Portugal bate recorde de casos diários no último dia do ano. Há mais 7.627 infetados

António Cotrim / Lusa

Portugal contabiliza esta quinta-feira mais 76 mortes relacionadas com a covid-19 e 7.627 novos casos de infeção com o novo coronavírus, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS).

O boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS) revela que foram registados mais 7.627 casos em Portugal nas últimas 24 horas. Segundo o Observador, nunca tinha havido um valor de casos de infeção tão elevado num só dia. O recorde anterior foi batido em 4 de novembro, quando foram registados 7.497 casos, embora nesse dia tenha havido atualizações de casos antigos.

O boletim epidemiológico indica ainda que estão internada 2.840 pessoas, mais 56 do que na quarta-feira, das quais 482 em cuidados intensivos, ou seja, menos cinco.

Dos 7.627 novos casos, a maior parte foi registada na região de Lisboa e Vale do Tejo (2.801), seguindo-se o Norte (2.588), Centro (1.415), Alentejo (524), Algarve (219), Madeira (44) e Açores (26).

Em relação aos óbitos, é na região do Norte que se verifica o maior número de vítimas mortais: 37. Seguem-se o Centro (16), Lisboa e Vale do Tejo (15), Alentejo (7) e Madeira (1). Não foram registados óbitos no arquipélago dos Açores nem no Algarve.

Nas últimas 24 horas, foram registadas 3.260 novas recuperações, totalizando 334.276 recuperados em Portugal .

Esta quinta-feira, há um total de 72.496 casos ativos, mais 4.291 do que no boletim de quarta-feira. Há 88.534 contactos em vigilância, menos 2.556 do que na quarta-feira.

Ano Novo com restrições

No período da passagem de ano, é proibida a circulação entre concelhos e há recolher obrigatório a partir das 23h de 31 de dezembro em todo o território continental, estando proibidos ajuntamentos na rua e festas públicas.

Segundo as medidas do Governo, a circulação entre concelhos no território continental é proibida entre as 0h de 31 de dezembro e as 5h de 4 de janeiro de 2021, ou seja, entre quinta-feira e segunda-feira, “salvo por motivos de saúde, de urgência imperiosa ou outros especificamente previstos”.

Quanto ao recolher obrigatório, em que é proibida a circulação na via pública, aplica-se a todo o território continental, no dia 31 de dezembro a partir das 23h e nos dias 1, 2 e 3 de janeiro a partir das 13h e até às 5h do dia seguinte.

Para o Ano Novo estão “proibidas festas públicas ou abertas ao público” e, à semelhança do Natal, não são permitidos ajuntamentos na via com mais de seis pessoas.

Maria Campos Maria Campos, ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Isto é uma autêntica pantominice com os números de infetados. De há uma semana para cá, pelo menos, foi tudo descaradamente manipulado.
    Primeiro, eram números reduzidíssimos, e hoje, fizeram a compensação com números recorde. No somatório, poderão os números estar muito perto da realidade, mas, na sua distribuição, é que está a verdadeira vigarice (para servir os interesses do governo).

    • Os numeros podem estar errados mas existem mais explicações que a sua manipulação. Afirmar algo como sendo absoluto é um trato dos conspiracionistas.

      Razão muito mais plausível é a pura e simples incapacidade em organizar estes números devido à dimensão da pandemia e a inadequação de recursos. É neste ponto em que temos de nos concentrar e encontrar os responsáveis pela má gestão. Mais do que isto, é demagogia pura e dura. Como a sua.

  2. Este recorde não poderá corresponder à realidade. Ainda há algum tempo, alguém referiu uma interessante “jogatana da DGS e do governo”, e a minha ideia é a de que estes números são todos falsificados, já que se justifica alarmar para confinar, e mentir, para aliviar, juntar e mais infetar.
    Agradeço, no limiar entre um ano e outro, ao governo e aos outros órgãos que apenas existem, a verdade e a sinceridade que compõem este trabalho de educar a população, tendo em vista a disseminação do vírus.

    Obrigado.

A fronteira mais importante da China é imaginária: a Linha Hu

A Linha Hu, também conhecida como linha Heihe-Tengchong, é uma linha imaginária que divida a China em duas partes com áreas quase iguais. Estende-se da cidade de Heihe até Tengchong. Desenhada pela primeira vez em 1935, …

Algumas pessoas moram em aeroportos durante meses (ou até mesmo anos)

Aeroportos não servem de casa apenas para os sem-abrigo. Há pessoas que, involuntariamente ou não, ficam lá durante meses e, em alguns casos, até mesmo anos. Em janeiro, as autoridades de Chicago prenderam um homem de …

Senado da Carolina do Sul aprova fuzilamento como método de execução

Com esta decisão, a Carolina do Sul poderá converter-se no quarto estado do país a incorporar este método de execução de pena de morte, depois do Utah, Oklahoma e Mississípi. De acordo com a agência noticiosa …

"Oxigénio tornou-se ouro". Criminosos lucram com a sua escassez no México

A pandemia de covid-19 deixou a Cidade do México a atravessar uma grande escassez de oxigénio médico. Criminosos estão a aproveitar para lucrar com a situação. A capital mexicana registou um pico de infeções e hospitalizações …

Meteorito do tamanho de um damasco caiu em França (e os astrónomos precisam de ajuda para encontrá-lo)

Os entusiastas do Espaço estão a ser instados a procurar um meteorito do tamanho de um damasco que caiu no fim de semana passado no sudoeste de França.  O meteorito, com peso estimado em 150 gramas, …

Professora pediu a alunos para fingir que eram escravos e escreverem carta para África

Uma professora de uma escola secundária no Mississippi, nos Estados Unidos, está a ser alvo de críticas devido a uma fotografia de um trabalho de casa divulgada nas redes sociais. Foi pedido aos alunos do 8.º …

Obra de Churchill que pertencia a Angelina Jolie vendida por valor recorde

O quadro pintado pelo antigo primeiro-ministro britânico foi vendido por 8,3 milhões de libras. A pintura foi um presente de Winston Churchill para o presidente dos Estados Unidos, Franklin D. Roosevelt, e agora foi leiloada …

Milhares fugiram, mas Sakae Kato ficou. O homem que salva gatos abandonados em Fukushima há 10 anos

Durante a última década, um homem em Fukushima, no Japão, tem salvado todos os gatos na área abandonada de onde milhares de pessoas fugiram durante o desastre da central nuclear - e ainda continua a …

Governador de Nova Iorque "reescreveu relatório" para esconder mortes em lares

  Assistentes do governador de Nova Iorque, Andrew Cuomo, terão reescrito um relatório das autoridades de saúde locais, no verão de 2020, que apontava para um número de mortes por covid-19 nos lares de idosos muito …

"Europa vai andar para trás". Pandemia faz "descarrilar conquistas de igualdade"

Empregos perdidos, horários de trabalho reduzidos e violência doméstica crescente provam que o impacto da pandemia foi mais forte nas mulheres e fez “descarrilar as conquistas de igualdade”, alerta o Instituto Europeu para a Igualdade …