui Rio. MP “existe para alguma coisa”

PSD / Flickr

O líder do PSD, Rui Rio

O líder do Partido Social Democrata (PSD), Rui Rio, afirmou estar muito preocupado com a possibilidade de o Executivo ter feito ajustes diretos, em negócios de milhões que envolveram favorecimentos. 

Em entrevista à CMTV, citada esta quinta-feira pelo ECO, Rio indicou que, caso essas suspeitas se confirmem, “é muito, muito mau”, recordando que o “Ministério Público existe para estas coisas”.

“Vejo muito, muito mal”, declarou, referindo-se à polémica em tornos dos ajustes direitos do Ministério da Saúde que rondam os 80 milhões de euros. “Uma coisa é percebermos que o Estado e as autarquias no auge da pandemia têm de comprar máscaras, testes, seja o que for, e não podem fazer um concurso público, consultar não sei quantos fornecedores, para a coisa estar resolvida dentro de cinco meses quando já não é preciso”.

“Temos efetivamente de dar um ajuste na lei para que haja proteção destas decisões que tinham de ser tomadas. Coisa diferente é quando são coisas de milhões e é do amigo daqui ou do amigo de lá”, sublinhou, numa referência às 17 aquisições por ajuste direto, superiores a um milhão de euros, a sete empresas, num montante total de 79,8 milhões.

E acrescentou: “Acho inadmissível que alguém, à custa de fazer ajustes diretos, começar a privilegiar amigos ou a ganhar algum dinheiro”. “Se isso aconteceu, ou vier a acontecer, é altamente reprovável e o PSD vai estar muito atento”, prometeu, declarando: “Espero que o Ministério Público esteja muito atento, porque acho isso inadmissível”.

“Para que são ajustes diretos para entregas dentro de muitos meses?”, questionou Rui Rio. “Agora o Ministério Público existe para alguma coisa”, concluiu, sem comentar situações em concreto, por “não querer fazer de juiz”.

O líder do PSD defendeu que, caso o número de infetados com coronavírus volte a aumentar dentro de semana e meia, deve-se voltar ao confinamento, o que terá um forte impacto. Por isso, “a amplitude do PSD para aprovar o OE suplementar é muito grande”, garantiu.

Relativamente ao Orçamento para 2021, reconheceu que “a situação do país é muito difícil”, não sendo possível ser “tão rigoroso quanto aos princípios” do partido. “Mas não vamos passar um cheque em branco. Venha a proposta e logo se vê”, salientou.

A retoma da atividade, na sua opinião, terá de ser feito privilegiando o investimento, preferencialmente o privado, alavancado por fundos comunitários, porque “investimento público com alto grau de importações cria emprego lá fora e a dívida fica em Portugal”.

Quanto à TAP, apontou para “uma intervenção estratégica”, “com limites”. “Se for só o Estado que lá mete dinheiro, então, tem de ser o Estado a comandar a empresa”. Não se trata de uma nacionalização, “mas de um aumento de capital que o privado não foi capaz de acompanhar”, frisou.

“Mas isso também não quer dizer que o Estado lá fique eternamente”, notou, sublinhando que “são os impostos das pessoas que lá vão entrar” e por isso, a entrada do Estado na TAP deve ser feita com “um plano de negócios e contas como deve de ser”.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Senhor Rui Rio se o senhor tivesse no Lugar do Costa que fazia? Abria concurso e enquanto isso o Vírus ia alastrando ou fazia também ajustes directos? Atenção que não defendo este Governo mas há coisas que devem ser ditas e o senhor deveria antes de criticar dizer o que fazia no lugar do Costa, todos sabemos que ajustes directos saem caros mas entre o pagar caro e o salvar vidas é melhor pagar mais caro ou o senhor queria pagar menos e deixar morrer as pessoas? Sobre o senhor dizer “Acho inadmissível que alguém, à custa de fazer ajustes diretos, começar a privilegiar amigos ou a ganhar algum dinheiro” e que diz das Autarquias que fazem exatamente o mesmo? E porque não dizer ao M.P. para investigar porque é que há uma casta de políticos que foram investigados e os casos foram arquivados? E de muitos estarem a ser investigados mas por uma obra de Milagre nem os jornalistas falam desses casos?Não senhor Rui Rio não é com essa sua postura e conversa que me vai convencer a votar PPD, aliás voto sempre só que continuo sem ter representante na A.R.

RESPONDER

Mulan a preço premium estreia na Disney+ em setembro

A adaptação live-action de Mulan tem nova data de estreia. O anúncio foi feito pela Disney nesta terça-feira (4). O filme chega à plataforma de streaming Disney+ no dia 4 de setembro, estando disponível em …

Belgas trocam as voltas à pandemia e passam férias nas árvores

Enquanto uns passam o verão em casa, outros atrevem-se a ter uma experiência diferente. Alguns belgas estão a passar as noites de verão pendurados em árvores, em tendas em forma de lágrima. A pandemia de covid-19 …

Máscara inteligente traduz até oito línguas (mas não protege do coronavírus)

Esta máscara inteligente, criada por uma empresa japonesa, consegue traduzir o discurso do seu utilizador em várias línguas (mas, por si só, não o protege do novo coronavírus). Quando a pandemia de covid-19 transformou as máscaras …

Empresa fica com excedente de 40 mil quilos de frutos secos devido à covid-19

A GNS Foods, a empresa que nos últimos 30 anos forneceu os frutos secos à American Airlines, ficou com um excedente de 40 mil quilos por causa de restrições impostas devido à covid-19. Servir frutos secos …

Astronautas da NASA fizeram partidas por telefone para "matar" tempo durante o regresso à Terra

Os astronautas da NASA Bob Behnken e Doug Hurley fizeram algumas partidas por telefone durante o regresso à Terra a bordo cápsula Dragon, da empresa SpaceX de Elon Musk, num voo que foi duplamente histórico. …

Em plena pandemia, há um venezuelano que assegura os funerais no Peru

Ronald Marín é a última esperança para os habitantes de Comas, em Lima. O venezuelano é o único que realiza funerais católicos num cemitério longe do centro da capital, em plena pandemia. Vestido com uma túnica …

Covid-19 pôs mais de um milhão de portugueses em teletrabalho no 2.º trimestre

Um milhão de pessoas esteve em teletrabalho no segundo trimestre, sobretudo devido à covid-19, o equivalente a 23,1% da população empregada, enquanto mais de 600 mil não trabalharam nem no emprego nem em casa. De acordo …

Dia da Defesa Nacional regressa ao formato presencial a 2 de setembro

O Dia da Defesa Nacional, que está suspenso desde o dia 9 de março devido à pandemia de covid-19, irá regressar ao formato presencial a 2 de setembro, anunciou o Governo esta quarta-feira. Em comunicado, o …

Norte-americano detido depois de usar fundos da covid-19 para comprar um Lamborghini

As autoridades dos Estados Unidos detiveram um empresário que comprou um carro de luxo da marca Lamborghini com dinheiro que recebeu de programas federais para ajudar os afetados pelo novo coronavírus (covid-19). A notícia é …

FC Porto e Benfica disputam Supertaça a 23 de dezembro

O jogo da Supertaça, que vai opor o FC Porto ao Benfica e que deveria a abrir a temporada 2020/21, vai disputar-se a 23 de dezembro, anunciou, esta quarta-feira, a Federação Portuguesa de Futebol (FPF). Em …