Advogados podem ter de processar os próprios familiares para conseguirem subsídio

Os advogados terão de provar a quebra de rendimentos – poderão ter de desencadear ações judiciais contra os próprios familiares que se recusarem a sustentá-los – para acederem a um subsídio destinado a compensá-los pela redução de trabalho provocada pela pandemia.

O jornal Público adiantou esta terça-feira que, para terem acesso a um subsídio destinado a compensá-los pela redução de trabalho, os advogados vão ter de provar em tribunal que recorreram a todos os familiares para fazer face à crise – isto inclui o cônjuge, pais, filhos, irmãos, outros familiares e até ex-cônjuges. Caso não tenham essa ajuda, vão ter de processar esses familiares para obter o apoio.

A concessão do subsídio, que tem um valor de 438 euros mensais e se pode prolongar até a um máximo de seis meses, está dependente de os advogados conseguirem provar em tribunal que recorreram a todos os familiares para resolver os problemas financeiros.

A decisão de ajudar os advogados em tempos de pandemia só foi tomada em julho depois de protestos da classe e de o Governo ter sido alvo de reprimenda pela Provedora de Justiça.

Estando associados a um sistema privado, o subsídio é pago pela Caixa de Previdência dos Advogados e Solicitadores, que está a pedir aos advogados “certidão de sentença [judicial], com nota de trânsito em julgado, comprovativa de se encontrar esgotado o recurso”, identificando os familiares que deveriam ter ajudado.

Esta exigência é exclusiva para advogados, segundo Luís Menezes Leitão, o bastonário da ordem. Menezes Leitão disse, em declarações ao Público, estar perplexo com o comportamento do Parlamento e estranha que não tenha sido ouvido sobre o assunto.

Já a Caixa de Previdência dos Advogados e Solicitadores argumentou ao mesmo jornal que a alteração legislativa foi feita alargando o subsídio de assistência à atual crise, em vez de ter sido criado um novo apoio, e que, por isso, a organização “manteve os procedimentos já existentes para a atribuição do subsídio em causa”.

Para o deputado José Manuel Pureza, do Bloco de Esquerda, houve um “truque interpretativo” da Caixa de Previdência dos Advogados e Solicitadores para não ter de pagar os apoios aos advogados.

ZAP //

 

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Sinceramente não sei para que serve este Caixote de Previdência, já em tempos houve outra polémica com uma advogada que além de não ter direito a NADA por doença (oncológica?) e não tinha rendimentos e AINDA TINHA QUE PAGAR a cotização mensal.
    Parece que só serve para a Reforma……..ACABEM COM ESTA e a exemplo do que já aconteceu com outro sistemas, entre para o Segurança Social que é melhor qualquer coisa, pelo menos tem direito a baixa e deixam de pagar.

Petição de Cristina Ferreira contra cyberbullying já reúne mais de 37 mil assinaturas

Cristina Ferreira lançou este sábado (28) uma petição contra o ódio e a agressão na internet que já conta com mais de 37 mil assinaturas. O objetivo é levar este tema à Assembleia da República. Cristina …

Uma das praias mais famosas da Austrália está a desaparecer (e desta vez a culpa não é das tempestades)

https://vimeo.com/444063224 Normalmente, as tempestades ou os ciclones tropicais são os culpados do desaparecimento de grande parte das praias. Contudo, na costa norte de New South Wales em Byron Bay, na Austrália, a causa é outra. Nos últimos …

Prisão preventiva para hacker português suspeito de invadir sistema do tribunal eleitoral do Brasil

O hacker suspeito de invadir o sistema informático do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) do Brasil, detido no sábado em Portugal, ficou esta segunda-feira em prisão preventiva, disse à agência Lusa fonte ligada ao processo. A PJ, …

Chefe do Governo Hong Kong revela ter "pilhas de dinheiro" em casa por causa das sanções norte-americanas

A chefe do Governo de Hong Kong, Carrie Lam, revelou esta semana ter "pilhas de dinheiro" em casa por causa das sanções norte-americanas. Em declarações à International Business Channel, a líder do Executivo de Hong Kong …

António Mexia e Manso Neto vão deixar gestão da EDP

Os presidentes executivos da EDP e da EDP Renováveis, António Mexia e Manso Neto, ambos suspensos de funções, manifestaram-se indisponíveis para voltar a integrar os órgãos sociais do grupo num novo mandato. Em comunicado à Comissão …

João Ferreira desafia Marcelo a assumir candidatura "o quanto antes"

  João Ferreira, candidato comunista às presidenciais, acredita, como os "todos" os portugueses, que Marcelo Rebelo de Sousa será recandidato, mas desafiou-o esta segunda-feira a dizê-lo "quanto antes", por "uma questão de transparência". “Já todos perceberam o …

Irão. Líder Supremo pede punição pela morte de cientista que liderou programa nuclear

O líder supremo do Irão, o Ayatollah Ali Khamenei, exigiu no sábado punição pela morte do cientista Mohsen Fakhrizadeh, que liderou o programa nuclear de Teerão, enquanto a República Islâmica culpa Israel pelo assassinato. Israel, há muito …

Portugal é o país da UE mais próximo de atingir metas climáticas para 2030

Portugal é o país da União Europeia (UE) mais perto de atingir as suas metas climáticas de redução de emissões até 2030, relativamente aos níveis de 2005, segundo um relatório esta segunda-feira publicado pela Comissão …

Novos casos aumentam mais de 50% em oito concelhos do Norte

O número de novos casos de infeção no Norte aumentou mais de 50% em oito concelhos da região, seis dos quais no distrito de Vila Real e dois em Bragança, segundo o relatório da Administração …

União Europeia convida Joe Biden para cimeira presencial durante presidência portuguesa em 2021

O presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, convidou o Presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, para uma cimeira presencial no primeiro semestre de 2021, durante a presidência portuguesa da União Europeia. Fontes europeias informaram que …