Mais de 250 pessoas morreram a tirar uma selfie

Da próxima vez que estiver no cimo de um penhasco ou no topo de uma cascata, pronto para tirar uma selfie para partilhar nas redes sociais, tenha algum cuidado. Pode vir a ser a última coisa que faz em vida.

Segundo o Science Alert, que cita um estudo de investigadores do All India Institute of Medical Sciences, em Nova Deli, mais de 250 pessoas morreram, nos últimos seis anos, enquanto tiravam uma selfie.

A equipa analisou 259 mortes relacionadas com este tipo de fotografia, entre outubro de 2011 e novembro de 2017. Os resultados foram agora publicados na revista científica Journal of Family Medicine and Primary Care.

Deste número, os cientistas descobriram que a principal causa de morte foi afogamento, seguido por incidentes que envolvem transportes – por exemplo, ao tirar uma selfie à frente de um comboio que se estava a aproximar – e cair de alturas elevadas. Outras causas também estão relacionadas com animais, armas e eletrocussão.

“As mortes relacionadas com selfies tornaram-se um grande problema de saúde pública”, afirma Agam Bansal, autor principal do estudo, em declarações ao Washington Post.

“Se estiver apenas parado a tirar uma fotografia com alguma coisa ou alguém, isso não é prejudicial. Mas se a selfie está associada a um comportamento de risco, então é isso que a torna perigosa”, acrescenta.

O estudo descobriu que a Índia é o país que lidera a tabela com mais vítimas mortais, seguida por nações como a Rússia, os EUA e o Paquistão e ainda que este tipo de morte envolve pessoas muito jovens: mais de 85% das vítimas estava na faixa etária entre os 10 e os 30 anos de idade.

“O que me preocupa mais é que esta é uma causa de morte totalmente evitável. Fazer parte destes números só porque queremos a selfie perfeita, com muitos gostos, partilhas no Facebook, Twitter ou outras redes sociais, não acho que valha a pena comprometer a nossa vida por coisas dessas”.

Embora o número de mortes relatadas no estudo possa parecer alto, Bansal acredita que podem haver muitos mais casos que ainda não foram documentados ou reportados.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Há uma forma de reduzir erros na computação quântica (e já sabemos qual é)

Na computação quântica, assim como no trabalho em equipa, um pouco de diversidade pode ajudar a melhorar o resultado. Esta pode mesmo ser a chave para pôr fim aos erros na computação quântica. Ao contrário dos …

Coimbrões 0-5 FC Porto | Dragões goleiam e seguem em frente na Taça

O FC Porto venceu hoje o Coimbrões, por 5-0, em jogo da terceira eliminatória da Taça de Portugal que os «dragões» resolveram com três golos nos 12 minutos iniciais. Aproveitando a inexperiência e nervosismo da formação …

Produção de filmes em Hollywood é um inimigo silencioso do ambiente

Hollywood é casa para a maioria dos grandes filmes produzidos que estreiam nas salas de cinema espalhadas por todo o mundo. Contudo, consegue ser bastante prejudicial para o meio ambiente e, mais do que nunca, …

O escorbuto era uma doença comum entre piratas, mas pode estar de regresso

O número de casos de escorbuto no Reino Unido mais do que duplicou nos últimos anos. A desnutrição é um dos principais responsáveis pelo regresso desta doença. O escorbuto está em ascensão no Reino Unido e …

Dois veleiros robotizados vão medir alterações climáticas no Atlântico

Dois veleiros de navegação robotizada vão medir, durante os próximos quatro meses, a pegada das mudanças climáticas no oceano Atlântico e irão passar pela Madeira e Cabo Verde. A Plataforma Oceânica das Canárias (PLOCAN) libertou esta …

A educação científica está sob ataque legislativo nos Estados Unidos

São inúmeros os professores de ciências que trabalham diariamente nas escolas públicas dos Estados Unidos para garantir que os alunos estão equipados com o conhecimento teórico e prático necessário para enfrentar o futuro. No entanto, …

João Félix saiu lesionado com gravidade no jogo contra o Valência

João Félix, avançado português do Atlético de Madrid, saiu este sábado lesionado com "forte torção no tornozelo direito", ao minuto 78 do jogo contra o Valência, da nona jornada da Liga espanhola de futebol, disputado …

As traças ficaram mais escuras por causa da Revolução Industrial? Cientistas já sabem a resposta

No virar do século XIX, na Grã-Bretanha, traças de todo o país começaram a ficar gradualmente mais escuras em resposta à forte poluição provocada pela Revolução Industrial. A Revolução Industrial foi um período de grandes transformações …

Mais de mil médicos foram alvo de processos disciplinares. 45 foram condenados, nenhum foi expulso

Mais de 1.070 processos disciplinares a médicos foram abertos no ano passado pelos conselhos disciplinares da Ordem, tendo sido condenados 45, segundo dados este sábado divulgados. Segundo os dados da Ordem dos Médicos, os conselhos disciplinares …

Publicar no Instagram rende mais a Ronaldo do que jogar na Juve

As publicações pagas no Instagram rendem mais a Cristiano Ronaldo do que jogar na Juventus, revela um estudo do Buzz Bingo. O internacional português foi a personalidade mais bem paga neste rede social em 2018. De …