Câmara dos Deputados aceita pedido de impeachment de Dilma Rousseff

Lula Marques/Agência PT

Dilma Rousseff, Presidente do Brasil

O presidente da Câmara dos Deputados brasileira, Eduardo Cunha, informou ao final da tarde de quarta-feira que aceitou pedido de abertura de processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff.

Em conferência de imprensa na Câmara dos deputados, Cunha anunciou que aceitou o pedido protocolado pelos advogados Hélio Bicudo, Miguel Reale Junior e Janaína Paschoal.

Ao apresentar o pedido, em outubro, Miguel Reale Junior informou que os juristas usaram como argumento a decisão do Tribunal de Contas da União (TCU) que rejeitou as contas do governo de Dilma Rousseff de 2014.

Na altura, o tribunal analisou o atraso no repasse de recursos para a Caixa Económica Federal e o Banco do Brasil, referentes a despesas com programas sociais do governo, o que configuraria operação de crédito, além de cinco decretos envolvendo créditos suplementares assinados pela presidente Dilma Rousseff, sem autorização do Congresso Nacional.

A abertura deste processo, no entanto, surge na sequência de meses de disputa política entre o presidente da Câmara dos Deputados e o Governo. Eduardo Cunha deu luz verde ao impeachment depois dos deputados do Partido dos Trabalhadores (PT), de Dilma, terem anunciado que iriam votar contra si no Conselho de Ética, que poderá abrir um processo contra o deputado por quebra de decoro parlamentar – e consequente cassação do mandato – devido a suspeitas de corrupção.

São agora necessários os votos em plenário de dois terços do total de 513 deputados para autorizar o processo de impeachment, que, se aprovado, seguirá para o Senado.

A documentação sobre o processo de impeachment, com cerca de duas mil páginas, será lida esta quinta-feira no plenário. O mesmo ocorrerá com o ato de criação da comissão especial que analisará o processo de abertura do impeachment.

O vice-presidente da República, Michel Temer, foi informado sobre a abertura do pedido, por telefone, pelo próprio deputado Eduardo Cunha, militante do seu partido, o PMDB.

Decisão de abrir impeachment foi ataque pessoal

A primeira avaliação interna do governo é que a aceitação do pedido para abertura do processo de impeachment feita pelo presidente da Câmara dos Deputados foi uma decisão pessoal de ataque à presidente Dilma Rousseff.

Acompanhada por onze ministros de Estado, Dilma afirmou, na sua “palavra de esclarecimento a todas as brasileiras e a todos os brasileiros”, que crê na improcedência do pedido e que confia no seu “justo arquivamento”.

No seu pronunciamento à imprensa, cerca de três horas depois do anúncio na Câmara dos Deputados, Dilma contra-atacou: “Não paira contra mim nenhuma suspeita de desvio de dinheiro público. Não possuo conta no exterior. Nunca coagi e nem tentei coagir instituições em busca de satisfazer os meus interesses”, afirmou, numa referência às supostas contas secretas na Suíça atribuídas a Eduardo Cunha, de acordo com as investigações da Operação Lava Jato, relativa ao escândalo de corrupção na petrolífera estatal Petrobras.

A presidente foi informada sobre a aceitação do pedido para abertura do processo de impeachment pelo ministro da Casa Civil, Jaques Wagner, antes do anúncio oficial ser feito pelo presidente da Câmara.

Negando os rumores de que estaria a negociar com o presidente da Câmara, que em julho anunciou o rompimento com o governo, Dilma afirmou que “jamais aceitaria ou concordaria com quaisquer tipos de barganha”, referindo-se a uma possível votação favorável a Cunha por deputados da coligação de Governo no Conselho de Ética da Câmara (que acabou por não acontecer da parte do PT).

Agência Brasil

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. Olha que brincalhões…
    Desta vez, e como penso que não existe a palavra em português (nem no português “estragado” do Brasil), impeachment está correcto!
    .
    .
    Nisto, o Brasil vai acordando para a realidade e infelizmente, vai de mal a pior!!

  2. O quê, destituição é assim tão difícil de dizer? Há estrangeirismos que são usados desnecessariamente e até de forma abusiva.

    Querem destituir a presidente do Brasil por corrupção, há espera se for em inglês dá mais estatuto, perdão status.

RESPONDER

Já são conhecidos os nomeados aos Globos de Ouro. Netflix lidera com "O Irlandês" e "Marriage Story"

A cerimónia de entrega de prémios realiza-se a 5 de janeiro de 2020 no hotel Beverly Hilton, em Los Angeles, e será apresentada por Ricky Gervais. Já são conhecidos os nomeados à 77ª edição dos Globos …

Falhas na formação de médicos levam ministra a criar grupo de trabalho

A ministra da Saúde determinou a constituição de um grupo de trabalho para criar um manual de regras e procedimentos para a avaliação das capacidades de formação de médicos no SNS, depois de falhas apontadas …

Surto de sarampo leva Samoa a fechar escolas e serviços. Ativista anti-vacinação detido

Com o objetivo de conter o surto de sarampo que já matou 60 pessoas, o governo de Samoa está a pedir à população que coloque uma bandeira vermelha em frente às casas nais as pessoas …

Poluição do ar leva Sarajevo a cancelar todos os eventos públicos

As autoridades bósnias consideram que a poluição na capital do país, Sarajevo, atingiu níveis perigosos nos últimos dias. Perante a densa nuvem de nevoeiro que paira na cidade, o governo regional decidiu cancelar todos os …

A banana colada à parede que custou 108 mil euros foi comida

A banana mais cara do mundo, presa a uma parede com fita adesiva, foi descascada e comida por um artista que visitava o stand da galeria Perrotin, na feira de arte contemporânea Art Basel, nos …

Empresas norte-americanas reforçam domínio na venda global de armas

O Instituto Internacional de Estudos de Paz de Estocolmo (SIPRI) revelou esta segunda-feira que as empresas norte-americanas aumentaram o domínio no comércio global de armas em 2018, para 59% do volume total entre as 100 …

Faltam medicamentos para doenças crónicas nas Farmácias (e ninguém sabe porquê)

Há medicamentos para doenças crónicas que estão, constantemente, em falta nas Farmácias Portuguesas. Uma situação preocupante, sobretudo para os pacientes que deles precisam, e que não tem uma explicação. A Associação Nacional de Farmácias está …

Mais de dois mil coalas mortos devido aos incêndios na Austrália

O presidente da Aliança das Florestas do Nordeste da Austrália disse que os incêndios florestais que deflagram no leste do país, desde o início de novembro, provocaram a morte a mais de dois mil coalas. O …

Regionalização sem referendo é “golpe de estado palaciano”

Luís Marques Mendes falou este domingo, no habitual espaço de comentário político na SIC, sobre a regionalização, os "tempos difíceis para a direita", Greta Thunberg e Joe Berardo. Houve ainda tempo para falar sobre o …

China diz que detidos em Xinjiang estão "formados" e "vivem felizes"

Um alto quadro do regime chinês afirmou, esta segunda-feira, que os membros de minorias étnicas chinesas de origem muçulmana mantidos em "centros de treino vocacional" no extremo oeste do país já se "formaram" e levam …