Há quase 16 anos que não havia um número tão baixo de desempregados

Paulo Novais / Lusa

O número de inscritos no Instituto de Emprego e Formação Profissional recuou 16,6% em abril para o número mais baixo desde 2002.

Os centros de emprego registaram uma descida de 16,6% no desemprego no mês de abril, face ao ano anterior. Assim, o número de desempregados inscritos desceu para 376.014 pessoas, caindo 4,4% face ao mês anterior, segundo dados divulgados pelo IEFP, esta segunda-feira.

De acordo com os dados disponíveis na página do Instituto de Emprego e Formação Profissional, para a diminuição do desemprego registado, face ao mês homólogo de 2017, contribuíram todos os grupos de desempregados, com destaque para os homens (menos 19,4%) e os adultos com idades iguais ou superiores a 25 anos (menos 15,8%).

De acordo com a série longa do instituto, é preciso recuar quase 16 anos para encontrar um número mais baixo do que o apurado para o mês de abril.

Na comparação com o mesmo mês do ano passado, há menos 75 mil desempregados inscritos nos centros de emprego e na comparação com o mês anterior a redução é de 17,3 mil desempregados.

O IEFP destaca também as quedas observados nos inscritos há um ano ou mais (18,3%), os que procuravam novo emprego (16,4%) e os que possuem como habilitação escolar o ensino secundário (14,9%) e ainda os que possuem o 1.º ciclo do ensino básico (18,7%).

Em março, o desemprego afetava 39.086 jovens segundo o IEFP, o que representa uma redução homóloga de 22,9% e de 7,5% em termos mensais, e representava 10,5% do desemprego registado.

Já o número de desempregados de longa duração apurado no final de abril baixou para as 183 mil pessoas, com uma diminuição de 3% face ao mês de março e de 18,3% na comparação homóloga. Por sua vez, o desemprego de longa duração representa 48,6% do desemprego registado.

A nível regional, comparando com o mês de abril de 2017, o desemprego registado diminuiu em todas as regiões do país, destacando-se o Algarve com a descida percentual mais acentuada (19,9%), seguindo-se as regiões de Lisboa e Vale do Tejo e do Alentejo (19,0%).

ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Isto é tudo muito enganador…eu vejo pessoas no RSI a frequentar cursos do iefp, que em termos práticos não servem para nada, porque na região não existe emprego para elas e muitas das pessoas já têm uma certa idade, com pouca disposição cerebral para aprender algo! E muitas vezes andam a passear as ruas das vilas ou das cidades! Por outro lado, muitos emigraram, outros nem tentam arranjar trabalho…E assim, enganam as estatísticas…Estas noticias são tão enganadoras! Era bom se fosse verdade! Não me digam que estamos num país desenvolvido?!..lol

  2. gostava de saber como fazem estas contas.
    será que so vao ver quem está inscrito?
    será que cruzam os dados para ver se a pessoa estava desempregada e agora arranjou emprego?
    ha muitas pessoas que estão desempregadas mas desistem da sua inscriçao no IEFP, mas mesmo assim estão desempregadas.
    acho que so se limitam a contar as pessoas que estão inscritas, o resto nao entra.

RESPONDER

Tia de Kim Jong-un faz a primeira aparição pública em mais de seis anos

Kim Kyong-hui, tia paterna do líder norte-coreano Kim Jong-un, reapareceu em público este sábado pela primeira vez em mais de seis anos, escreve a BBC. A emissora britânica, que avança a notícia citando a Agência Central …

Coronavírus. Madeira está a preparar-se para eventual surto

Região da Madeira “já está a delinear” quartos com pressão negativa e áreas isoladas, além de “fármacos, oxigénio, fatos protetores, máscaras e capacidade laboratorial”. O presidente do Instituto de Saúde (Iasaúde) da Madeira anunciou esta segunda-feira …

Luanda Leaks. Isabel dos Santos vai processar o consórcio de jornalistas

Depois de Rui Pinto ter assumido a autoria da divulgação dos documentos do caso Luanda Leaks, Isabel dos Santos avança que vai processar o consórcio de jornalistas. A empresária angolana Isabel dos Santos vai processar o …

Portugal vende cinco F-16 à Roménia por 130 milhões de euros

O ministério da Defesa Nacional oficializou hoje, na Base Aérea de Monte Real, no distrito de Leiria, a venda de cinco aviões militares F-16 à Roménia, num negócio de 130 milhões de euros. "Com este processo …

Pedro Proença e a violência no futebol: "É chegada a altura de o Governo assumir responsabilidades"

O presidente da Liga Portuguesa de Futebol (LPFP), Pedro Proença, disse esta segunda-feira, depois de uma reunião no Ministério da Administração Interna (MAI), que o governo deve assumir responsabilidades sobre os recentes casos de violência …

Reconhecimento facial vai ser testado no acesso a serviços públicos online

O Governo quer criar um sistema de reconhecimento facial para usar a chave móvel digital, ferramenta que já permite aceder a vários serviços online do Estado. O Governo está a planear criar um sistema de reconhecimento …

Sem voz no clube, Raul José pondera abandonar o Sporting

Sem voz na pasta das contratações e construção do plantel, Raul José, líder do departamento de scouting do Sporting, pode estar de saída do clube. Raul José, líder do departamento de scouting do Sporting CP, estará …

António Costa vai responder por escrito a 100 perguntas sobre Tancos

Apesar de sempre ter defendido que o testemunho devia ser presencial, o Juiz Carlos Alexandre aceitou que António Costa possa depor por escrito sobre o caso do furto e recuperação das armas de tantos. O …

ERC regista como "publicação de informação" site de propaganda

A ERC registou o Notícias Viriato como "publicação de informação", em novembro do ano passado, quando o projeto do Medialab diz que se trata, na verdade, de um "site de propaganda". Segundo o Diário de Notícias, a …

Conselho da Europa pede que polícia portuguesa tenha mais treino sobre direitos humanos

O Conselho da Europa (CE) acredita que teria sido uma boa ideia incluir no próximo recenseamento da população portuguesa, marcado para 2021, uma questão sobre a origem étnica. A proposta chegou a ser avaliada por …