“Yes we did”: Obama despede-se da presidência de forma emocionada

https://www.youtube.com/watch?v=9b-n5EJScH8

O presidente dos Estados Unidos fez um discurso de despedida esta terça-feira, em Chicago, a sua terra natal, a poucos dias de deixar o cargo que ocupou durante oito anos.

Barack Obama disse ontem adeus à Presidência dos Estados Unidos ao fim de oito anos de mandato. O discurso foi feito em Chicago, a sua terra natal, no centro de convenções McCormick Place, perante 20 mil pessoas.

No discurso, que durou cerca de uma hora, o ainda Presidente pediu aos americanos que se unam para lutar contra os desafios que ameaçam a democracia do país.

“A democracia requer uma noção básica de solidariedade. Apesar de todas as nossas diferenças, estamos todos juntos nisto. Vamos vencer ou falhar juntos. Todos nós, independentemente do partido, devemos entregarmo-nos à tarefa de reconstruir às nossas instituições democráticas”, afirmou, adaptando o seu slogan de campanha “Yes we can” para “Yes we did”.

No entanto, Obama também recordou algumas coisas menos boas como, por exemplo, as questões raciais, que continuam muito presentes no território americano.

“Depois da minha eleição, falou-se muito de uns Estados Unidos pós-raciais. Essa visão, ainda que bem-intencionada, nunca foi realista. Porque a raça continua a ser uma força potente e frequentemente divisiva da nossa sociedade”, recordou.

O chefe de Estado apelou também para a defesa dos direitos de outras minorias bem como para as desigualdades económicas. “A desigualdade absoluta também é corrosiva para os nossos ideais democráticos”, declarou.

Avisos a Trump

E ainda houve tempo para deixar uns recados ao seu sucessor, Donald Trump, nomeadamente sobre as alterações climáticas e as relações com a Rússia e a China.

Obama afirmou que negar que o aquecimento global existe significa trair as próximas gerações. “Podemos e devemos discutir sobre a melhor abordagem para resolver o problema. Mas simplesmente negar o problema, não é apenas trair as gerações futuras, mas trair o espírito essencial deste país, o espírito essencial de inovação e capacidade de resolver problemas que guiou os nossos fundadores”, disse esta noite em Chicago.

Olhando para o panorama internacional, Obama apelou a que os EUA se mantenham “vigilantes, mas não assustados”, defendendo que as duas outras potências mundiais que lutam pela hegemonia global, a Rússia e a China, não a conseguirão, a não ser que o país mude drasticamente.

Rivais como a Rússia e a China não podem superar a nossa influência no mundo, a não ser que renunciemos ao que defendemos e nos convertamos noutro país grande que abusa dos seus vizinhos mais pequenos”, disse.

Obama lembrou ainda que nenhuma organização terrorista estrangeira conseguiu realizar um atentado no país durante os seus oito anos na Casa Branca e assegurou que o grupo extremista Estado Islâmico “será destruído”.

“Apesar de [os atentados de] Boston, Orlando ou San Bernardino nos lembrarem de quão perigosa pode ser a radicalização, os nossos agentes estão mais atentos e são mais eficientes que nunca”, sublinhou.

“Tem sido uma honra servir-vos”

A menos de duas semanas da sua saída, Obama elogiou Joe Biden, que disse ter sido a sua primeira e melhor escolha para vice-presidente, e agradeceu à sua mulher Michelle e às filhas, Malia e Sasha.

“Michelle, nos últimos 25 anos, tens sido não apenas a minha mulher e mãe das minhas filhas, mas também a minha melhor amiga. (…) Uma nova geração fixa as suas metas mais além porque tem-te como modelo (…) Deixaste-me orgulhoso. Deixaste o teu país orgulhoso”, disse.

“Malia e Sasha, vocês tornaram-se duas fantásticas jovens, espertas e lindas, mas mais importante, gentis e atenciosas”, prosseguiu.

No final, deixou uma palavra de agradecimento aos povo americano. “Meus companheiros, tem sido a honra da minha vida servir-vos”.

Trump assume funções no próximo dia 20 de janeiro. Durante o discurso de Obama, várias pessoas gritaram repetidamente “Mais quatro anos”, algo que não é permitido pela Constituição norte-americana.

ZAP // Lusa / Move

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Revelada finalmente a identidade do homem que trabalhou 18 meses em 15 anos

Foi revelada a identidade do auxiliar médico que, entre baixas e férias, só trabalhou 18 meses em 15 anos. Chama-se Juan Carlos, tem 60 anos e fez culturismo. Na semana passada, a imprensa espanhola contou a …

Duterte quer ser morto a tiro caso se torne um ditador

O presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, pediu para os militares o matarem a tiro caso tencione violar a Constituição e resolva permanecer no cargo mais do que o seu mandato lhe permite. "Caso permaneça no poder …

"The Shape of Water" lidera corrida aos Óscares com 13 nomeações

O filme "The Shape of Water" lidera as nomeações da 90.ª edição dos Óscares, que serão entregues a 4 de março, em Los Angeles, incluindo as categorias de Melhor Filme, Melhor Realização e Melhor Atriz, …

Queda de helicóptero da TV Globo faz duas vítimas mortais

Um helicóptero da Rede Globo caiu, esta terça-feira, na Praia do Pina, no Recife, provocando duas vítimas mortais. Um helicóptero da TV Globo caiu esta terça-feira na praia do Pina, em Boa Viagem, na zona sul …

Tribunal de Beja pediu exame psiquiátrico a um morto

A Directora de Psiquiatria do Hospital de Beja nem queria acreditar quando recebeu do tribunal da cidade uma solicitação para realizar uma perícia médico-legal psiquiátrica a um morto. "Obviamente, não é possível", foi a resposta. Ana …

Erupção violenta no vulcão Mayon pode estar iminente. 40 mil pessoas procuram abrigo

O monte Mayon, o vulcão mais ativo das Filipinas, continuou esta terça-feira a emitir lava e cinzas, obrigando cerca de 40 mil habitantes a procurar abrigo em centros de evacuação. A lava foi projetada até 700 …

Polícia quer enviar cães pisteiros à Casa dos Horrores para procurar cadáveres

A polícia norte-americana quer enviar cães pisteiros nas novas buscas à casa do casal Turpin, acusado de ter mantido em cativeiro durante vários anos os seus 13 filhos, em Perris, na Califórnia, para procurar eventuais …

Portugueses fogem da Venezuela e refazem a vida em Madrid

Madrid é uma cidade de refúgio de muitos luso-venezuelanos, principalmente jovens da segunda e terceira geração de emigrantes portugueses, que falam melhor castelhano e que tiveram de sair da Venezuela. "Viemos para Madrid devido à situação …

Corrida para evitar a nova lei já esgotou os eucaliptos nos viveiros

A semente de eucalipto mais recomendada pelas celuloses, por crescer mais depressa, está esgotada nos viveiros devido à corrida dos proprietários que tentam fazer novas plantações antes da entrada em vigor da nova lei que …

"Tinham que meter Manuel Vicente no processo"

Orlando Figueira, o ex-procurador do Ministério Público (MP) acusado de ter recebido subornos de Manuel Vicente, o ex-vice-presidente de Angola, negou todas as acusações de que é alvo. Em tribunal, Figueira ilibou Manuel Vicente e …