“Zero Pontos para Israel”: movimento apela ao boicote a Netta na Eurovisão

Jose Sena Goulao / Lusa

Há um movimento de boicote contra Israel a crescer na Internet que apela à atribuição de “Zero Pontos” à canção do país no Festival da Eurovisão que decorre em Portugal.

A música “Toy”, da cantora israelita Netta Barzilai, é uma das grandes favoritas à vitória na final que está agendada para sábado, 12 de Maio. Mas há quem defenda que a canção deve ser castigada com “Zero Pontos”, em nome do fim da ocupação da Palestina.

Este movimento “ZERO PONTOS para Israel na competição musical da Eurovisão” até tem uma página no Facebook e há quem ande a distribuir panfletos à porta da Aldeia da Eurovisão, em Lisboa, apelando ao boicote.

A campanha foi lançada por “cidadãos israelitas que se opõem à ocupação e ao apartheid que existe na Palestina, alega o movimento, defendendo que, como representante de Israel, Netta Barzilai “participa igualmente nos esforços” do país para “limpar a sua imagem internacionalmente” e “apagar” o que se passa nos territórios ocupados.

Pelo Twitter, várias publicações apelam ao boicote a Israel, com recurso à hashtag #ZeroPointsIsrael. E há quem lembre que Netta Barzilai fez parte da marinha israelita – em Israel, o Serviço Militar é obrigatório para homens e mulheres.

Esta referência é acompanhada da lembrança do ataque levado a cabo por uma lancha israelita a 16 de Julho de 2016, que provocou a morte de quatro crianças, com idades entre os 9 e os 11 anos, enquanto brincavam numa praia na costa de Gaza.

Por outro lado, há quem compare a intervenção de Israel na Palestina com os atentados terroristas da ETA e da Al-Qaeda.

E há ainda quem refira que se a canção de Netta é sobre “empoderamento feminino e justiça social para todos”, ela esquece “as palestinianas e pessoas dos territórios ocupados”.

Este movimento de boicote a Israel na Eurovisão faz parte de uma campanha global intitulada “Boicote, Desinvestimento e Sanções (BDS)”, que defende que o país deve ser sancionado, através da economia, da cultura e da política, para acabar com a ocupação da Palestina.

ZAP //

PARTILHAR

34 COMENTÁRIOS

  1. Eu iria mais longe, porque raio Israel participa no Festival da EUROvisão e nos campeonatos de futebol da UEFA?? Por acaso terá acontecido alguma alteração no mapa mundo que eu não tenha conhecimento?

      • E você que pelos vistos é um poço de cultura, diga lá porquê. É mais uma compensação pelo Holocausto? Não chegou criar um país só pra eles? Ainda querem levar a cabo o genocídio do que resta do povo cujo território eles ocuparam?

        São uns desgraçadinhos desde o tempo da escravatura no Egipto, mas depois são do mais racista que pode haver. São vítimas de um genocídio por parte dos Nazis (ninguém está a negar isso), mas depois são os primeiros a fazer campanha nas ruas pelo genocídio dos Palestinianos. Quer se condenar o Assad pelo uso de armas químicas, mesmo sem haver provas… Mas ninguém peida uma palavra que seja contra o uso de armas químicas por parte de Israel: Fósforo branco lançado sobre crianças palestinas, que morreram queimadas vivas.

        Mais alguma benesse para Israel?

        • Não sou um poço de cultura, mas SEI que Israel sendo um país atacado por todas as bestas no Médio Oriente, integra-se nestas coisas nas instituições europeias! Mas, no Médio Oriente fora o futebol, e mesmo assim é uma porcaria, não há nada de parecido com isto. A Austrália é um país convidado devido às audiência que o festival tem naquelas zonas. Simples. Não é preciso um curso superior para aferir isto!

    • Nojenta tem sido a Eurovisão desde sempre. Política? Claro q o Guterres nada teve a ver com os Sobrais…
      Israel ganha porque é preciso aos globalpanascas neste momento. Mesmo que aquilo seja lixo sonoro como muitas outras.

  2. Que miséria, misturar canções com política ! Isto só pode vir de trauliteiros esquerdinos. Esta garotada se calhar até está de acordo que o Irão se tenha deslocado para a Síria para poder alcançar o território Israelita. Paciência. Com esta tralha não vamos longe.

    • Nem mais, não gosto nem um pouco da canção israelita, é má, mas isso não invalida que goste, mito do país e do seu povo! São uns canalhas que dizem-se democráticos que as coisas não têm a ver umas com as outras, mas depois quando vamos a ver são sempre os primeiros a misturar tudo e tudo vale como arma política!

    • É sem dúvida a melhor resposta a gentslha que continua a defender movimentos terroristas que como o Hamas esses sim ocupam a Palestina e controlam a população com disciplina militar, pagos prlos ingeresses e fundos do Irão que também paga ao Hezbolah e aos terroristas no Iemen! Mas disto esses bandalhos, esquerdistas que napassam de outra destas pragas já não querem ouvir falar!

