Com 92% dos votos contados, Netanyahu e Gantz em empate quase perfeito

Ronen Zvulun / EPA

Os primeiros resultados mostram um empate técnico entre os partidos de Benjamin Netanyahu e Benny Gantz. Os resultados obtidos pelos pequenos partidos poderão marcar a diferença.

Segundo a imprensa local, com 92% dos votos contados, o primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, e o antigo chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas que lidera a coligação centrista, Benny Gantz, estão neste momento numa situação de empate.

Esta terça-feira, os israelitas foram, pela segunda vez em cinco meses, a votos para escolher o próximo chefe de Estado. Segundo o Observador, se estes resultados se mantiverem, esperam-se longos meses de negociações para um futuro governo.

Fonte oficial da campanha informou o The Guardian que, às 9h00 locais (7h00 em Lisboa), apenas 42% dos votos estavam contados e, segundo esta fonte, o Likud estava ligeiramente à frente, com 28%, enquanto que Gantz somava 27%.

Ainda assim, os órgãos de comunicação social locais afirmam que já foram contados cerca de 90% dos votos e apontam para o empate. As mesmas fontes dão 32 lugares a cada partido.

O Haaretz apresentou um gráfico que, da mesma forma, dá um empate para o Likud e para Gantz. No entanto, uma última atualização do Israel National News mostra que o Azul e Branca de Gantz poderá ter uma ligeira vantagem: 33 assentos, mais dois do que o Likud, que para já contará com 31.

Face a estes resultados, o The New York Times avança que serão os partidos mais pequenos a definir os resultados destas eleições, pela via da coligação. De acordo com o jornal, este é um resultado “sombrio” para Netanyahu.

O Expresso avança que, na madrugada desta quarta-feira, Netanyahu prometeu que formará o próximo elenco governativo. O primeiro-ministro assegurou que “todos os parceiros do Likud querem avançar juntos para construir um Governo forte e não permitir um perigoso Governo antissionista”.

“Vamos unir-nos nas missões que temos pela frente no Likud e em Israel. Ainda estamos a aguardar os resultados finais mas uma coisa é certa: o Estado de Israel está num momento histórico de grande desafios e oportunidades diplomáticas e de segurança”, disse, citado pelo The Jerusalem Post.

Por sua vez, Benny Gantz, já tinha falado, numa altura em que os resultados parciais lhe davam uma ligeira vantagem sobre Netanyahu. O antigo militar disse que está na hora de curar as feridas da sociedade e prometeu que a sua formação partidária irá começar a trabalhar de imediato num amplo Governo de unidade nacional.

“De acordo com os resultados atuais, o povo israelita depositou a sua confiança em nós pela segunda vez. Não ao incitamento e à divisão, sim à unidade! Não à corrupção, sim às mãos limpas! Não às tentativas de destruir a democracia israelita, sim ao sentido de Estado e a Israel como Estado democrático e judaico!”, afirmou.

A referência à corrupção não passa despercebida, uma vez que Netanyahu poderá ser acusado em três casos de corrupção, incluindo um de suborno, devendo ser sujeito a uma audiência de pré-acusação com o procurador-geral no último dia previsto para o Presidente de Israel, Reuven Rivlin, escolher um candidato a primeiro-ministro.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Vai ser possível ver auroras boreais a partir de um balão de ar quente

A agência Off The Map Travel vai lançar em dezembro de 2020 o primeiro balão de ar quente. O objetivo é levá-lo a ver auroras boreais do céu. As auroras boreais são já um verdadeiro espetáculo …

Nova tecnologia militar aquece as mãos em temperaturas negativas sem luvas

Cientistas do exército norte-americano criaram uma tecnologia capaz de aquecer as mãos dos soldados em baixas temperaturas sem serem necessárias luvas. Se completar uma tarefa do dia-a-dia com luvas pode revelar-se complicado, imagine-se tentar recarregar uma …

Os animais começaram a fazer sons para poderem conversar no escuro

O reino animal está cheio de diferentes vocalizações. A produção sonora apareceu há entre 100 milhões e 200 milhões de anos e a sua origem está fortemente ligada à vida no escuro. Os vertebrados são animais …

O novo líder do CDS reclama uma nova direita (e quer um partido "sexy")

Francisco Rodrigues dos Santos sagrou-se este domingo o 10º presidente do CDS, reclamando no seu discurso de vitória a herança de todos os seus antecessores, desde o fundador, Freitas do Amaral, a Assunção Cristas. O tom …

Paços 0 - 2 Benfica | “Águia” não vacila e passa pressão

O Benfica foi a Paços de Ferreira vencer por 2-0, colocando pressão sobre o FC Porto, segundo classificado, que na próxima terça-feira recebe o Gil Vicente. A formação “encarnada” foi superior na maioria dos principais momentos …

Governo reabre processo para corrigir mapa das freguesias

O Governo reabriu o processo para a correção ao mapa de freguesias, num compromisso com as associações de municípios e de freguesias, anunciou o secretário de Estado da Descentralização e Administração Local, Jorge Botelho. “Iremos retomar …

Google cria modelo de cérebro mais detalhado (e com maior resolução) de sempre

A recriação 3D do cérebro de uma mosca da fruta - que mostra 20 milhões de sinapses e 25 mil neurónios - é a que tem a maior resolução até ao momento. Uma equipa de …

Morreu Kobe Bryant, uma das maiores estrelas de sempre da NBA

Kobe Bryant, um dos maiores basquetebolistas de sempre, morreu na manhã deste domingo em Calabasas, Califórnia, num desastre de helicóptero. De acordo com a TMZ, Bryant viajava com, pelo menos, três outras pessoas num helicóptero privado, …

Há seis queixas de violência policial por semana

Em Portugal, são apresentadas em média seis queixas semanais por violência policial, escreve o semanário Expresso na sua edição deste fim-de-semana, citando os dados mais recentes da Procuradoria-Geral da República. De acordo com os números, relativos …

CRISPR tornou galinhas resistentes a um vírus comum

A técnica de edição genética CRISPR tem sido usada para tornar as galinhas resistentes a um vírus comum, uma abordagem que poderia aumentar a produção de ovos e de carne em todo o mundo. Mesmo quando …