Há quase 16 anos que não havia um número tão baixo de desempregados

Paulo Novais / Lusa

O número de inscritos no Instituto de Emprego e Formação Profissional recuou 16,6% em abril para o número mais baixo desde 2002.

Os centros de emprego registaram uma descida de 16,6% no desemprego no mês de abril, face ao ano anterior. Assim, o número de desempregados inscritos desceu para 376.014 pessoas, caindo 4,4% face ao mês anterior, segundo dados divulgados pelo IEFP, esta segunda-feira.

De acordo com os dados disponíveis na página do Instituto de Emprego e Formação Profissional, para a diminuição do desemprego registado, face ao mês homólogo de 2017, contribuíram todos os grupos de desempregados, com destaque para os homens (menos 19,4%) e os adultos com idades iguais ou superiores a 25 anos (menos 15,8%).

De acordo com a série longa do instituto, é preciso recuar quase 16 anos para encontrar um número mais baixo do que o apurado para o mês de abril.

Na comparação com o mesmo mês do ano passado, há menos 75 mil desempregados inscritos nos centros de emprego e na comparação com o mês anterior a redução é de 17,3 mil desempregados.

O IEFP destaca também as quedas observados nos inscritos há um ano ou mais (18,3%), os que procuravam novo emprego (16,4%) e os que possuem como habilitação escolar o ensino secundário (14,9%) e ainda os que possuem o 1.º ciclo do ensino básico (18,7%).

Em março, o desemprego afetava 39.086 jovens segundo o IEFP, o que representa uma redução homóloga de 22,9% e de 7,5% em termos mensais, e representava 10,5% do desemprego registado.

Já o número de desempregados de longa duração apurado no final de abril baixou para as 183 mil pessoas, com uma diminuição de 3% face ao mês de março e de 18,3% na comparação homóloga. Por sua vez, o desemprego de longa duração representa 48,6% do desemprego registado.

A nível regional, comparando com o mês de abril de 2017, o desemprego registado diminuiu em todas as regiões do país, destacando-se o Algarve com a descida percentual mais acentuada (19,9%), seguindo-se as regiões de Lisboa e Vale do Tejo e do Alentejo (19,0%).

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Isto é tudo muito enganador…eu vejo pessoas no RSI a frequentar cursos do iefp, que em termos práticos não servem para nada, porque na região não existe emprego para elas e muitas das pessoas já têm uma certa idade, com pouca disposição cerebral para aprender algo! E muitas vezes andam a passear as ruas das vilas ou das cidades! Por outro lado, muitos emigraram, outros nem tentam arranjar trabalho…E assim, enganam as estatísticas…Estas noticias são tão enganadoras! Era bom se fosse verdade! Não me digam que estamos num país desenvolvido?!..lol

  2. gostava de saber como fazem estas contas.
    será que so vao ver quem está inscrito?
    será que cruzam os dados para ver se a pessoa estava desempregada e agora arranjou emprego?
    ha muitas pessoas que estão desempregadas mas desistem da sua inscriçao no IEFP, mas mesmo assim estão desempregadas.
    acho que so se limitam a contar as pessoas que estão inscritas, o resto nao entra.

RESPONDER

Com os zoos fechados, tudo serve para entreter uma família de lontras. Até um simples galho de bambu

O confinamento serviu como um lembrete indesejado de que ficar preso dentro de casa sem muito o que fazer pode ser desgastante. O mesmo é verdade para os animais, por isso os jardins zoológicos tiveram …

Uma ilha, cinco géneros. Os Bugis têm palavras para as "cinco maneiras de estar no mundo"

Uma ilha, cinco géneros. O povo Bugis é um poderoso grupo étnico que se destaca pelo reconhecimento de cinco géneros distintos. Na Indonésia, a ilha Sulawesi é a casa de um povo que reconhece cinco …

O "aeroporto do amanhã" está abandonado no meio de um pântano dos Estados Unidos

Era para ser o "aeroporto do amanhã", um centro intercontinental para aviões supersónicos com seis pistas e conexões ferroviárias de alta velocidade para as cidades vizinhas. Hoje, é pouco mais do que uma pista no …

Facebook remove (acidentalmente) página oficial de Ville de Bitche, uma remota cidade francesa

O Facebook apagou a página de Ville de Bitche, uma remota cidade francesa. O município passou um mês a apelar à rede social para repor a página. "Recebemos uma mensagem no Facebook e também percebemos que …

NASA escolheu SpaceX de Elon Musk para a próxima missão tripulada à Lua

Elon Musk fecha contrato de 2,9 mil milhões de dólares para levar o Homem novamente à Lua. O contrato é a mais importante vitória da SpaceX e reforça a posição da empresa como parceira …

Benfica 1-2 Gil Vicente | Galo canta e silencia águia na Luz

STOP. O Gil Vicente visitou na tarde deste sábado o Benfica e saiu do palco da Luz com os três pontos na bagagem e a “cantar de galo”, ao vencer por 2-1, num duelo relativo …

"Longa vida à monarquia." Realeza britânica tende a viver mais três décadas do que a população geral

As diferenças na longevidade de alguns membros da família real em comparação com a população em geral são extremamente grandes, mas não incomuns. O príncipe Filipe, marido da rainha Isabel II e o consorte mais antigo …

Abominável (e falso) Homem das Neves. Líder russo usou Yeti para atrair turistas para a Sibéria

Um dos líderes regionais mais antigos de Vladimir Putin confessou ter encenado avistamentos falsos de Yetis numa tentativa de encorajar o turismo na Sibéria. Aman Tuleev, um dos líderes regionais de longa data do Presidente russo …

Irão já está a enriquecer urânio a 60%

O Irão avisou e já está a cumprir. Menos de uma semana depois de ter acusado Israel de um ataque contra a sua principal central nuclear, o país diz estar a enriquecer urânio com uma …

Salvini vai a julgamento em Itália por bloqueio de migrantes em navio

Matteo Salvini, líder do partido de extrema-direita italiano Liga, vai ser julgado por acusações de sequestro pela sua decisão de impedir o desembarque de 147 migrantes resgatados no Mediterrâneo pela Open Arms, em agosto de …