O Zé Albino entrou na campanha (e no pingue-pongue entre Rio e Costa)

1

Rui Rio / Twitter

Zé Albino, o gato de Rui Rio

Ao ataque esta manhã, Rui Rio disse que o secretário-geral do PS devia ser como o Zé Albino e “estar calado”. À tarde, António Costa respondeu, dizendo que o gato do social-democrata se sentiria menos sozinho se o PS vencesse as eleições do próximo dia 30.

Não há dúvidas, pelo menos para Rui Rio: “um dos elementos que tem sido notório nesta campanha” é o seu gato, Zé Albino.

O felino tem merecido tanto destaque que o líder do PSD voltou a falar dele para atacar António Costa. Esta manhã, Rio disse que o socialista “perde oportunidades de estar calado” e que devia seguir o “exemplo” do seu gato de estimação.

“Eu acho que há aqui candidatos, em particular o doutor António Costa, que devia seguir o exemplo do Zé Albino, consegue ser uma figura central da campanha e não perde uma única oportunidade de estar calado, é que não perde mesmo, e o doutor António Costa, às vezes, perde oportunidades de estar calado”, atirou.

O líder laranja respondia às acusações que os socialistas lançaram no domingo à noite, em Viana do Castelo, de que o PSD tinha apresentado um programa eleitoral “cheio de maroscas”.

Já esta tarde, à saída da Casa do Careto, em Podence, no concelho de Macedo de Cavaleiros, António Costa não deixou o assunto cair no esquecimento e respondeu que o gato do presidente do PSD anda “visivelmente deprimido“. Mostrando-se confiante de que tudo isso vai passar, disse que Rio volta para casa no domingo.

“A última vez que vi numa foto o gato do doutor Rui Rio ele estava deprimido. E eu sou tudo menos uma pessoa deprimida. Sou uma pessoa alegre e não sou dado a depressões. Até sou acusado de ser otimista nas piores situações”, respondeu o líder socialista.

A sua experiência diz-lhe que “quanto maior é a aflição melhor é o otimismo”, acrescentou.

Desejo as melhoras do Zé Albino, que rapidamente se reanime. E estou certo e confiante que com uma vitória do PS no próximo domingo o Zé Albino vai sentir-se menos só e o doutor Rui Rio vai ter mais tempo para estar em casa”, atirou.

No dia 8 de janeiro, em plena maratona de debates televisivos, Rio publicou uma fotografia do seu gato, no Twitter, com a descrição: “O Zé Albino está a verificar se eu estou ali atrás da televisão. Um ‘raciocínio’ ditado pelas saudades de quem já não me via há 5 dias em carne e osso.”

Segundo Costa, a partir de domingo à noite, o presidente do PSD vai poder matar saudades e “brincar com o Zé Albino”.

“E isso vai fazer muito bem ao Zé Albino. Já comigo, o meu cão e a minha cadela estão habituados às minhas ausências. Portanto, não se deprimem se me mantiver em funções como primeiro-ministro”, comentou.

  ZAP // Lusa

1 Comment

  1. Esta “graçola”, assim como outras divagações, ditas durante esta campanha, vem só comprovar o serio dos nossos pulhiticos. Portugal está entregue a esta gente, que se governam en vez de Governar !…..palhaçada basta !

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE