Votação inédita com um deslize da AR TV. Direita e Esquerda alinhadas no caso CGD

Manuel de Almeida / Lusa

O relatório final da comissão parlamentar de inquérito à Caixa Geral de Depósitos (CGD) foi aprovado por unanimidade. É a primeira vez que todos os partidos se juntam, no mesmo lado da barricada, num inquérito à banca.

Os deputados aprovaram o relatório às 21:20 horas, depois de quase oito horas de debate e votações, incluindo duas horas à porta fechada. Mas alguns dos momentos da reunião acabaram por ser transmitidos, indevidamente, pelo canal do Parlamento.

Foram, ao todo, 47 minutos de transmissão na AR TV até que alguém alertou para o facto, para espanto do deputado João Almeida, do CDS, que redigiu o relatório final da comissão parlamentar de inquérito (CPI) à CGD.

Após o alerta para a transmissão, foram desligadas as câmaras e houve ordem para apagar a gravação. Mas o Jornal Económico divulga a gravação, considerando que está em causa “um tema de interesse público”.

Unanimidade inédita contra gestores, BdP e Governo de Sócrates

Para lá do momento insólito com a transmissão indevida, esta foi a primeira comissão parlamentar à banca em que o relatório final foi aprovado por unanimidade.

As principais conclusões da II Comissão de Inquérito à Recapitalização e Gestão da CGD cerram fileiras contra o Banco de Portugal, que falhou na supervisão, criticam a gestão do banco, que não foi sã nem prudente, a administração de Santos Ferreira, a falta de atenção de sucessivas tutelas e a responsabilidade política do Governo de José Sócrates no “período mais crítico de 2005-2008”.

Referem ainda que, na comissão, entre os depoentes, houve um grupo de poder que se encobriu, usando estratagemas como concertação de narrativas e falta de memória para esconder más práticas de crédito.

De fora ficou a proposta do PSD de incluir no relatório final a ideia de que houve no banco público indícios de práticas de gestão danosa.

O relatório vai ser debatido em plenário nesta sexta-feira, o último dia da legislatura, e depois enviado para a Procuradoria-Geral da República para que avalie se há matérias de relevância criminal.

Após a aprovação, o presidente da comissão de inquérito, o deputado do PSD Luís Leite Ramos, considerou que “valeu a pena” o trabalho feito ao longo dos últimos cinco meses e que a comissão chega ao fim com “sentimento de dever cumprido”.

Esta foi a terceira comissão de inquérito à CGD em apenas três anos, desde 2016. Nos últimos anos, houve ainda comissões de inquérito ao BES (2014-2015), ao Banif (2016) e ao BPP (2008-2009 e 2012).

ZAP // Lusa

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Pois, pois e agora acontece o quê…? Gastaram milhares de milhões do povo português em puro desperdicio por incompetência ou por benefício próprio, estes indivíduos com super cursos de gestão, economia, direito (improdutivos, canudos facilitados na maioria) foram pagos a peso touro para nos iludir com conhecimentos que nunca adquiriram.

  2. Esta gente nem sabe operar uma câmara de vídeo, como é que estão à frente de um país?!
    Quanto ao resto nada de novo.
    Pagode para enganar o lorpa.

  3. Já é tempo de acaba com estes encobrimentos, se um individuo rouba um pão no supermercado vem logo o nome dele nas notícias, porque razão se encobre os nomes destas pessoas se o prejuízo que causam é largamente superior? é por estarem ligados a altos postos ou a partidos? expulsem-nos, mas os nomes deles devem ser conhecidos, assim já não enganam mais ninguém.

Cientistas descobriram o ponto fraco dos tardígrados

Os tardígrados, também chamados ursos de água, são conhecidos pela sua resistência. Mas um novo estudo revela agora que estes pequenos organismos também têm um ponto fraco: exposição de longo prazo a altas temperaturas. Em 2018, …

Detetadas "partículas fantasmagóricas" que o Modelo Padrão não pode explicar

O observatório IceCube, localizado no Pólo Sul, revelou que a Antena Antena Antártida de Impulso Transitivo (ANITA) detetou alguns "sinais muito estranhos" que "não pode ser explicados" pelo Modelo Padrão da Física. O projeto ANITA, …

Descoberto primeiro asteróide que se move apenas dentro da órbita de Vénus

Uma rede de telescópios robóticos operados à distância observou um asteróide que, além de ser o asteróide mais próximo do Sol, é também o primeiro asteróide descoberto que se move completamente dentro da órbita de …

Mark Zuckerberg tem medo do TikTok (e já se sabe porquê)

Mark Zuckerberg já deixou claro, mais do que uma vez, que não gosta do TikTok. No entanto, agora sabemos o que está por trás desta hostilidade pelo rival: a aplicação está a crescer muito, mesmo …

A empresa mãe da Google já vale um bilião de dólares

Esta quinta-feira, a Alphabet, empresa mãe da Google, conseguiu uma cotação na bolsa de 1 bilião de dólares, cerca de 900 mil milhões de euros. A Alphabet tornou-se, esta quinta-feira, a quarta empresa norte-americana a conseguir …

Cientistas criam "cimento vivo" capaz de se "curar"

Uma equipa de cientistas dos Estados Unidos criou um "cimento vivo" juntando areia e bactérias num material de construção capaz de se auto-reproduzir, de absorver dióxido de carbono e manter a resistência. "Já usamos materiais biológicos …

Sporting 0-2 Benfica | Águia vence dérbi e foge na frente

O Benfica foi o grande vencedor do dérbi lisboeta. Na visita ao Sporting, os “encarnados” marcaram dois golos sem resposta, ambos na segunda parte, por Rafa Silva, entrado no decorrer da segunda parte, após ter …

Um em cada seis homens é vítima de abuso sexual antes dos 18 anos

Um em cada seis homens é vítima de abuso sexual antes dos 18 anos e podem levam décadas até pedir ajuda, por nem sempre aceitarem e entenderem que sofreram violência sexual. Na maior parte dos …

"Messiah", da Netflix, reacende controvérsia sobre os limites da liberdade de expressão

A série Messiah, disponível na plataforma de streaming Netflix, acende a controvérsia em torno dos limites da liberdade de expressão e da criatividade no mundo das artes e do entretenimento. Messiah, uma série produzida por Michael …

Quadro encontrado por jardineiro era mesmo a obra desaparecida de Klimt

Em 1997, Retrato de uma Senhora desapareceu da Galeria de Arte Moderna Ricci Oddi, em Piacenza. Em dezembro, o quadro foi descoberto. Estava escondido numa parede da instituição. O quadro encontrado em dezembro, escondido na reentrância …