50 anos depois, Yoko Ono é co-autora de “Imagine” (e prolonga o copyright)

Nationaal Archief / Wikimedia

John Lennon e Yoko Ono em 1969

John Lennon e Yoko Ono em 1969

A viúva de John Lennon foi finalmente considerada pela National Music Publishers Association como co-autora da canção pacifista mais famosa de todos os tempos. A resolução, anunciada de surpresa, foi tomada com base em declarações do próprio Lennon.

Quase 50 anos depois de John Lennon ter lançado “Imagine”, a sua viúva e colaboradora artística, Yoko Ono, aparecerá como co-autora da famosa canção.

O surpreendente anúncio foi feito esta quarta-feira, em Nova Iorque, em cerimónia da National Music Publishers Association na qual a icónica ode à paz mundial, de 1971, foi declarada “canção do século”.

Enquanto Yoko Ono e o filho, Sean Lennon, se aproximavam para receber um troféu, a associação anunciou inesperadamente que a artista se juntaria a Lennon nos créditos da composição. Após o anúncio, Sean comentou no Facebook que este era “o dia de maior orgulho da minha vida”.

Durante a cerimónia, foi exibida uma entrevista da BBC com John Lennon em 1980, pouco antes de o músico ter sido assassinado, na qual o ex-Beatle diz que “Imagine” foi inspirada em parte no livro de arte conceptual de Yoko Ono, “Grapefruit”.

Imagine deveria ter sido registada como uma canção Lennon/Ono. Se tivesse sido alguém mais que a minha esposa, ter-lhe-ia dado crédito”, diz Lennon na entrevista.

Yoko Ono, já reconhecida como artista de vanguarda quando conheceu o ex-Beatle, colaborou estreitamente com Lennon e tenta preservar seu legado desde a sua morte. A icónica “Imagine”, com o seu apelo a um mundo sem divisões, continua a ser uma das canções mais famosas da música pop e o hino de todos os activistas pela paz.

É pouco provável que Yoko Ono venha a ter qualquer ganho pessoal no futuro imediato com este reconhecimento, porque já é a herdeira do património de Lennon.

Mas a mudança poderá ter um efeito prático pois, segundo a lei norte-americana, as canções tornam-se domínio público, ou seja, os autores deixam ter lucros com a sua venda, 70 anos após o seu lançamento. O acréscimo de Yoko Ono como co-autora da composição estende o período de copyright de “Imagine”.

A própria Ono teve uma famosa disputa com outro ex-Beatle, Paul McCartney, pelos créditos da música. Os Beatles geralmente assinavam as canções “Lennon-McCartney”, músicos que dividem o crédito de alguns dos maiores sucessos da história da música.

Depois de o grupo se ter separado, McCartney começou a mudar a ordem dos créditos para McCartney-Lennon em canções nas quais diz ter sido ele a tomar a iniciativa – o que provocou fortes críticas de Yoko Ono.

Imagine que não existam posses, pergunto-se se consegue,
Sem necessidade de ganância ou fome,
Uma irmandade de homem, imagine todas as pessoas,
Partilhando todo o mundo…

ZAP // Forum

PARTILHAR

RESPONDER

Novos modelos de carros elétricos vão triplicar. Produção em Portugal "será praticamente inexistente"

O número de modelos de veículos elétricos irá triplicar no mercado europeu até 2021, mas a produção destes veículos em Portugal será praticamente inexistente até 2025, indica um estudo da Federação Europeia dos Transportes e …

Microsoft quer usar a inteligência artificial para salvar a história

Muitas pessoas associam a tecnologia àquilo que vai condenar a nossa espécie, mas a Microsoft planeia agora usar inteligência artificial para preservar a cultura, a linguagem e a história. O projeto "AI for Good", que em …

Bruxelas investiga Amazon por alegado uso de dados pessoais de vendedores

A Comissão Europeia abriu, esta quarta-feira, uma investigação à Amazon para determinar se a empresa usou informações pessoais “confidenciais” de vendedores independentes, quebrando as regras comunitárias na área da concorrência. A Comissão Europeia abriu uma investigação …

Parlamento não sabe o que fazer ao Acordo Ortográfico

Depois de dois anos de meio, foram ouvidas 16 entidades, recebidos 20 contributos escritos, houve uma petição, um projeto de resolução chumbado e uma iniciativa legislativa de cidadãos. Mas a Assembleia da República continua sem …

Ministério da Educação quer reduzir peso excessivo das mochilas dos alunos

O Ministério da Educação lançou esta quinta-feira uma campanha para sensibilizar pais, alunos, professores e diretores escolares a adotar medidas que reduzam o peso excessivo das mochilas dos alunos. A campanha de sensibilização lançada esta quinta-feira …

Morreu o eurodeputado do PS André Bradford. Estava em coma induzido

O eurodeputado do PS André Bradford, que estava em coma induzido desde dia 8 deste mês, faleceu nesta quinta-feira no Hospital do Divino Espírito Santo, em Ponta Delgada, revelou à agência Lusa fonte do PS/Açores. Bradford, …

Crise dos opióides nos EUA: 76 mil milhões de comprimidos e 70 mil overdoses

Entre 2006 e 2012 foram distribuídos setenta e seis mil milhões de comprimidos de duas substâncias opióides, a oxicodona e a di-hidrocodeína. As mais de 70 mil registadas em 2017 representam um aumento para o …

Erosão da costa portuguesa é grave (e vai piorar)

As zonas da costa com ocupação humana são as mais atingidas pelos efeitos da erosão costeira em Portugal, uma situação que vai agudizar-se, apesar das medidas que têm sido tomadas e que custam anualmente milhões …

Oito pessoas sofreram intoxicação por cloro nas piscinas de Odivelas

Oito pessoas sofreram uma intoxicação por cloro na sequência de um derrame nas piscinas municipais de Odivelas, na manhã de quarta-feira. Quatro dos feridos – com reações a nível respiratório – receberam assistência no local e …

BE vai propor a despenalização da morte assistida

No programa eleitoral das próximas eleições legislativas, o Bloco de Esquerda vai voltar a propor a despenalização da morte assistida. Catarina Martins defende que se trata de uma decisão que "alarga o espaço da liberdade, …