Abdullah Qardash, apontado como líder do Estado Islâmico, pode estar morto

Abdullah Qardash, o homem que está a ser apontado como o sucessor de Abu Bakr al-Baghdadi na liderança do autoproclamado Estado Islâmico (EI), segundo têm avançado alguns órgãos de comunicação social internacionais – citando a Amaq (agência noticiosa ligada ao grupo terrorista) -, pode estar morto.

Oficial do exército iraquiano de Saddam Husein e membro da Al-Qaeda, Abdullah Qardash foi um dos braços direitos de Abu Bakr al-Baghdadi. Conheceu o antigo líder do EI quando ambos estiveram na prisão iraquiana de CampBucca, tendo depois trabalhado juntos, noticiou o Observador esta terça-feira.

Conhecido como “O Professor” ou “O Destruidor”, asseguraria o dia-a-dia do grupo extremista e teria mais poder de facto do que Abu Bakr al-Baghdadi. Há mesmo um manifesto do Amaq, citado pela Al Jazeera, que avançava com o seu nome para substituir o líder caso este morresse, o que veio a acontecer no sábado, dia 26 de outubro.

Contudo, de acordo com os serviços secretos iraquianos, Abdullah Qardash estará morto desde 2017, avançou a Al Jazeera, referindo um depoimento da filha do extremista, que está presa no Iraque. Analistas ouvidos pela televisão árabe afirmaram que grande parte da liderança da organização foi já derrotada, tornando por isso impossível não só prever o que resta do núcleo inicial, mas também quem e como será a próxima liderança do EI.

Por outro lado, Abdullah Qardash nunca poderia ser elegível para califa pois não pertence à tribo certa – a Quraysh, da qual descende o profeta Maomé -, argumentaram os especialistas em assuntos relacionados com o EI, Hisham Al-Hashemi e Aymenn Jawad Tamimi, em declarações à Al Jazeera.

Esta apontou também para outros dois potenciais sucessores, Abu Othman al-Tunsi, tunisino líder do conselho legislativo do EI, e Abu Saleh al-Juzrawi, também conhecido como Hajj Abdullah, um saudita que gere um corpo executivo da mesma organização.

Um outro possível líder para o EI foi também morto no sábado, na Síria, de acordo com o Independent. Tratava-se de Abu Hassan al-Muhajir, um porta-voz da organização, e morreu poucas horas depois de Abu Bakr al-Baghdadi, num ataque liderado pelos Estados Unidos e pelas forças democratas sírias.

Os especialistas salientaram ainda que o líder do EI é uma figura meramente simbólica, tal como foi a morte de Abu Bakr al-Baghdadi, já que “os diferentes grupos que existiam e continuam a existir depois do colapso físico do califado continuarão a lutar na Síria e no Iraque, mas também no Afeganistão, na África Subsaariana e noutros lugares”.

“Esta organização tornou-se algo como um califado virtual; um ‘franchise’ em que outros grupos podem comprar a entrada e vender mundo fora”, disse Andreas Krieg, professor universitário de estudos de defesa citado também pela estação árabe.

Ainda assim, a sucessão deve estar para breve, uma vez que existe um padrão estabelecido pela al-Qaeda e outras organizações radicais: nomeiam quase imediatamente um sucessor quando o líder morre, concluiu o Observador.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Fantástico, as crias da cia todos os dias morrem fazem-lhes o funeral no mar e depois ressuscitam quase constantemente. O ocidente tem criatividade.

RESPONDER

Homem na casa dos 20 anos morre de peste no Novo México

Um homem na casa dos 20 anos morreu de peste septicémica no estado norte-americano do Novo México, anunciaram as autoridades de saúde deste estado. A vítima, cuja identidade não foi revelada publicamente, viva em Rio …

Cara do pintor italiano Rafael reconstruida para resolver mistério do seu túmulo

Uma equipa de especialistas fez uma reconstrução em 3D da cara do pintor italiano renascentista Rafael. Assim, confirmaram o seu aspeto físico e resolveram o mistério relativamente ao seu túmulo. O rosto do pintor italiano Rafael …

Novo método não-invasivo permite diagnosticar cancro cerebral sem fazer incisões

Diagnosticar tumores cerebrais pode ser difícil e muito invasivo. Agora, uma equipa de investigadores desenvolveu um método para detetar cancro no cérebro sem ser necessária qualquer incisão. Os tumores cerebrais são normalmente diagnosticados através de imagens …

A última plataforma de gelo intacta do Canadá colapsou. Criou um icebergue maior do que o Porto

A plataforma de gelo Milne, no Canadá, fragmentou-se no final do mês de julho, formando vários icebergues, dois dos quais de grandes dimensões. Cientistas ouvidos pela agência noticiosa AP referem que esta era uma plataforma especial, …

Ícones da moda de luto: a indústria fashion nunca mais será a mesma

Muitas são as áreas da economia a ser gravemente afetadas pela pandemia de covid-19. A indústria da moda não foge à tendência e já são muitos os líderes de grandes marcas a "declarar morte" à …

Covid-19: Cigarros eletrónicos aumentam riscos de infeção em cinco a sete vezes para jovens

O risco de contrair covid-19 entre adolescentes e jovens adultos que fumam cigarros eletrónicos é cinco a sete vezes superior, segundo um estudo liderado pela faculdade de Medicina da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos. O …

Apenas 10% da população escreve com a mão esquerda. Cientistas lutam para explicar porquê

Em praticamente qualquer lugar do globo, apenas 10% das pessoas são canhotas, isto é, têm maior habilidade com o lado esquerdo do corpo, especialmente com a mão, comparativamente com o lado direito. Os cientistas tentam há …

Para reavivar o turismo, esta pequena cidade está a contar com a ajuda dos "vampiros"

A pequena cidade de Forks, em Washington, nos Estados Unidos, é lar de 3.600 pessoas, cujos meios de subsistência nos últimos 15 anos foram impulsionados por uma indústria do turismo alimentada por "Crepúsculo", a série …

Tim Cook acaba de se juntar ao clube dos milionário à boleia de recorde histórico da Apple

O diretor-executivo (CEO) da Apple, Tim Cook, acaba de se juntar à lista de multimilionários do mundo, depois de a gigante tecnológica norte-americana atingir um valor de mercado histórico. De acordo com os cálculos da …

Cientistas calculam probabilidade de contágio ao viajar de comboio

Investigadores da Universidade de Southampton, no Reino Unido, calcularam a probabilidade de contrair covid-19 ao viajar numa carruagem de comboio com uma pessoa infetada. Em colaboração com a Academia Chinesa de Ciências, a Academia Chinesa de …