​Cirurgias em atraso “não são falhanço deste Governo”

António Pedro Santos / Lusa

Para a ministra da Saúde, a culpa pelos atrasos nas cirurgias é do envelhecimento da população e da pressão da procura que provoca estes números.

Marta Temido rejeita falhanços do Governo no aumento do número de cirurgias em atraso. Confrontada com a manchete do jornal Público, que dava conta de uma duplicação das cirurgias em atraso, a ministra da Saúde não culpabiliza o Governo.

“Não é um falhanço deste Governo. Vale a pena dizer que este Governo tem garantido um mecanismo de vales cirúrgicos que os utentes, quando estão à espera para além dos tempos de resposta garantidos, podem ativar”, declarou Marta temido, esta quarta-feira em Lisboa, à margem da quarta cimeira Portugal-Moçambique.

“Não é um falhanço, é a consciência de que há um problema com o acesso a um serviço público, universal, geral, tendencialmente gratuito, como é o Serviço Nacional de Saúde, e que temos dificuldades, mas estamos a trabalhar para as ultrapassar“, continuou.

Para a governante, a culpa pelos atrasos nas cirurgias é da pressão da procura que provoca estes números, adianta a Renascença.

“Não acho que o esforço tenha falhado, o que acho que é temos de ter perceção de que as necessidades em saúde… o que verificamos quando olhamos para qualquer sistema de saúde, é que a pressão da procura de uma população demograficamente envelhecida não para de aumentar e isso é uma realidade. O que não significa que nós vivemos tranquilos com os números das listas de espera. Eu já disse que essa era a minha principal preocupação”, sublinhou Marta Temido.

Segundo dados oficiais do Ministério da Saúde, entre final de 2015 e final de 2018, foram feitas mais 589 mil consultas médicas nos centros de saúde, mais 184 mil consultas nos hospitais e um acréscimo mais ligeiro de cirurgias – mais cerca de 18 mil.

A redução dos tempos de espera na saúde é uma das reivindicações dos médicos, que iniciaram esta terça-feira dois dias de greve nacional.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. acho uma piada a estes politicos mais precisamente aos ministros
    ao fim de 4 anos sem fazerem nada, ainda culpam o governo anterior sobre as confusoes que têm havido (atrasos no cartao de cidadao, cirurgias, etc)
    se viram que nao estava bem, ja tiveram tempo de remendar mas nao continua tudo na mesma e depois vêm dizer que a culpa é o outro governo
    TENHAM VERGONHA

RESPONDER

Montenegro "hipotecou-se" à China (e agora quer a ajuda da Europa para se libertar)

Montenegro aceitou um empréstimo gigante da China para construir uma rodovia. Agora, o minúsculo país montanhoso quer ajuda da União Europeia (UE) para pagar a dívida. A situação em Montenegro é o mais recente conflito numa …

Punir os 12 clubes da Superliga Europeia? O tiro pode sair pela culatra

A UEFA ameaça punir os clubes que participem na Superliga Europeia. No entanto, tomar medidas precipitadas pode fazer com que o tiro saia pela culatra. O mundo do futebol foi abalado pelo anúncio de uma Superliga …

Criados 280 postos para vacinar 100 mil pessoas por dia

Duzentos e oitenta postos de vacinação rápida e de resposta reforçada estão a ser criados em todo o país para se conseguir vacinar 100 mil pessoas por dia, disse esta terça-feira à agência Lusa o …

Portugal e França promovem intercâmbio de árbitros nas ligas profissionais

A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) anunciou, esta segunda-feira, que vai promover, juntamente com a Federação Francesa de Futebol (FFF), um intercâmbio de árbitros. "Portugal e França vão promover um intercâmbio de árbitros no seguimento do …

Novo Banco vendeu carteira de malparado por valor inferior às próprias garantias

O deputado do PSD Alberto Fonseca apontou esta terça-feira que o Novo Banco vendeu a carteira de crédito malparado Nata II por um valor inferior às suas próprias garantias, baseando-se no relatório da Deloitte à …

ANA "não tem interesse económico". Montijo é a "solução mais rápida"

O presidente da comissão executiva da ANA - Aeroportos de Portugal disse, esta terça-feira, que a empresa "não tem interesse económico" numa das soluções para a expansão aeroportuária em Lisboa em vez de outra, mas …

Taiwan vende vacinas da AstraZeneca a 17 euros para evitar que expirem

Com lotes da vacina da AstraZeneca em risco de expirarem, devido a resistência à sua toma entre grupos prioritários, Taiwan começou esta segunda-feira a administrá-las a qualquer pessoa, por 17 euros. Horas depois de o sistema …

Mourinho: "Não preciso de fazer uma pausa, estou sempre no futebol"

O treinador português disse, esta segunda-feira, que "não necessita de fazer uma pausa", após deixar o comando técnico do Tottenham, e frisou estar "sempre no futebol". Embora não se tenha alongado muito, José Mourinho falou pela …

Regime sírio acusado de crimes contra a humanidade na Suécia

Quatro organizações não-governamentais apresentaram uma queixa junto da polícia da Suécia contra altos responsáveis do regime sírio por crimes contra a humanidade pelos ataques com armas químicas na Síria, em 2013 e 2017. A queixa foi …

Portugal, Lituânia e Malta são os únicos países da UE sem 5G

Portugal, Lituânia e Malta são os únicos países na União Europeia (UE) que ainda não têm qualquer oferta comercial de 5G, revelou o último relatório trimestral do Observatório Europeu do 5G, um organismo da Comissão …