21 estudantes indianos suicidaram-se depois de reprovar nos exames. Notas podem ter sido mal atribuídas

Stephen Zane / Flickr

Escola em Chittoor, na Índia

Mais de 20 estudantes suicidaram-se no estado de Telangana, na Índia central, depois de terem reprovado em exames de acesso ao Ensino Superior. Desde 18 de abril, data em que os resultados foram divulgados, registaram-se 21 casos. 

De acordo com o média local India Today, alguns dos resultados da prova em causa podem ter sido mal atribuídos devido a um erro no sistema de avaliação. Tendo em conta as suspeitas de que alguns dos resultados possam ter sido mal atribuídos, o estado de Telengana ordenou que todos os exames fossem revistos.

Estas suspeitas ganharam mais força na passada quinta-feira, quando um relatório do Governo indiano confirmou que o sistema utilizado para a correção das provas apresenta erros graves. De acordo com a Fox News, cerca de um milhão de jovens fizeram o exame entre fevereiro e março. Destes, 350.000 reprovaram.

Entre os casos de suicídio reportados recentemente – a 26 de abril estavam confirmadas 18 mortos, de acordo com o Indian Express – está um jovem que se atirou para uma linha de comboio e um aluno que se imolou em chamas.

G Nagendra, estudante do colégio de Narayana, enforcou-se pouco tempo depois de ter descoberto que tinha reprovado a Matemática. “Não acreditava que tinha chumbado à sua disciplina preferida”, conta o pai, G Vivekananda, ao Indian Express. “Fechou-se [em casa] e recusava-se a comer. Mas nunca pensámos que se ia suicidar.”

Também na quinta-feira, o primeiro-ministro de Telangana, Kalvakuntla Chandrashekar Rao, instou os alunos a não tentarem pôr fim à sua vida por falharem numa prova.

A onda de suicídios provou protestos entre pais e alunos, que também suspeitam que o elevado números de reprovações foi causado por um erro de correção. Pais e estudantes protestam ainda contra a falta de informação sobre o novo processo de avaliação adotado.

Os manifestantes pedem ainda ao Governo um indemnização de 2,4 milhões de rupias (cerca de 31.900 euros) para as famílias de cada estudante que cometeu suicídio.

Tal como observa a Russia Today, este não é a primeira onda de suicídios de jovens estudantes na Índia. Entre setembro e outubro de 2017, mais de 50 alunos suicidaram-se nos estados de Telangana e Andhra Pradesh.

SA, ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

Responder a Eu Cancelar resposta

Grupo avisa Bruxelas que Portugal pode tornar-se ilha ferroviária na Europa

Um grupo de portugueses ligados ao setor ferroviário alertou a comissária europeia dos Transportes para a possibilidade de Portugal se tornar uma ilha ferroviária na Europa devido ao atraso em adotar "a bitola europeia" nas …

China encontra traços do coronavírus em asas de frango importadas do Brasil

Traços do novo coronavírus foram encontrados em asas de frango importadas do Brasil, na cidade de Shenzhen, no sul da China, noticiou, esta quinta-feira, um jornal oficial do Partido Comunista Chinês (PCC). Os traços foram detetados …

Denúncia de Rui Pinto leva a congelamento de conta bancária da Doyen

Oito milhões de euros que estavam numa conta bancária do fundo de investimento Doyen foram congelados pelas autoridades portuguesas. Uma denúncia do whistleblower português Rui Pinto levou o fundo a ser investigado por suspeitas de fraude …

Preocupado com a Bielorrúsia, Macron ligou a Putin (e aproveitaram para falar da vacina russa)

O Presidente francês, Emmanuel Macron, manifestou esta quarta-feira ao seu homólogo russo, Vladimir Putin, "uma preocupação muito grande" quanto à situação na Bielorrússia após a reeleição do chefe de Estado autoritário bielorrusso, Alexander Lukashenko. Segundo indicou …

Obras do Hospital Militar de Belém custaram mais do triplo do valor estimado

As obras no Hospital Militar de Belém, em Lisboa, custaram mais do valor inicialmente estimado, avançou o Diário de Notícias esta quarta-feira. De acordo com o jornal, estava inicialmente previsto que a reabilitação de três …

Autópsia a Valentina revela descolamento do crânio

A autópsia a Valentina, a menina de 9 anos encontrada morta na serra D’el Rei, em Peniche, distrito de Leiria, em meados de maio, revela descolamento do crânio, avança esta quinta-feira o Correio da Manhã. …

Rio pede "coerência" na lotação do Avante e faz comparação com estádios

O líder do PSD pronunciou-se sobre a lotação da festa do Avante, lembrando que, se for reduzida para metade, isso é o mesmo que os estádios do FC Porto ou do Sporting estarem cheios. Na sua …

Juiz Carlos Alexandre desiste de queixa contra Rui Pinto

A proposta do Ministério Público (MP) para que o pirata informático não continuasse a ser investigado dependia da autorização do "super-juiz", avança o Correio da Manhã. De acordo com o Correio da Manhã, o juiz Carlos …

Surto na Nova Zelândia faz 17 novas infeções (e não se sabe de onde veio)

Após 102 dias sem casos de covid-19, a Nova Zelândia registou um novo surto na sua maior cidade, Auckland. O número de infeções subiu para 17, mas não se sabe de onde veio. De acordo com …

Ameaças de morte a deputadas. Bloco vai fazer queixa ao Ministério Público

O Bloco de Esquerda vai apresentar duas queixas ao Ministério Público, uma por cada deputada ameaçada no e-mail enviado à SOS Racismo. A Polícia Judiciária está a investigar um e-mail enviado a um grupo de dez …