Volkswagen vendeu ilegalmente carros que deviam ter sido destruídos

Julian Stratenschulte / EPA

A Volkswagen vendeu ilegalmente, nos Estados Unidos e na Europa, unidades pré-série que deveriam ter sido destruídas. O presidente Herbert Diess tinha conhecimento das vendas ilegais desde 2016 e nada fez.

A Volkswagen está ainda a tentar recuperar a confiança dos consumidores depois da polémica Dieselgate, pelo que qualquer escândalo pode abalar prejudicialmente o construtor alemão.

No entanto, é mesmo isso que está a acontecer, depois de duas publicações terem avançado que o fabricante de Wolfsburg começou a vender, em 2006, nos Estados Unidos e na Europa, automóveis que deveriam ter sido destruídos.

Segundo o Observador, estão em causa unidades pré-série que habitualmente vemos parcial ou totalmente camufladas e que não têm de corresponder à versão de produção. Estas viaturas são muitas vezes usadas para efetuar testes com o objetivo de testar os limites mecânicos e estruturais, pelo que quando chega aos concessionários, o carro refletirá esse trabalho de desenvolvimento do produto.

De acordo com o Der Spiegel, a marca assume que “despachou” 6.700 automóveis para os concessionários, mas a publicação fala em 17.000. O problema é que, como referiu um porta-voz da marca ao Handelsblatt, embora as viaturas em causa venham a ser chamadas para ir à oficina, há casos que poderão não se resolver com uma mera atualização de software.

Mas há ainda uma agravante: ao que parece, a Volkswagen não documentou o que teriam esses carros de “errado” ou de diferente, face às unidades de série, pelo que terá de haver novo programa de buyback.

Na verdade, vender unidades pré-série não é crime, mas deve-se obedecer aos trâmites definidos na lei. Neste caso, a Volkswagen estaria obrigada a informar as entidades reguladoras do setor e os concessionários sendo que estes, por sua vez, passariam a informação ao cliente. Mas nada disto foi feito.

A marca já veio a público pedir desculpa, lamentando “profundamente o engano”. No entanto, apesar disso, a Volkswagen corre o risco de as autoridades decidirem puni-la de novo e ter pela frente outra rodada de processos, movidos pelos concessionários ou clientes lesados.

Herbert Diess, responsável máximo da marca, teria conhecimento das vendas ilegais desde 2016, mas nada fez para corrigir esta situação anómala, adianta ainda o Der Spiegel.

ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Muito honestos estes alemães… com dinheiro publico/proteccionismo/lobys/financiamento a custo zero e com a maior burla de sempre, quase conseguiram ser o maior construtor mundial!…
    VW: Das Fraud

RESPONDER

Portugueses criam nanomateriais feitos de algas para despoluir água

De algas abundantes no litoral de Portugal, investigadores da Universidade de Aveiro extraíram biopolímeros capazes de remover alguns poluentes da água, como antibióticos ou herbicidas. Uma equipa de investigadores da Universidade de Aveiro (UA) demonstrou que …

O novo Oumuamua pode ter sido captado numa fotografia a cores

Os astrónomos do Observatório Gemini no Hawai tiraram a primeira fotografia do GB00234, agora rebatizado para C/2019 Q4 Borisov, um objeto que pode ser o segundo corpo celeste interestelar a entrar no Sistema Solar. A imagem …

Volkswagen revela o novo ID.3, "o carro elétrico do povo"

https://vimeo.com/360579859 No Salão Automóvel da Frankfurt, a Volkswagen revelou o novo ID.3, o seu primeiro carro elétrico. Com um preço "abaixo dos 30 mil euros", é tido como acessível para as massas. A revolução dos automóveis elétricos …

Benfica 1-2 Leipzig | Águias sem asas para o Leipzig

O Benfica arrancou a sua participação na fase de grupos da Liga dos Campeões 2019/20 da pior forma, com uma derrota caseira por 2-1. A formação “encarnada” recebeu o Leipzig e nunca conseguiu dominar o futebol …

A faca, o casaco, a secretária e outros objetos de Anthony Bourdain vão a leilão

Uma faca feita a partir de um meteorito, um casaco personalizado da marinha norte-americana e uma prensa para ossos de pato são três dos 215 objetos de Anthony Bourdain que vão ser colocados à venda …

Já vai poder dormir no castelo de "Downton Abbey" (mas com algumas condições)

O castelo de Highclere, que os fãs da série Downton Abbey conhecem como a casa da família ficional Crawley, está a receber hóspedes. O conde de Carnarvon resolveu abrir as portas a apenas dois convidados, a …

Tinder produz a sua primeira série de televisão (e é “apocalíptica”)

A aplicação de encontros Tinder já terminou as filmagens da sua primeira série de televisão no âmbito da intenção do seu proprietário, o Match Group, de aprofundar a criação de conteúdos originais. Fazer novos programas faz …

Sondagens à boca das urnas mostram empate técnico entre Netanyahu e Gantz

O primeiro-ministro israelita Benjamin Netanyahu e Benny Gantz, antigo chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas que lidera a coligação centrista, estão numa situação de empate técnico nas primeiras sondagens à boca das urnas. Esta terça-feira, …

Dois youtubers detidos a tentar invadir a Área 51

Quatro dias antes do evento mundial, dois youtubers adiantaram-se e foram detidos na última terça-feira por tentarem invadir a Área 51, uma base militar secreta dos Estados Unidos. Ties Granzier e Govert Sweep, dois holandeses de …

Onda de bebés nascidos com mãos deformadas abre investigação na Alemanha

As autoridades de saúde lançaram uma investigação depois de três bebés nasceram com deformações raras das mãos nos últimos quatro meses num hospital alemão. "Entre junho de 2019 e o início de setembro de 2019, um …