Zeinal Bava regularizou 11,5 milhões de euros através de perdão fiscal

Wikimedia

Zeinal Bava

O ex-diretor da PT aderiu ao perdão fiscal, em maio de 2012, para regularizar a fortuna de 11,5 milhões de euros que detinha no estrangeiro.

Zeinal Bava, antigo presidente da PT, aderiu ao perdão fiscal de 2012 – Regime Excecional de Regularização Tributária (RERT) III – para regularizar 11,5 milhões de euros vindos do exterior, avança o Correio da Manhã esta sexta-feira.

Segundo o jornal, a fortuna detida pelo ex-CEO no estrangeiro foi revelada pelo Ministério Público quando o interrogou, em fevereiro deste ano, como arguido na Operação Marquês.

De acordo com o MP, Bava recebeu, em 2007 e 2011, um total de 25,2 milhões de euros da Espírito Santo Enterprises, empresa do Grupo Espírito Santo suspeita de ser um “saco azul” para pagar luvas. O dinheiro terá sido pago como compensação pelos seus alegados favores ao GES enquanto administrador da PT, escreve o CM.

O Ministério Público alega que o ex-presidente da PT não declarou ao Fisco os 25,2 milhões de euros. Desse valor, foram pagos ao gestor 6,7 milhões de euros, em 2007, e 18,5 milhões de euros, em 2011. Já em 2016, Bava devolveu 18,5 milhões de euros, mais juros, à massa insolvente do GES.

Bava junta-se assim a Ricardo Salgado, Hélder Bataglia e Rui Horta e Costa, outros dos arguidos por envolvimento no negócio de Vale do Lobo que também aderiram ao RERT.

ZAP //

PARTILHAR

12 COMENTÁRIOS

  1. É só ladrões, depois queixam-se que as empresas públicas só dão prejuízo, pudera…com gestores deste calibre só podia mesmo.

    • A PT nunca deu prejuízo enquanto foi publica!!
      Por pressão da UE (monopólio, golden share, etc) e de certos interesses mais manhosos, foi privatizada – o resultado foi o que se viu!!

  2. isto é imoral, esta gentalha devia estar toda presa !!! enquanto pactuarmos com isto, isto continuará a ser um regabofe. num ano é o gestor maravilha, depois descobre-se que é um mafioso … esta gente tem de começar a pagar com o corpinho, umas pauladas só fariam bem!!!

  3. aceitou luvas tipo XXXXLLLLL…ia preso. Ah! desculpem, estamos em Portugal. Somos pacíficos e um Povo muito tolerante na gatunagem. basta que os XXXXXLLLL aparecem com um carro muitoooo brilhante e toda a gente se põem em bicos de pé. Enfim, daqui a pouco vamos a votos e isso é que interessa, será?

  4. Somos, no fundo, um país de gente culta, muito dedicada às artes: É só Artistas !!
    Lembrem-se que fomos nós que colonizámos o Brasil… e a semente caiu em solo fértil…

  5. Está na hora de o povo começar fazer qualquer coisa. Somos muito pacíficos e tolerantes, é claro que quem está a receber rendimentos ou pensões vitalícias sem trabalhar no duro(privado) está tudo mt bem, as migalhas e ou fortunas vão caindo nas suas continhas , e para essas pessoas não
    interessam fazer nada porque ao fim do mês cai o guito.
    E nós desgraçados a trabalhar de sol a sol para estes filhos da mãe,
    Por enquanto não vou dizer mais nada para não perturbar certos indivíduos,
    Mas já está mais do que na hora de o povo começar fazer qualquer coisa.

Responder a Eu! Cancelar resposta

Pure Skies. Empresa desenha cabines dos aviões do pós-pandemia

Desde o início da pandemia, os especialistas têm testado diferentes maneiras de alcançar o distanciamento social em aviões, embora com pouco sucesso. Agora, há uma empresa que está a levar esta ideia até ao próximo …

OE2021. Bloco de Esquerda vota contra na generalidade

O Bloco de Esquerda vai votar contra a proposta do Orçamento do Estado para 2021 na generalidade, anunciou a coordenadora do partido, Catarina Martins. Em declarações aos jornalistas, a bloquista confirmou este domingo que o …

PS ganha eleições nos Açores sem garantia de maioria absoluta

O PS voltou a ganhar as eleições regionais dos Açores, obtendo entre 37% e 41%, o que não garante a maioria absoluta, segundo a projeção à boca das urnas realizada este domingo pela Universidade Católica …

Extinção da fauna em Madagáscar pode dever-se à presença humana (e a mudanças climáticas)

Grande parte da fauna de Madagáscar e das ilhas Mascarenhas foi eliminada durante o último milénio. Neste sentido, uma equipa de cientistas analisou um registo do clima nos últimos 8000 anos nas ilhas. O resultado …

PAN vai abster-se na generalidade. OE mais próximo da aprovação

O partido Pessoas-Animais-Natureza (PAN) vai abster-se na votação na generalidade da proposta de Orçamento do Estado para 2021 (OE2021) na próxima quarta-feira, anunciou a líder parlamentar do partido, Inês Sousa Real. Com a abstenção dos três …

O passado tóxico fica para trás. Asbestos, a cidade "amianto", mudou de nome

A cidade canadiana Asbestos (que significa amianto) ganhou um novo nome, quase 11 meses após o anúncio da votação. Wuase metade dos cerca de 6 mil residentes da cidade canadiana marcaram presença numa votação organizada num …

Menino de 12 anos encontra fóssil de dinossauro com 69 milhões de anos

Nathan Hrushkin, aspirante a paleontólogo de 12 anos, encontrou o fóssil de um dinossauro enquanto passeava com o pai em Alberta, no Canadá. Depois de enviarem uma fotografia ao Museu Royal Tyrrell, ficaram a saber …

Autarca de Cascais associa festa privada de luxo a “número muito expressivo” de casos

O presidente da Câmara Municipal de Cascais associou este sábado uma festa privada, organizada num clube de luxo na Avenida de Liberdade, a "um número muito expressivo de casos" registado no concelho. "A festa de aniversário …

João Almeida acaba em 4.º e faz história no Giro. É o melhor português de sempre na prova

O português João Almeida (Deceuninck-QuickStep) subiu este domingo ao quarto lugar final da 103.ª edição da Volta a Itália em bicicleta, no contrarrelógio da 21.ª etapa, que 'coroou' o britânico Tao Geoghegan Hart (INEOS). O português …

Santo Stefano paga 8.000 euros por ano a quem quiser viver na vila medieval italiana

Santo Stefano di Sessanio, uma vila medieval em Abruzzo, uma região no lado leste do centro-sul da Itália, está disposta a pagar a quem quiser mudar-se e começar um negócio nesta pequena localidade. Uma pequena vila medieval …