50 anos depois, Yoko Ono é co-autora de “Imagine” (e prolonga o copyright)

Nationaal Archief / Wikimedia

John Lennon e Yoko Ono em 1969

John Lennon e Yoko Ono em 1969

A viúva de John Lennon foi finalmente considerada pela National Music Publishers Association como co-autora da canção pacifista mais famosa de todos os tempos. A resolução, anunciada de surpresa, foi tomada com base em declarações do próprio Lennon.

Quase 50 anos depois de John Lennon ter lançado “Imagine”, a sua viúva e colaboradora artística, Yoko Ono, aparecerá como co-autora da famosa canção.

O surpreendente anúncio foi feito esta quarta-feira, em Nova Iorque, em cerimónia da National Music Publishers Association na qual a icónica ode à paz mundial, de 1971, foi declarada “canção do século”.

Enquanto Yoko Ono e o filho, Sean Lennon, se aproximavam para receber um troféu, a associação anunciou inesperadamente que a artista se juntaria a Lennon nos créditos da composição. Após o anúncio, Sean comentou no Facebook que este era “o dia de maior orgulho da minha vida”.

Durante a cerimónia, foi exibida uma entrevista da BBC com John Lennon em 1980, pouco antes de o músico ter sido assassinado, na qual o ex-Beatle diz que “Imagine” foi inspirada em parte no livro de arte conceptual de Yoko Ono, “Grapefruit”.

Imagine deveria ter sido registada como uma canção Lennon/Ono. Se tivesse sido alguém mais que a minha esposa, ter-lhe-ia dado crédito”, diz Lennon na entrevista.

Yoko Ono, já reconhecida como artista de vanguarda quando conheceu o ex-Beatle, colaborou estreitamente com Lennon e tenta preservar seu legado desde a sua morte. A icónica “Imagine”, com o seu apelo a um mundo sem divisões, continua a ser uma das canções mais famosas da música pop e o hino de todos os activistas pela paz.

É pouco provável que Yoko Ono venha a ter qualquer ganho pessoal no futuro imediato com este reconhecimento, porque já é a herdeira do património de Lennon.

Mas a mudança poderá ter um efeito prático pois, segundo a lei norte-americana, as canções tornam-se domínio público, ou seja, os autores deixam ter lucros com a sua venda, 70 anos após o seu lançamento. O acréscimo de Yoko Ono como co-autora da composição estende o período de copyright de “Imagine”.

A própria Ono teve uma famosa disputa com outro ex-Beatle, Paul McCartney, pelos créditos da música. Os Beatles geralmente assinavam as canções “Lennon-McCartney”, músicos que dividem o crédito de alguns dos maiores sucessos da história da música.

Depois de o grupo se ter separado, McCartney começou a mudar a ordem dos créditos para McCartney-Lennon em canções nas quais diz ter sido ele a tomar a iniciativa – o que provocou fortes críticas de Yoko Ono.

Imagine que não existam posses, pergunto-se se consegue,
Sem necessidade de ganância ou fome,
Uma irmandade de homem, imagine todas as pessoas,
Partilhando todo o mundo…

ZAP // Forum

PARTILHAR

RESPONDER

Portugal com testes negativos à covid-19 antes do jogo com a Alemanha

Os jogadores, equipa técnica e restantes membros da seleção tiveram resultados negativos nos testes à covid-19, realizados três dias antes do jogo com a Alemanha, revelou, esta quinta-feira, fonte oficial da Federação Portuguesa de Futebol …

Quatro anos depois do incêndio de Pedrógão, ainda há casas por reconstruir

Esta quinta-feira, assinalam-se quatro anos do grande incêndio de Pedrógão Grande, no distrito de Leiria, que provocou a morte a 66 pessoas. Quatro anos depois do incêndio de Pedrógão Grande, que deflagrou ao início da tarde …

Chegou em maio, saiu em junho: a passagem de Gattuso pela Fiorentina

Gennaro Gattuso chegou ao clube italiano no final de maio mas, a meio de junho, já deixou a Fiorentina. Sérgio Oliveira já não deve seguir para Florença. Gennaro Gattuso foi apresentado como treinador da Fiorentina há …

Venda de barragens. Governo terá permitido à EDP vender direito não previsto nos contratos

O Governo permitiu à EDP vender um direito das barragens no Douro à Engie que não era permitido no seu contrato de concessão. A conclusão é do Bloco de Esquerda após analisar a documentação sobre o …

Salário milionário e verba de 18 milhões. Matheus Nunes perto de rumar ao Everton

Matheus Nunes está muito perto de se transferir para o Everton, segundo relatos da imprensa nacional. O luso-brasileiro pode render 18 milhões de euros ao Sporting. O interesse do Everton em Matheus Nunes não é de …

"O regresso do Super-Homem". Buffon está de volta ao Parma

O guarda-redes italiano, de 43 anos, vai voltar ao clube onde fez toda a sua formação, até sair para a Juventus. "Ele está de volta onde pertence. Ele está de volta a casa". Foi assim o …

Intervalo da segunda toma da vacina da Astrazeneca reduzido para 8 semanas

O intervalo da toma da segunda dose da vacina da Astrazeneca foi reduzido de 12 para oito semanas para garantir “mais rápida proteção” perante a transmissão de novas “variantes de preocupação” do vírus SARS-CoV-2, segundo …

Dezasseis anos depois, Sergio Ramos vai deixar o Real Madrid

O Real Madrid confirmou, esta quarta-feira, que Sergio Ramos vai abandonar o clube, depois de 16 temporadas com a camisola merengue. "O Real Madrid comunica que amanhã, quinta-feira, 17 de Junho, às 11h30 portuguesas, terá lugar …

Armando Vara pôs 1,6 milhões na Suíça e usou offshores para "esconder a origem do dinheiro"

Um inspetor tributário declarou hoje em julgamento que o ex-ministro Armando Vara colocou 1,6 milhões de euros em numerário em contas na Suíça e utilizou sociedades 'offshore' como "tampão" para "esconder ou ocultar" a origem …

Fábio Cardoso vai ser reforço do FC Porto por preço de saldo

O FC Porto chegou a acordo com o Santa Clara para a contratação de Fábio Cardoso. O defesa-central vai custar 2,2 milhões de euros aos cofres portistas. O jogador deverá assinar, esta sexta-feira, um contrato válido …