Voo humanitário para o Brasil chegou a custar mais de 1.350 euros

Profilbesitzer / Flickr

O Público avança que o bilhete de um “voo humanitário” da TAP para o Brasil estava a ser vendido por 837 euros no início desta terça-feira. Horas depois, os “últimos lugares” estavam a ser disponibilizados por 1353,90 euros.

O “voo de apoio ao regresso do Brasil por razões humanitárias” vai ser operado pela TAP, segundo informou o gabinete do ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva. O voo irá partir de Portugal esta sexta-feira, com um máximo de 298 lugares, regressando de São Paulo no dia seguinte.

Para quem não tivesse nenhum bilhete já comprado, a viagem iria custar 837,90 euros. De acordo com o diário, dos cerca de 520 passageiros que precisam de realizar a viagem neste momento, menos de metade (à volta de 200) tem bilhete na TAP.

O Público conta o caso de Jhuliene Souza, que já tinha um bilhete e seguiu todos os passos indicados pela empresa de aviação, por e-mail, para a passagem para este voo extraordinário. “Foram subindo os preços, os últimos lugares foram vendidos e a nós, que tentámos remarcar um voo da TAP já comprado para viajar nesse dia, foi-nos dito que já não havia disponibilidade“, contou.

Depois de várias horas de tentativas de contacto com o apoio ao cliente, Jhuliene Souza conseguiu perceber que o voo já tinha sido todo preenchido e que não havia vagas, depois de ter visto que os preços para quem não tinha bilhete tinham disparado até mais de 1.350 euros.

“Foi um stress muito grande, passámos o dia todo de segunda-feira a tentar ligar. Foi criada uma grande expectativa e, no final, venderam as passagens a outras pessoas por esses preços exorbitantes“, disse, em declarações ao Público.

“Em vez de remarcarem para essa data o nosso bilhete, como tínhamos deixado claro no preenchimento do formulário, arranjaram forma de vender caro a outras pessoas as vagas que pensávamos tinham sido abertas para nós”, acrescentou.

Ao diário, a Secretaria de Estado das Comunidades Portuguesas explicou que “aos passageiros que já dispunham de bilhete desta companhia aérea [TAP], e apenas desta, é feita uma alteração gratuita do bilhete, desde que dentro da mesma classe tarifária”. “Aos restantes aplica-se o preço para este voo praticado pela TAP.”

Liliana Malainho Liliana Malainho, ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. “voo de apoio ao regresso do Brasil por razões humanitárias”, O CARAÇAS !!!!!!
    Um voo pra este trajecto pode ser conseguido por menos de 300 euros noutras companhias. Os gestores da TAP não têm um pingo de vergonha ao aproveitar-se desta situação para exigir a quantia “humanitária” de 1.353,90 euros.

  2. Minha nossa! Mais uma trapalhada.

    Sr. Dr. Augusto Santos Silva, vai associar o seu ministério a uma iniciativa, certifique-se que controla todos os aspetos da mesma para não ter que estar a dar explicações sobre aspetos que não controla e/ou descurou.

    Sendo o voo é por razões ‘humanitárias’, fossem Portugal e Brasil países com ‘pedigree’ nesta área (não são!!), já os respetivos governos se teriam alinhado e feito os voos que fossem necessários para que os seus cidadãos fossem repatriados de forma rápida e segura.

    É missão dos governos eleitos proteger os seus cidadãos. Estejam onde estiverem. Sem olhar a meios ou custos. Custa-me ver sucessivos Ministérios dos Negócios Estrangeiros em Portugal (estou-me a borrifar para os outros) descurarem esta missão.

RESPONDER

Já pode "adotar" um pedaço de Notre-Dame para ajudar na sua reconstrução

Uma organização está a dar a oportunidade de o público ajudar na reconstrução de artefactos específicos da catedral de Notre-Dame, em França, que foi parcialmente destruída por um incêndio em 2019. De acordo com a cadeia …

Proporção divina identificada na gerbera

Descobrir como se formam os padrões distintos e omnipresentes das cabeças das flores tem intrigado os cientistas há séculos. Quando se pede a alguém que desenhe um girassol, quase todas as pessoas desenham um grande círculo …

Audi apresenta o novo Q4 e-tron que traz uma autonomia até 520 km

Ainda antes do verão, a Audi vai colocar no mercado o seu primeiro SUV elétrico concebido de raiz e não adaptado a partir de uma plataforma concebida para motores a combustão. O Q4 e-tron destaca-se pela …

Vanuatu em alerta depois de um corpo com covid-19 ter dado à costa

Vanuatu proibiu viagens de e para a sua principal ilha três dias depois de ter dado à costa um corpo de um pescador filipino, que testou positivo à covid-19. De acordo com a Radio New Zealand, …

Cientistas russos querem criar a primeira vacina comestível contra a covid-19

O Instituto de Medicina Experimental de São Petersburgo, na Rússia, anunciou o seu plano de concluir dentro de um ano os testes pré-clínicos da primeira vacina comestível do mundo contra o novo coronavírus. Em entrevista à …

Em plena crise política, o país mais pobre das Américas ainda não recebeu nenhuma vacina

Numa altura em que a maior parte dos países já têm o processo de vacinação a decorrer, o governo do Haiti ainda não garantiu uma única dose da vacina contra o coronavírus. O país mais pobre …

Afinal, Leonardo da Vinci não esculpiu o busto de Flora

Está terminada a controvérsia que durou mais de cem anos após a aquisição do Busto de Flora em 1909, por Wilhelm von Bode. A datação por radiocarbono revelou, recentemente, que a obra não foi …

Crise climática "implacável" intensificou-se em 2020, diz relatório da ONU

Houve uma intensificação "implacável" da crise climática em 2020, com a queda temporária nas emissões de carbono devido ao confinamento a ter um impacto pouco significativo nas concentrações de gases de efeito de estufa, revelou …

Já se sabe o que causou a misteriosa "tempestade de asma", que vitimou dez pessoas em 2016

Em 2016, na cidade de Melbourne, aconteceu o evento de "tempestade de asma" mais grave do mundo. Os cientistas descobriram agora o culpado. No dia 21 de novembro de 2016, as urgências de um hospital em …

Carlos César reivindica papel do PS na construção da democracia e no combate à corrupção

O presidente do PS defendeu, esta segunda-feira, que se deveu ao seu partido o aprofundamento da democracia e os avanços no combate à corrupção, embora admitindo desvios", "erros" e "omissões num ou outro momento da …