Com 92% dos votos contados, Netanyahu e Gantz em empate quase perfeito

Ronen Zvulun / EPA

Os primeiros resultados mostram um empate técnico entre os partidos de Benjamin Netanyahu e Benny Gantz. Os resultados obtidos pelos pequenos partidos poderão marcar a diferença.

Segundo a imprensa local, com 92% dos votos contados, o primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, e o antigo chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas que lidera a coligação centrista, Benny Gantz, estão neste momento numa situação de empate.

Esta terça-feira, os israelitas foram, pela segunda vez em cinco meses, a votos para escolher o próximo chefe de Estado. Segundo o Observador, se estes resultados se mantiverem, esperam-se longos meses de negociações para um futuro governo.

Fonte oficial da campanha informou o The Guardian que, às 9h00 locais (7h00 em Lisboa), apenas 42% dos votos estavam contados e, segundo esta fonte, o Likud estava ligeiramente à frente, com 28%, enquanto que Gantz somava 27%.

Ainda assim, os órgãos de comunicação social locais afirmam que já foram contados cerca de 90% dos votos e apontam para o empate. As mesmas fontes dão 32 lugares a cada partido.

O Haaretz apresentou um gráfico que, da mesma forma, dá um empate para o Likud e para Gantz. No entanto, uma última atualização do Israel National News mostra que o Azul e Branca de Gantz poderá ter uma ligeira vantagem: 33 assentos, mais dois do que o Likud, que para já contará com 31.

Face a estes resultados, o The New York Times avança que serão os partidos mais pequenos a definir os resultados destas eleições, pela via da coligação. De acordo com o jornal, este é um resultado “sombrio” para Netanyahu.

O Expresso avança que, na madrugada desta quarta-feira, Netanyahu prometeu que formará o próximo elenco governativo. O primeiro-ministro assegurou que “todos os parceiros do Likud querem avançar juntos para construir um Governo forte e não permitir um perigoso Governo antissionista”.

“Vamos unir-nos nas missões que temos pela frente no Likud e em Israel. Ainda estamos a aguardar os resultados finais mas uma coisa é certa: o Estado de Israel está num momento histórico de grande desafios e oportunidades diplomáticas e de segurança”, disse, citado pelo The Jerusalem Post.

Por sua vez, Benny Gantz, já tinha falado, numa altura em que os resultados parciais lhe davam uma ligeira vantagem sobre Netanyahu. O antigo militar disse que está na hora de curar as feridas da sociedade e prometeu que a sua formação partidária irá começar a trabalhar de imediato num amplo Governo de unidade nacional.

“De acordo com os resultados atuais, o povo israelita depositou a sua confiança em nós pela segunda vez. Não ao incitamento e à divisão, sim à unidade! Não à corrupção, sim às mãos limpas! Não às tentativas de destruir a democracia israelita, sim ao sentido de Estado e a Israel como Estado democrático e judaico!”, afirmou.

A referência à corrupção não passa despercebida, uma vez que Netanyahu poderá ser acusado em três casos de corrupção, incluindo um de suborno, devendo ser sujeito a uma audiência de pré-acusação com o procurador-geral no último dia previsto para o Presidente de Israel, Reuven Rivlin, escolher um candidato a primeiro-ministro.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Uma cidade chamada "amianto" está a tentar mudar o nome (e a discussão tornou-se tóxica)

Há uma cidade no Canadá chamada Asbesto - um material de construção altamente tóxico. Os habitantes da cidade não estão felizes com este nome, mas a sua mudança também não está a ser fácil. De acordo …

FC Porto 3-1 Braga | Entrada de “dragão”

O FC Porto iniciou a defesa do título nacional com uma vitória importante sobre o Sporting de Braga por 3-1. Os minhotos marcaram primeiro no Dragão, por um ex-portista, mas os descontos do primeiro tempo foram …

Barco navega em forma de coração para agradecer aos habitantes da Nova Escócia

A escuna Bluenose II navegou de forma bastante original no último dia da temporada de 2020. A rota seguida criou a forma de um coração no porto de Lunenburg, na Nova Escócia. De acordo com o …

França bate recorde com 13.498 novos casos. Espanha não vai confinar

A França registou este sábado um recorde diário de casos de covid-19, com 13.498 novos infetados nas últimas 24 horas, anunciou a Agência Nacional de Saúde, acrescentando que, no mesmo período, morreram mais 26 pessoas. No …

Diogo Jota no Liverpool

O Liverpool oficializou hoje a contratação do futebolista internacional Diogo Jota, de 23 anos, num contrato “de longa duração”, sem especificar a duração. A imprensa inglesa tem adiantado que o jogador vai assinar por cinco épocas, …

Companhia aérea australiana oferece voos de 7 horas (para lugar nenhum)

A companhia aérea australiana Qantas anunciou recentemente planos para um voo panorâmico de sete horas que fará um loop gigante em Queensland e Gold Coast, New South Wales e os remotos centros do interior do …

Barack Obama vai publicar um livro de memórias (mas só depois da eleições de novembro)

O livro de memórias do antigo Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, só vai ser publicado depois das eleições presidenciais de novembro. Uma enxurrada de livros políticos chegou às prateleiras nas últimas semanas, no final da …

Confrontos em Londres entre polícia e opositores das restrições devido à pandemia

A polícia de Londres, Inglaterra, entrou hoje em confronto com manifestantes que protestavam contra as restrições que visam conter a disseminação do novo coronavírus. De acordo com a agência Associated Press (AP), os confrontos ocorreram quando …

Milhares infetados por bactéria após fuga em fábrica farmacêutica chinesa

Milhares de pessoas no noroeste da China contraíram uma doença bacteriana depois de uma fuga que causou um surto numa biofarmacêutica no ano passado. De acordo com a CNN, que cita relatos dos media locais, mais …

Guardas da Revolução do Irão prometem vingar morte do general Soleimani

O chefe dos Guardas da Revolução, o exército ideológico do Irão, garantiu hoje que a morte do general Qassem Soleimani, alvo de um raide aéreo dos Estados Unidos, será vingada em “todos os seus implicados”. “Senhor …