  3. Acho muito bem este boicote a israel para chamar ainda mais ao genocidio e ao holocausto que a israel está a cometer sobre o povo palestino, assim como os ataques criminosos que efectua contra paises seus vizinhos. Espero que esta iniciativa realmente vá para a frente. Por muito menos foi a cantora russa proibida de participar no festival realizado na ucrania.

  4. Nem conheço a música, mas perante tanta estupidez já ganharam o meu voto.
    Como se faz para dar a pontuação máxima a Israel?

  5. Os portugueses continuam fazendo suas escolhas equivocadas. Isso faz lembrar da expulsão dos judeus da cidade de Recife no Brasil colonial. Esses mesmos judeus foram fundar a cidade de Nova Amsterdã, que veio originar Nova Iorque. Porque essa postura tacanha de sempre estar e escolher o lado errado, agora de mãos dadas com os comunistas da UE, com ardiloso projeto da nova desordem mundial, abraçando o islã e os seus terroristas.

    • Não foram estes judeus que fugiram do recife. Esses eram fugitivos, estes são agressores, não é a mesma coisa. Um estado opressivo não se pode confundir com um povo. O que Israel está a fazer em Gaza é um crime em qualquer lado. Por outro lado não seria preciso boicotar porque a canção é má,mas o aparelho publicitátio israelaita está aí para nos surpreeender.

      • Bem dito! São sempre uns desgraçadinhos os Judeus, desde que eram escravos dos Egípcios, sempre escreveram a sua história como pobres vítimas. Vítimas de racismo e genocídio (que ninguém está aqui a negar), mas depois são eles mesmo uns racistas do pior (só quem nunca esteve em Israel não percebe), uns genocidas de merd@. Ainda há poucos anos lançaram armas químicas de fósforo branco queimando centenas de pessoas vivas, incluindo crianças, na Palestina. Então estes já podem usar armas químicas? E já podem ter amrams nucleares, mas o Irão não?.. Nem a Coreia? Só os EUA que foram o único país a alguma vez usar armas nucleares contra civis, é que podem ter armas nucleares??!!.. Eles e os seus amiguinhos, como Israel.

        Então agora há dois pesos e duas medidas, é? Os filhos de Deus e os filhos da put@, pois claro!

        • Eu estive em Israel e adorei, adoro o seu povo, muito culto e civilizado. Aliás dos povos que conheço o mais estúpido com os estrangeiros é o francês. nunca me senti mal em Inglaterra ou na Alemanha, mas sinto-me em França.

  6. Luiz, felizmente temos sempre os brasileiros, esse povo tão perfeito que faz sempre as escolhas certas em tudo – uma verdadeira referência vocês – a meter o nariz em tudo o que nos diga respeito directa ou indirectamente. Com os vossos conselhos, talvez um dia consigamos construir um país tão exemplar como o vosso… Enfim!

  7. a música é ridícula e a gaja é uma aberração da natureza, não vejo necessidade de tanto trabalho por uma porcaria tão grande.

  8. VIVA ISRAEL !!
    A música nem é grande coisa, mas foi com enorme satisfação que vi a cambada dos “Zero Pontos para Israel” engolir uma estrondosa derrota com a vitória de Israel !
    Essa cambada, faz parte da delegação do Hammas e Daesh em Portugal, e são todos militantes do Bloco de Esquerda.
    Para o ano, o Sapo a engolir ainda vai ser maior, porque quem quiser ganhar vai ter de estar presente na futura capital de Israel – Jerusalém !

  9. “Canção” de Israel = porcaria, intérprete HORROROSA !!!!!!!!!!!!CHOCANTE !!!!!!!!!!Parecida com uma GALINHA FEIA !!!!!!!!!!!! Politiquice no festival da Eurovisão =Absurdo total, a não incentivar.
    Só a qualidade das canções e intérpretes deveria ser levada em consideração.Não se deve confundir o país (bom ou mau) com a sua representação no Eurofestival, seja Russia, Israel ou Austrália.Mas a propósito, porque carga de água é que por mais simpatia que se tenha por países exteriores à Europa, se aceita que venham representações de fora ?Por acaso Portugal vai concorrer à Copa América de Futebol ???Ou a Alemanha ?Quanto ao Salvador Sobral, também penso que poderia dizer sempre o que pensa, mas de uma forma mais inteligente e educada, até ganhava pontos. A nossa canção e as nossas intérpretes não mereciam ficar em último lugar.Penso que Portugal tem de colocar de lado a subserviência em relação ao estrangeiro, apresentar trabalho com classe e competência, mas sem apaparicar tanto, para que seja mais respeitado.Toda a organização do eurofestival está de parabéns e as nossas apresentadoras estiveram bem, mas deixo apenas dois comentários :1) Pena os deslizes da Catarina com um Inglês “trapalhão “, com má pronuncia e com má respiração e cadência das frases ! Ai Catarina, devia ter treinado mais!!! 2) Não eram necessários decotes tão exagerados, as apresentadoras podem estar “sexys” e bonitas sem tanta exposição.E a canção da Áustria tão bonita ! E a da Noruega ?Alegre, bem construída e fica no ouvido…
    Bem a vida continua ! Sejam felizes, para o ano há mais.

