/

Mais 1.214 infetados e 78 óbitos em Portugal

1

Miguel A. Lopes / Lusa

Portugal contabiliza este sábado mais 78 mortes relacionadas com a covid-19 e 1.214 novos casos de infeção com o novo coronavírus, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS).

O boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS) indica que foram registados mais 1.214 casos de infeção pelo novo coronavírus, o número mais baixo desde 13 de outubro. O Observador recorda que o número pode ser mais baixo, uma vez que, no feriado do dia de Natal, ter-se-ão processado menos amostras laboratoriais.

A região Norte foi a que registou mais novos casos (451), seguindo-se imediatamente por Lisboa e Vale do Tejo (438). Seguem-se o Centro (148), Alentejo (85), Algarve (43), Madeira (28) e Açores (21).

Estão internadas 2.790 pessoas, mais 36 do que na sexta-feira, das quais 513 em cuidados intensivos, ou seja, mais nove. É o número mais alto desde 13 de dezembro.

O boletim epidemiológico refere que foram registados mais 78 óbitos, o que representa um aumento comparativamente ao número diário dos últimos dias (70 na quinta-feira e 65 na sexta-feira).

Lisboa e Vale do Tejo foi a região que registou o maior número de mortes: 32 óbitos. O Norte teve mais 30 mortos, seguindo-se o Centro (8), Alentejo (7) e Algarve (1).

Foram ainda dadas como recuperadas da covid-19 1.545 pessoas  São mais 331 pessoas do que os novos infetados detetados em 24 horas em Portugal.

O primeiro lote das vacinas contra a covid-19 chegou este sábado a Portugal, ficando guardado numas instalações no concelho de Montemor-o-Velho, nos arredores de Coimbra. A ministra da Saúde, Marta Temido, falou numa “janela de esperança” no combate à pandemia, que será ainda muito difícil.

Este lote “simbólico” de 9.750 doses, como chegou a catalogar o primeiro-ministro foi, todavia, reforçado na quarta-feira com o anúncio pela ministra da Saúde, Marta Temido, da antecipação da entrega de mais 70.200 doses, que têm chegada prevista para segunda-feira, elevando o total disponível até ao final do ano para 79.950 vacinas.

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 6.556 mortes e 392.996 casos de infeção pelo vírus SARS-CoV-2, estando este sábado ativos 69.769, menos 409 do que na sexta-feira. Há mais 225 pessoas sob vigilância das autoridades de saúde, elevando o número a 90.318.

  ZAP // Lusa

1 Comment

  1. Está mais que visto, tendemos para zero infetados, enquanto que os mortos se mantêm a um nível elevado. Aqui é que está a jogatana da DGS e do Governo.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.