“O início da justiça”. Yazidis começam a enterrar vítimas do Estado Islâmico mortas em 2014

Membros do grupo étnico yazidi no Iraque conseguiram enterrar mais de 100 vítimas do Estado Islâmico, um ano após os corpos serem retirados de valas comuns, numa cerimónia classificada como “o início da justiça”.

Como noticiou esta segunda-feira o Independent, esta situação ocorre numa altura em que surgem relatos de que as autoridades podem ter encontrado o corpo do arqueólogo Khaled al-Assad, de 82 anos, assassinado pelo Estado Islâmico na Síria, em 2015, enquanto tentava proteger a antiga cidade de Palmira.

No fim de semana, na vila iraquiana de Kocho, no sul de Sinjar, foram enterrados os restos mortais de 104 yazidis presos, assassinados e despejados em valas comuns, em 2014. Entre os mortos estavam os dois irmãos da vencedora do Prémio Nobel da Paz Nadia Murad, que sobreviveu à escravidão imposta pelo grupo.

Na segunda-feira, esta afirmou que, seis anos após o genocídio dos yazidis em Sinjar, perpetuado pelo Estado Islâmico, enterrar os seus irmãos foi o início da busca por justiça. “A minha comunidade de Kocho conseguiu colocar mais de 100 dos nossos entes queridos para descansar”, escreveu no Twitter.

“Este é apenas o começo da justiça para os yazidis. Milhares de famílias ainda aguardam a identificação e o sepultamento dos seus entes queridos”, acrescentou.

Na segunda-feira, a media estatal síria noticiou que os restos moratis de Khaled al-Asaad estava entre três corpos descobertos em Khaloul. Este foi decapitado por militantes do Estado Islâmico ao tentar proteger Palmira, ocupada duas vezes pelo grupo, entre 2015 e 2017. As autoridades ainda precisam confirmar a identidade através de testes ao ADN.

Dezenas de milhares de pessoas foram escravizadas e mortas sob o domínio do Estado Islâmico, que começou em 2014, quando o grupo passou a controlar territórios na Síria e no Iraque. Desde então, a Organização das Nações Unidas (ONU) declarou as suas ações contra os yazidis como genocídio.

A comunidade yazidi é uma minoria curda cuja fé combina elementos do cristianismo, do zoroastrismo e do islamismo.

Embora Estado Islâmico tenha sido expulso dos seus redutos em 2019 pelas forças lideradas pelos Estados Unidos (EUA), a ONU estima que mais de 10 mil militantes permanecem ativos na Síria e no Iraque, em pequenas células que continuam a executar ataques nos dois países.

  Taísa Pagno //

PARTILHAR

RESPONDER

Mais nove mortes e 465 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas

Portugal registou, este domingo, mais nove mortes e 465 casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 465 novos …

O O primeiro-ministro, António Costa

Governo quer reunir com todos os partidos e solicitou ao Bloco os termos de acordo escrito

O Governo quer reunir-se com todos os partidos com quem tem negociado a viabilização do Orçamento do Estado e solicitou ao Bloco de Esquerda que envie o conteúdo e os termos do acordo escrito proposto. Estas …

No Japão, o suicídio entre crianças atingiu um número recorde

Segundo um relatório divulgado pelas autoridades japonesas, o receio de uma infeção pelo novo coronavírus foi a justificação mais invocada por crianças e jovens para faltarem às aulas durante um longo período de tempo. Durante o …

Com uma nova subida de preços na segunda-feira, portugueses correm às bombas

Com o anúncio do Governo da redução do ISP, e um possível aumento do preço dos combustíveis já na próxima semana, os portugueses estão a aproveitar o fim-de-semana para abastecer. Na sexta-feira, o Governo anunciou a …

O candidato às eleições presidenciais das Filipinas Ferdinand Marcos Jr.

Ferdinand-Duterte: Eleições filipinas podem pôr duas dinastias frente-a-frente (ou lado a lado)

Ferdinand Marcos Jr. é filho de um antigo ditador filipino. Agora é candidato às eleições presidenciais e poderá enfrentar a filha de Rodrigo Duterte, Sara, ou até aliar-se a ela. Ainda faltam mais de seis meses …

Recuperados da covid-19 vão poder tomar segunda dose se for preciso para viajar

A diretora-geral da Saúde revelou, este sábado, que os recuperados da covid-19 vão agora poder tomar uma segunda dose da vacina, caso seja preciso para poderem viajar. Esta semana, o Jornal de Notícias tinha avançado que …

Líder do PCP diz que problemas do país "não se resolvem com dramatizações"

O secretário-geral do PCP defendeu, este sábado, que os problemas do país "não se resolvem com dramatizações ou com o agigantar de dificuldades sobre o futuro", numa crítica ao Governo. Num discurso de quase 30 minutos …

Marcelo fez o que podia para prevenir crise política. Agora, fica à espera do diálogo

O Presidente da República transmitiu, este sábado, que fez em público e privado o que podia para prevenir junto dos partidos uma crise política e afirmou que espera diálogo sobre o Orçamento do Estado nos …

Candidato do Chega detido por tentativa de homicídio de família sueca

O suspeito da tentativa de homicídio de uma família sueca em Moura, Beja, foi candidato do Chega à freguesia de Póvoa de São Miguel nas últimas eleições autárquicas. O líder do partido já condenou este …

A judoca Bárbara Timo

Judoca Bárbara Timo conquista ouro nos -63kg no Grand Slam de Paris

A judoca portuguesa Bárbara Timo conquistou, este sábado, a medalha de ouro no primeiro dia do Grand Slam de Paris, na sua estreia na categoria -63 kg em provas do circuito mundial. Bárbara Timo, de 30 …