    • o problema em Portugal não a criatividade na música, sobral ganhou, mas talvez será o unico, mesmo se não foi assim tão maravilhosa como se acha..

        • pobre criatura que se acha superior aos outros, com os comentarios que faz cada vez que digo algo mostra que é tão pequeno.. eu felizmente entendo de música sim, talvez a sua pessoa além de saber falar de escrita deve ser um grande entendido, enfim me da pena ainda aja gente tão pequenas como sua pessoa, mas como tenho visto além de criticar a escrita não sabe mais nada.. enfim me sinto feliz por ver que lhe dou oportunidade para dizer algo, porque não vejo dizer mais nada do que falar de escrita, talvez fala muito e usa o corretor do word ou de outra aplicação do pc, mas tenta pelumenos mostrar que sabe algo mesmo e não só falar de escrita ok..

          • Lamento informar mas os seus comentários são-me completamente irrelevantes e não tinha reparado que já lhe tinha respondido – senão, possivelmente, nem voltaria a perder tempo com tal supra-sumo da arte musical!…
            Espero que “aja gente” que “tenta pelumenos” aprender a escrever correctamente em Português antes de comentar o que quer que seja!…

"Portugal tem margem" para ter défice em caso de crise

O governador do Banco de Portugal, Carlos Costa, diz que Portugal pode deixar o défice subir em caso de crise, mas avisa que é preciso cuidado para que a despesa não se torne permanente. Numa entrevista …

Rui Rio continua "em ponderação" e não anunciará qualquer decisão na quarta-feira

A Comissão Política Nacional do PSD vai reunir-se na próxima quarta-feira, mas o presidente do partido não falará ainda publicamente sobre o seu futuro político e continua “em ponderação”, disse à Lusa fonte oficial social-democrata. Segundo …

Ministério nega "situação anómala" de alunos ainda sem professores

Milhares de alunos continuam sem professores um mês depois de as aulas terem começado e o Ministério da Educação diz não ter sido informado de qualquer “situação anómala ou de uma falta sistémica de docentes”. Ainda …

Gage Skidmore

John Bolton denunciou pressão sobre a Ucrânia dois meses antes de sair da Casa Branca

John Bolton, o antigo conselheiro de Segurança Nacional norte-americano que saiu do cargo em setembro em confronto com Donald Trump, fez saber aos advogados da Casa Branca, em julho, que estava em curso uma campanha …

Homem que violava e trancava mulher sem comida tinha sido absolvido do mesmo crime

Um homem de 38 anos que ficou em prisão preventiva por suspeitas de crimes de violência doméstica agravada, violação e sequestro agravado contra a companheira, já tinha sido absolvido antes pela prática do mesmo crime …

Portugal é dos países da UE que mais progrediram na igualdade de género

Portugal está a progredir para uma plena igualdade de género mais rapidamente do que a média da União Europeia, revela o Instituto Europeu para a Igualdade de Género, que coloca o país em 16.º posição, …

"Sem água potável e a urinar em latas". Assim vivem os seguranças dos jogadores do Real Madrid

A União Geral dos Trabalhadores (UGT) de Espanha, um sindicato operário, denuncia as "péssimas condições" laborais dos seguranças que fazem vigilância a alguns jogadores do Real Madrid, nas suas moradias particulares. "Não há 'guaritas' de vigilância …

Ricardo Serrão Santos vai ser o novo ministro do Mar

O ex-eurodeputado socialista Ricardo Serrão Santos vai ser o novo ministro do Mar, no executivo de António Costa. A notícia foi avançada pela Antena Um/Açores e confirmada pelo Diário de Notícias.  Doutorado em Biologia pela Universidade …

Ex-presidente da Câmara da Covilhã começa a ser julgado por peculato

O antigo presidente da Câmara da Covilhã e também ex-vice-presidente do partido Aliança começa, esta terça-feira, a ser julgado em Castelo Branco, acusado de peculato e prevaricação. A SIC noticiou no fim-de-semana de 16 e 17 …

Dois anos depois dos fogos, há mais de 200 casas excluídas do processo de reconstrução

Dois anos depois dos incêndios na zona centro do país, mais de 200 casas de primeira habitação continuam excluídas do processo de reconstrução. Apesar de as obras estarem licenciadas, as habitações foram chumbadas pela Comissão de …