50 anos depois, Yoko Ono é co-autora de “Imagine” (e prolonga o copyright)

Nationaal Archief / Wikimedia

John Lennon e Yoko Ono em 1969

John Lennon e Yoko Ono em 1969

A viúva de John Lennon foi finalmente considerada pela National Music Publishers Association como co-autora da canção pacifista mais famosa de todos os tempos. A resolução, anunciada de surpresa, foi tomada com base em declarações do próprio Lennon.

Quase 50 anos depois de John Lennon ter lançado “Imagine”, a sua viúva e colaboradora artística, Yoko Ono, aparecerá como co-autora da famosa canção.

O surpreendente anúncio foi feito esta quarta-feira, em Nova Iorque, em cerimónia da National Music Publishers Association na qual a icónica ode à paz mundial, de 1971, foi declarada “canção do século”.

Enquanto Yoko Ono e o filho, Sean Lennon, se aproximavam para receber um troféu, a associação anunciou inesperadamente que a artista se juntaria a Lennon nos créditos da composição. Após o anúncio, Sean comentou no Facebook que este era “o dia de maior orgulho da minha vida”.

Durante a cerimónia, foi exibida uma entrevista da BBC com John Lennon em 1980, pouco antes de o músico ter sido assassinado, na qual o ex-Beatle diz que “Imagine” foi inspirada em parte no livro de arte conceptual de Yoko Ono, “Grapefruit”.

Imagine deveria ter sido registada como uma canção Lennon/Ono. Se tivesse sido alguém mais que a minha esposa, ter-lhe-ia dado crédito”, diz Lennon na entrevista.

Yoko Ono, já reconhecida como artista de vanguarda quando conheceu o ex-Beatle, colaborou estreitamente com Lennon e tenta preservar seu legado desde a sua morte. A icónica “Imagine”, com o seu apelo a um mundo sem divisões, continua a ser uma das canções mais famosas da música pop e o hino de todos os activistas pela paz.

É pouco provável que Yoko Ono venha a ter qualquer ganho pessoal no futuro imediato com este reconhecimento, porque já é a herdeira do património de Lennon.

Mas a mudança poderá ter um efeito prático pois, segundo a lei norte-americana, as canções tornam-se domínio público, ou seja, os autores deixam ter lucros com a sua venda, 70 anos após o seu lançamento. O acréscimo de Yoko Ono como co-autora da composição estende o período de copyright de “Imagine”.

A própria Ono teve uma famosa disputa com outro ex-Beatle, Paul McCartney, pelos créditos da música. Os Beatles geralmente assinavam as canções “Lennon-McCartney”, músicos que dividem o crédito de alguns dos maiores sucessos da história da música.

Depois de o grupo se ter separado, McCartney começou a mudar a ordem dos créditos para McCartney-Lennon em canções nas quais diz ter sido ele a tomar a iniciativa – o que provocou fortes críticas de Yoko Ono.

Imagine que não existam posses, pergunto-se se consegue,
Sem necessidade de ganância ou fome,
Uma irmandade de homem, imagine todas as pessoas,
Partilhando todo o mundo…

ZAP // Forum

PARTILHAR

RESPONDER

Costa avisa que vem aí a "fase mais crítica" dos incêndios e pede prevenção

O primeiro-ministro participou numa reunião de acompanhamento e monitorização sobre prevenção e combate a fogos florestais e advertiu, esta terça-feira, que Portugal entra agora na fase mais crítica. Esta terça-feira, o primeiro-ministro advertiu que Portugal entra …

"Fracasso" no combate à covid-19. Diretora de Saúde de Israel demite-se

Siegal Sadetzki, diretora dos serviços públicos do Ministério da Saúde de Israel, denunciou o "fracasso" das autoridades em retardar a propagação da covid-19 no país, apresentando a sua demissão. Uma responsável do Ministério da Saúde de …

Quase 900 professores vão entrar nos quadros do Ministério da Educação

Quase 900 professores vão entrar nos quadros do Ministério da Educação, no âmbito do concurso externo imposto ao Estado pela União Europeia. Mais de 800 professores passaram a integrar os quadros do Ministério da Educação através …

Após saída do primeiro-ministro, Macron faz remodelação governamental e muda ministros-chave

O Presidente francês Emmanuel Macron aproveitou a mudança de primeiro-ministro para levar a cabo uma profunda remodelação do seu Governo. Anunciada na segunda-feira, a grande mudança é o novo ministro do Interior, Gérald Darmanin, até …

Marcelo promete ir todas as semanas ao Algarve para "puxar pelo turismo"

O Presidente da República disse esta segunda-feira, no Algarve, que é necessário “olhar para a frente e lutar” para o turismo na região superar as perdas causadas pela exclusão de Portugal do corredor aéreo com …

Portugal sabe a 27 de julho se entra nos corredores aéreos do Reino Unido

A reavaliação da lista de países isentos de quarentena nas chegadas ao Reino Unido, da qual Portugal foi excluído devido aos surtos de covid-19, vai ser feita a 27 de julho, revelou esta segunda-feira o …

Efacec. Estado não vai assumir a dívida de Isabel dos Santos aos bancos

O Conselho de Ministros português aprovou, na quinta-feira, a nacionalização de 71,73% do capital social da Efacec, pertencentes à empresária angolana Isabel dos Santos. Pedro Siza Vieira, ministro da Economia, defendeu esta terça-feira que o Estado …

China confirma caso de peste negra e anuncia mais um suspeito. É uma jovem de 15 anos

O caso suspeito de peste bubónica na região autónoma da Mongólia Interior já foi confirmado pela China, avança esta terça-feira a emissora britânica BBC, que dá ainda conta de um novo caso em análise. O …

Portugal regista mais nove mortes e 287 novos casos

Portugal regista, esta terça-feira, mais nove mortos de 287 novos casos de infeção por covid-19. Dos 287 novos casos, 207 foram registados na região de Lisboa e Vale do Tejo. De acordo com o boletim epidemiológico …

Portugal vai apoiar Nadia Calviño para substituir Centeno no Eurogrupo

O primeiro-ministro, António Costa, revelou esta segunda-feira que Portugal vai apoiar a candidatura da ministra espanhola Nadia Calviño à presidência do Eurogrupo, cargo atualmente ocupado por Mário Centeno em fim de mandato. Tal como escreve o …