Acidente mortal com um Tesla. Sistema “autopilot” foi accionado

A fabricante de viaturas eléctricas Tesla revelou que o sistema de piloto automático foi accionado antes do acidente que a semana passada vitimou um homem na Califórnia.

Em comunicado, a Tesla disse que “momentos antes da colisão”, o piloto automático tinha sido accionado. “Há mais de um ano, o Governo dos EUA estimou que a primeira versão do piloto automático reduziu a taxa de colisão em 40%”, observou o grupo liderado por Elon Musk.

O carro em causa colidiu com uma barreira numa autoestrada de Mountain View, Califórnia, tendo sido depois atingido por outros dois veículos. Segundo as autoridades locais, o Tesla começou a arder ainda antes de ser atingido pelas outras viaturas. A Tesla ressalvou ainda que nunca tinha visto “danos semelhantes” em acidentes com o modelo X.

O motorista do Tesla, de 38 anos, morreu num hospital próximo, logo após o acidente.

O sistema “autopilot” permite um certo número de manobras sem a intervenção do condutor. Segundo indica a nota da Tesla, “o motorista recebeu várias advertências e um aviso sonoro” para segurar o volante. No entanto, “nos seis segundos anteriores à colisão as mãos do motorista não foram detectadas no volante”.

Recall de 123 mil veículos

A 30 de março, a fabricante de automóveis eléctricos Tesla anunciou que vai chamar às oficinas 123 mil veículos do modelo S, fabricados antes de abril de 2016, devido a problemas de “corrosão excessiva” nos parafusos da direcção hidráulica.

Num email enviado aos proprietários do modelo S, a Tesla garante que o problema que levou ao “recall” não colocou em causa em nenhum momento a segurança do veículo ou dos passageiros. A marca americana garante que a “corrosão excessiva” acontece apenas com veículos que circulam em regiões com temperaturas muito baixas.

O “recall” surge na mesma altura em que a empresa enfrenta uma investigação, por parte do NTSB, entidade reguladora dos transportes dos EUA, devido ao acidente da semana passada com o modelo X.

Em 2016, um condutor americano tinha morrido num veículo Tesla Model S autónomo – aparentemente, quando se encontrava a ver um filme de Harry Potter enquanto circulava com a viatura em piloto automático.

O acidente ocorreu quando um camião se terá atravessado perpendicularmente na estrada onde seguia o carro autónomo. Nem o piloto automático nem o condutor detectaram a lateral branca do atrelado do camião, e o sistema não conseguiu travar a tempo.

ZAP // Lusa / The Verge

PARTILHAR

RESPONDER

Estrela hiper-fugitiva foi expulsa do disco da Via Láctea

De acordo com investigadores da Universidade de Michigan, uma estrela veloz pode ter sido ejetada do disco estelar da Via Láctea por um enxame de estrelas jovens. Os cientistas dizem que a estrela não teve …

Cientistas portugueses participam na criação do maior telescópio do mundo

O SKA, Square Kilometre Array, está já em construção e será o maior telescópio do mundo. Cientistas portugueses estão a participar no seu design e alguns dos testes serão feitos em território luso. A construção do …

Bolsonaro pondera não assinar qualquer acordo na próxima cimeira do clima

O Brasil está a considerar não assinar qualquer acordo climático na próxima COP25, anunciou este sábado em Santiago o Presidente brasileiro Jair Bolsonaro, após uma reunião que manteve no sábado no Palácio de La Moneda …

Portugal vs Sérvia | Massacre luso com pólvora seca

Segunda jornada do Grupo B da qualificação para o Euro 2020, segundo empate de Portugal, ambos em casa. Após o nulo ante a Ucrânia na primeira jornada, os campeões da Europa não foram além de …

O "homem-milagre". Carteiro português esteve morto 21 minutos e acordou a caminho da morgue

Declarado morto pelos médicos, depois de ter tido um ataque cardíaco, e "ressuscitado" 21 minutos depois, quando já ia a caminho da morgue, o português João Araújo continua a ser conhecido como o "homem milagre" …

Um dos fármacos mais promissores para tratar o Alzheimer falha nos testes em humanos

Uma onda de choque instalou-se na comunidade de pesquisa sobre o Alzheimer na sexta-feira, depois que a empresa farmacêutica Biogen anunciou a suspensão - na fase final em humanos - dos testes com o fármaco …

Gerente de agência de viagens deixou 84 clientes em terra. Em tribunal, foi absolvida

Paula chegou a tribunal acusada de burla qualificada por ter deixado 84 clientes da agência de viagens que geria no Montijo com as férias ou viagens estragadas em agosto de 2016. Chegou a ser detida …

Italiana de 91 anos distinguida pelos seus feitos na II Guerra Mundial. Aos 17 anos, salvou 38 pessoas

Gabriella Ezra, de 91 anos, vai receber a Estrela de Itália. O Estado decidiu homenageá-la depois de a embaixada italiana em Inglaterra, onde Gabriella vive, ter recebido uma carta do filho, Mark, de 65 anos, …

Moscovo enviou dois aviões com soldados e armamento para a Venezuela

Duas aeronaves russas aterraram no aeroporto de Caracas, este sábado, trazendo 100 soldados e 35 toneladas de armamento. As tropas chegaram sob supervisão do chefe do comando principal das forças terrestres russas, Vasilly Tonkoshkurov. A chegada …

Escolas retiram relógios analógicos das salas porque os alunos "não sabem dizer as horas"

As escolas estão a retirar os relógios analógicos das salas de aula porque os adolescentes não sabem ler a hora, disse um sindicato de professores do Reino Unido. Para remediar o problema e substituir os relógios …