Acordo com motoristas de matérias perigosas terá impacto nos preços dos combustíveis

Rui Minderico / Lusa

O presidente executivo da Prio, Pedro Morais Leitão, considera que foi alcançada “uma solução rápida” para a greve dos motoristas de matérias perigosas, mas alerta que o acordo terá impacto no preço dos combustíveis no final do ano.

Acreditamos que esse acordo irá, no final deste ano, agravar as condições de fornecimento de prestação de serviços das entidades patronais, das empresas de camionagem, para as empresas de combustíveis. E isso obviamente acabará por ter repercussões nos preços. Essa é a preocupação que obviamente existe do lado das gasolineiras”, disse Pedro Morais Leitão em entrevista à agência Lusa.

Referindo desconhecer “em detalhe os pormenores” do acordo entre o Sindicato Nacional de Motoristas de Matérias Perigosas e os patrões, na sequência da greve que em abril levou a que a maioria dos postos de abastecimento ficasse sem combustível, Pedro Morais Leitão considera que “foi conseguida uma boa solução”.

“Pareceu-nos haver grande apoio da opinião pública em relação à causa do sindicato e dos motoristas. Todos concordaram que a função que os motoristas desempenhavam exige uma remuneração mais alta do que a que era anunciada. Mas a verdade é que todas essas pequenas contribuições pesam no custo de levar o gasóleo e a gasolina até aos depósitos dos nossos carros”, alertou o gestor.

Pedro Morais Leitão realçou que “cada uma das pequenas contribuições em si são pequenas”, “mas quando se somam todas ninguém gosta que os combustíveis estejam ao preço que está“. “Quando discutimos os aumentos da incorporação de biocombustíveis, quando discutimos o aumento dos motoristas. Quando tomamos a decisão parece pequeno, mas depois […]”, acrescentou.

O presidente da Prio considerou que o protesto dos motoristas de matérias perigosas mostrou “a dependência do país” do sistema de abastecimento rodoviário, defendendo “um sistema de redundância para que essa dependência tão grande deixe de existir”.

Neste contexto, Pedro Morais Leitão elogia o anúncio da intenção do Governo de abastecer o aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, por oleoduto, um projeto que deverá ser realizado por privados e estar concluído em meados em 2021, segundo anunciou o ministro do Ambiente e da Transição Energética, Pedro Matos Fernandes, no parlamento.

// Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Façam-se as contas, o valor que vai agravar os preços dos combustíveis pelo aumento do custo da distribuição, seja abatido nos impostos no combustível…

    Mas também é necessário uma caça à corrupção, nomeadamente no sector bancário… para o crime denominado “colarinho branco” pena de morte aos intervenientes!

RESPONDER

Após uma legislatura marcada por problemas éticos, ser deputado já não será a mesma coisa

Depois de uma legislatura vincada por vários problemas éticos no interior do Parlamento, houve ajustes a fazer. As regras para deputados advogados, subsídios ou moradas mudaram e, a partir de outubro, ser deputado será um …

Interrogatórios sobre queda de árvore na Madeira só depois das eleições regionais

Os interrogatórios sobre a queda da árvore do Monte, na Madeira, só vão decorrer depois das eleições regionais, avança a imprensa madeirense. A tragédia aconteceu a 15 de agosto do ano passado, antes de uma procissão …

Lagosta e vinho caro. Excentricidades levaram ministro francês do Ambiente a demitir-se

Após a polémica em torno dos seus grandes gastos enquanto presidente da Assembleia Nacional francesa e governante, François de Rugy saiu do Governo. No entanto, diz-se vítima de "linchamento mediático". François de Rugy, ministro francês do …

Os escoceses estão a gerar energia eólica suficiente para abastecer duas Escócias

No primeiro semestre de 2019, a Escócia gerou energia eólica suficiente para abastecer as suas casas duas vezes. Segundo divulgou esta quarta-feira o Science Alert, as turbinas geraram 9,8 milhões de megawatts-hora de eletricidade entre janeiro …

Comentários racistas de Trump condenados na Câmara de Representantes

A Câmara dos Representantes dos Estados Unidos aprovou na terça-feira uma moção na qual condena o presidente Donald Trump pelos "comentários racistas" dirigidos a quatro mulheres congressistas, sugerindo-lhes que "regressassem aos seus países de origem". A …

PCP quer creches gratuitas e passes sociais em todo o país

O secretário-geral comunista destacou sete compromissos, incluindo a ideia de uma rede de creches gratuitas e o limite máximo de 40 euros para os passes sociais, na apresentação do programa eleitoral do partido, num hotel …

Governo retira estatuto do antigo combatente na véspera de votação

O Governo retirou a proposta de lei sobre o estatuto do antigo combatente por dificuldades no modelo de sustentabilidade financeira resultantes das propostas apresentadas pelos partidos no Parlamento. O anúncio da retirada da proposta foi feito …

Bolsonaro "está decidido". Vai indicar filho para embaixador nos Estados Unidos

Jair Bolsonaro disse que "está decidido" que irá indicar o filho Eduardo Bolsonaro para embaixador em Washington, capital dos Estados Unidos da América. Esta terça-feira, o Presidente do Brasil disse que “está decidido” a indicar o …

Sindicato dos motoristas aprovou aumentos salariais mais baixos dos que agora reclama

A reunião de segunda-feira entre os sindicatos de motoristas e a associação de empresas de transporte de mercadorias (Antram) acabou sem acordo para evitar a greve anunciada para 12 de agosto. Porém, de acordo com o …

"Lei dos primos" corre o risco de ser adiada para depois das eleições

A aprovação da lei do PS que aperta as regras de nomeações governamentais está em dúvida na maratona de votações de sexta-feira. Os sociais-democratas ainda não decidiram o sentido de voto. Na primeira versão, o PS …