Investigadores procuram voluntários para beber cerveja

Investigadores do CINTESIS vão desenvolver um estudo sobre os efeitos do consumo moderado da cerveja na saúde. Procuram homens entre os 18 e os 65 anos de idade, que estejam dispostos a consumir uma cerveja por dia.

Investigadores do CINTESIS – Centro de Investigação em Tecnologias e Serviços de Saúde e da Universidade Nova de Lisboa vão desenvolver um estudo sobre os efeitos do consumo moderado da cerveja na saúde. Para que este seja bem sucedido, precisam de voluntários.

De acordo com o comunicado do CINTESIS a que a Lusa teve acesso, o grupo pretende avaliar o efeito do consumo de cerveja na microbiota intestinal (flora intestinal), no perfil metabólico e lipídico em indivíduos saudáveis.

“O impacto do consumo de bebidas alcoólicas com compostos bioativos (nomeadamente polifenóis) na saúde é um tópico urgente nas ciências biomédicas”, defendeu a especialista em Nutrição e Metabolismo do CINTESIS e líder da investigação, Conceição Calhau.

A investigadora adiantou ainda que “participar neste estudo é uma oportunidade rara de contribuir para o conhecimento dos efeitos metabólicos do consumo de cerveja”.

A equipa de investigadores está à procura de 30 voluntários saudáveis, do sexo masculino, entre os 18 e os 65 anos de idade, que estejam dispostos a consumir uma cerveja por dia, com e sem teor alcoólico (5,20%, 0,45% e 0% de álcool), durante quatro semanas.

“A colaboração no projeto não implica a toma de qualquer medicamento, apenas o consumo diário de uma cerveja, preferencialmente ao jantar, fornecida pela equipa”, esclareceu Conceição Calhau, que é também professora da NOVA Medical School da Universidade Nova de Lisboa, entidade envolvida no projeto.

Sobre a bebida, a investigadora esclareceu que existem informações decorrentes de estudos em animais ou de estudos de observação.

Nos estudos de observação, verificou-se, muitas vezes, que as consequências para a saúde do consumo de cerveja estão sobretudo associadas ao estilo de vida como sedentarismo, hábitos tabágicos e alimentação inadequada, “sendo difícil reconhecer os efeitos do consumo da bebida na ausência desse estilo de vida menos saudável”, explicou.

Segundo a especialista, é a falta de evidência científica na área que torna este estudo necessário. Conceição Calhau defende que a prática deve ser baseada na evidência científica e que só com a realização de estudos controlados de intervenção é possível acrescentar conhecimento.

Durante o estudo os participantes serão avaliados por um profissional de saúde no início e no fim, através de análises de sangue, fezes e urina, procedimentos esses da responsabilidade da equipa de investigadores.

Os valores analíticos apresentados serão avaliados antes e depois do consumo da cerveja, obtendo assim dados que serão comparados sobre efeito da ingestão desta bebida.

Numa primeira fase, o estudo decorrerá em Lisboa, nas instalações da NOVA Medical School, devendo ser aberta uma segunda fase do ensaio, a decorrer no Porto.

// Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Tony transformou autocarro em Arca de Noé para salvar animais do Florence

Enquanto muitos americanos fugiam do furacão Florence, um camionista de 51 anos fazia o percurso inverso com uma missão em mente. Dentro de um autocarro, Alsup transportou mais de 60 animais da costa da Carolina …

Mais de 500 rinocerontes mortos na África do Sul este ano

A caça furtiva na África do Sul causou a morte a 508 rinocerontes, entre janeiro e agosto deste ano, o que significa um decréscimo no número de espécimes caçados, em relação a 2017, anunciou o …

Número de mortos em naufrágio na Tanzânia sobe para 170

O número de pessoas que morreram no naufrágio de um navio de passageiros no lago Vitória, na Tanzânia, subiu para 170, de acordo com os meios de comunicação locais. As operações de resgate recomeçaram na manhã …

Há um satélite-pescador no espaço

O Satélite britânico RemoveDebris está a navegar no espaço desde junho e lançou com sucesso uma rede em órbita com o objetivo de capturar material que anda à deriva em redor da Terra. O satélite-pescador britânico …

Governo cumpriu “rigorosamente” acordo com setor do táxi

O Ministro Ambiente, João Matos Fernandes, disse este sábado que o governo cumpriu “rigorosamente” o acordo que assinou com a duas associações que representam os taxistas para a modernização do setor. "Não é verdade que se …

Juízes defendem acórdão que desvaloriza violação de mulher inconsciente

A Associação Sindical dos Juízes Portugueses sai em defesa dos dois magistrados, um dos quais o presidente da entidade, que assinaram o acórdão que desvaloriza a gravidade da violação de uma mulher inconsciente, numa discoteca, …

Salas para maiores de 18 anos levam à demissão do director de Serralves

O director artístico do Museu de Arte Contemporânea de Serralves, João Ribas, demitiu-se do cargo depois de a administração ter limitado a maiores de 18 anos uma parte da exposição dedicada ao fotógrafo norte-americano Robert …

Isabel do Santos desmente ação contra João Lourenço mas processo deu entrada no Supremo

Isabel do Santos, filha do antigo Presidente da Angola, desmente ter entrado com uma ação contra o atual Presidente João Lourenço. No entanto, o processo cível contra o Estado deu entrada no Supremo. De acordo …

Arqueólogos fazem "descoberta do Século" no Tejo (e tem pimenta)

Uma equipa de arqueólogos da Câmara Municipal de Cascais, do Projeto Municipal da Carta Arqueológica Subaquática do Litoral, descobriu uma nau que terá naufragado entre 1575 e 1625, e que é considerada a “descoberta do …

ADSE adia implementação de novas regras para tentar acordo com privados

Os hospitais privados e ADSE continuam com o braço de ferro, mas, por agora, os privados não vão deixar de operar beneficiários da ADSE. O boicote anunciado esta manhã foi adiado. Esta manhã, o o semanário …